Atuação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras e Familiares de Aparecida-PB, no Alto Sertão Paraibano

Antonione Pontes Abrantes, Flávio Ferreira de Sousa, Glecy Marques Teodoro Fragoso, Maria do Rosário Coura de Assis, Mércia Maria Neves Barbosa, Wellington Ferreira de Melo, Rubasmate dos Santos de Souza, Anna Karla Borba de Mélo

Resumo


No Nordeste do Brasil a apicultura tem um enorme potencial de crescimento, no entanto, na maior parte desta região, o clima é considerado semiárido com altos índices de radiação solar, temperaturas elevadas e pouca intensidade pluviométrica. Este tipo de ambiente tem causado muitas perdas na produção apícola e gerado enormes dificuldades de crescimento no setor. Anualmente os apicultores perdem grande parte de suas colônias de abelhas por causa do abandono das colmeias (enxameação migratória), provocando o desestímulo dos criadores e a desistência da atividade apícola. Este trabalho aborda através de informações da literatura que, apesar da influência negativa das condições ambientais adversas no Semiárido Brasileiro, o sombreamento das colmeias é potencialmente eficiente para amenizar as condições ambientais hostis dessa região. Enxames instalados em colmeias protegidas da radiação direta do sol realizam a termorregulação interna do ninho mais facilmente, o que refletiria num menor gasto energético das abelhas e, portanto, maior rendimento da colônia. Como consequência, torna mais produtivo e rentável o processo de criação racional de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.) em regiões áridas e semiáridas. O sombreamento das colmeias pode ser considerado uma técnica simples, eficiente e de baixo custo para os apicultores, representando assim uma alternativa economicamente viável e com ótima relação custo-benefício.

Texto completo:

PDF


ISSN: 2317-305X