Efluxo de CO2, atributos físicos e carbono do solo em manejos agroecológicos

Maria Isabel de Souza Costa, Thais Emanuelle Monteiro dos Santos Souza, Edivan Rodrigues de Souza, Jailson Cavalcante Cunha, Elaine Leite Oliveira

Resumo


A avaliação de atributos solo em sistemas agroecológicos é de fundamental importância para verificar os benefícios desse tipo de manejo. Objetivou-se avaliar as características físicas, o efluxo de CO2 e o carbono orgânico em diferentes condições de manejo. A área de pesquisa pertence à Unidade de Serviços de Tecnologia alternativa, localizada na cidade de Glória do Goitá, Pernambuco, que desenvolve técnicas com base nos princípios agroecológicos, visando o desenvolvimento sustentável no ambiente rural. Três áreas foram selecionadas: Permacultura, Rotação de Cultura e Mata em Regeneração. Para cada uma das áreas foram coletadas amostras de solo deformadas e indeformadas, em duas profundidades 0-20 e 20-40 cm. As variáveis analisadas foram: granulometria, densidade e porosidade do solo, Carbono Orgânico Total (COT) e calculada a Matéria Orgânica do Solo (MOS). Realizou-se também a medição do efluxo de CO2 do solo, utilizando uma câmara específica para solo acoplada ao IRGA, modelo 6400XT. Os resultados foram analisados pela comparação de médias utilizando o teste de Scott-Knot a uma probabilidade de 5%. A permacultura e a rotação de cultura apresentaram valores de atributos físicos que se aproximaram da condição de mata. Com relação aos teores de Carbono e MOS, a área de mata obteve as maiores médias, enquanto que para o efluxo de CO2, as áreas manejadas obtiveram médias superiores, demonstrando os benefícios destes manejos para a melhoria da qualidade do solo.

CO2 efflux, physical attribute and soil carbon in agro-ecological management systems

Abstract: Evaluation of soil in agroecological systems is of fundamental importance to check the influence of this type of soil management. The aim of this study is to evaluate the physical, CO2 efflux and the carbon in different management conditions. The survey area belongs to Alternative Technology Services Unit, located in Gloria do Goitá, Pernambuco, which develops techniques based on agro-ecological principles for sustainable development in the rural environment. Three areas were selected: Permaculture, Culture rotation and Forest in regeneration, for each of the areas disturbed and undisturbed soil samples were collected from two layers 0-20 and 20-40 cm. The variables analyzed were: grain size, density, soil porosity, Total Carbon (TC) and Soil Organic Matter (SOM). It was also performed measuring the soil CO2 efflux, using a specific camera to soil coupled to Irga 6400XT. The results were analyzed by comparison of means using the Scott-Knot test at a probability of 5%. The permaculture and crop rotation had physical attributes values that approached the forest condition. With respect to C and MOS levels, the forest area had the highest averages, while for soil CO2 efflux, the areas managed obtained higher averages, demonstrating the benefits of these managements to improve soil quality.


Palavras-chave


Propriedades do solo; Permacultura; Rotação de cultura; Agricultura orgânica.

Texto completo:

PDF

Referências


APAC, Agência Pernambucana de Água e Clima. Disponível em: . Acesso em: 01 de novembro de 2014.

ARAÚJO NETO, S. E.; SILVA, A. N.; KUSDRA, J. F.; KOLLN, F. T.; NETO, R. C. A. Atividade biológica de solo sob cultivo múltiplo de maracujá, abacaxi, milho, mandioca e plantas de cobertura. Revista Ciência Agronômica, v. 45, n. 4, p. 650-658, 2014.

CARVALHO, M. A., RUIZ, H. A., COSTA, L. M., PASSOS, R. R., ARAÚJO, C. A. S. Composição granulométrica, densidade e porosidade de agregados de Latossolo Vermelho sob duas coberturas do solo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 18, n. 10, p. 1010-1016, 2014.

CEDILLO, J. G. G.; GÓMEZ, L. I. A.; ESQUIVEL, C. E. G. Agroecología y sustentabilidad. Convergencia. Revista de Ciencias Sociales, v. 15, n. 46, p. 51-87, 2008.

CHIEZA, E. D.; LOVATO, T.; ARAÚJO, E. S.; TONIN, J. Propriedades físicas do solo em área sob milho em monocultivo ou consorciado com leguminosas de verão. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 37, n.1, p. 1393-1401, 2013.

EMBRAPA, Manual de métodos de análise de solo/Centro Nacional de Pesquisa de Solos. – 2. ed. rev. atual. – Rio de Janeiro, 1997. 212p.

FAGERIA, N. K.; STONE, L. F. Qualidade do solo e meio ambiente. Embrapa Arroz e Feijão, 2006. 35p.

FERREIRA, M. M. Caracterização física do solo. In: Lier, Q. de J.van. Física do solo. Viçosa: SBCS, 2010. p.1-27.

FERREIRA, D. F. Sisvar - sistema de análise de variância para dados balanceados. Lavras: UFLA,

19 p.

GARCÍA-ORENES, F.; GUERREROA, C.; ROLDÁNB, A.; MATAIX-SOLERAA, J.; CERDÀC, A.; CAMPOYB, M.; ZORNOZAD, R.; BÁRCENASA, G.; CARAVACAB, F. Soil microbial biomass and activity under different agricultural management systems in a semiarid Mediterranean agroecosystem. Soil & Tillage Research, v. 109, n. 2, p. 110-115, 2010.

IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Disponível em < http://www.cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=260610&search=||infogr%E1ficos:-informa%E7%F5es-completas > Acesso: 15 de dezembro de 2014.

LAL, R. Challenges and opportunities in soil organic matter research. European Journal of Soil Science, Malden, v.60, n.2, p.158–169, 2009

LAVADO, R. S., TABOADA, M. A. The Argentinean Pampas: A key region with a negative nutrient balance and soil degradation needs better nutrient management and conservation programs to sustain its future viability as a world agro resource. Journal of Soil and Water Conservation, v. 64, n. 5, p. 150-153, 2009.

LUCIANO, R. V.; ALBUQUERQUE, J. A.; COSTA, A.; BASTITELLA, B.; WARMLING, M. T. Atributos físicos relacionados à compactação de Solos sob vegetação nativa em região de altitude no sul do Brasil. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.36, n.6, p. 1733-1744, 2012.

MAZOYER, M.; ROUDART, L. História das agriculturas no mundo: do neolítico à crise contemporânea. São Paulo: Edunesp; DF: NEAD, 2010. 100p.

MOTA, F. O. B.; NESS, R. L. L.; MOTA, J. C. A.; CLEMENTE, C. A.; SOUSA, S. C. Physical quality of an oxisol under different uses. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 36, n. 1, p. 1828-1835, 2012.

PINTO-JUNIOR, O. B.; SANCHES, L.; DALMOLIN, A. C.; NOGUEIRA, J. S. Efluxo de CO2 do solo em floresta de transição Amazônia Cerrado e em área de pastagem. Acta Amazonica, v. 39, n. 4, p. 813-822, 2009.

PRIETO-BENÍTEZ, S.; MÉNDEZ, M. Effects of land management on the abundance and richness of spiders (Araneae): a meta-analysis. Biological Conservation, v. 144, n. 2, p. 683-691, 2011.

REINERT, D. J.; REICHERT, J. M. Propriedades físicas do solo. Santa Maria, Universidade Federal Santa Maria, 2006. 18p.

ROSSI, C. Q.; PEREIRA, M. G.; GIACOMO, S. G.; BETTA, M.; Polidoro, J. C. Frações húmicas da matéria orgânica do solo cultivado com soja sobre palhada de braquiária e sorgo. Bragantia, v. 70, n. 3, p. 622-630, 2011.

SANTOS, F. C.; SIQUEIRA, E. S.; ARAÚJO, I. T.; MAIA, Z. M. G. A agroecologia como perspectiva de sustentabilidade na agricultura familiar. Ambiente & Sociedade, v. 17, n. 2, p. 33-52, 2014.

SEQUINATTO, L.; LEVIEN, R.; TREIN, C. R.; MAZURANA, M.; MÜLLER, J. Qualidade de um Argissolo submetido a práticas de manejo recuperadoras de sua estrutura física. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v 18, n 3, p. 344–350, 2014.

PREVEDELLO, C. L. Física do solos com problemas resolvidos.Curitiba, Saeafs, 1996. 446p.

SOUTO, P. C.; SOUTO, J. S.; SANTOS, R. V.; BAKKE, I. A.; SALES, F. C. V.; SOUZA, B. V. Taxa de decomposição da serapilheira e atividade microbiana em área de caatinga. Cerne, v. 19, n. 4, p. 559-565, 2013.

SPERA, S. T.; SANTOS, H. P.; TOMM, G. O.; KOCHHANN, R. A.; ÁVILA, A. Atributos físicos do solo em sistemas de manejo de solo e de rotação de culturas. Bragantia, v. 68, n. 4, p. 1079-1093, 2009.

VALOIS, C. M.; COMIN, J. J.; VEIGA, M.; BRUNETTO, G.; FAYAD, J. A.; BAUER, F. C.; LOSS, A.; MORAES, M. P.; LAZZARI, C. J. R. Atributos físicos de Cambissolo Háplico em vinhedos submetidos a intensidades de tráfego. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 38, n. 4., p. 1256-1267, 2014.

YEOMANS, J. C.; BREMNER, J. M. A rapid and precise method for routine determination of organic carbon in soil. Communications in Soil Science and Plant Analysis, v. 19, n.1 p. 1467-1476, 1988.




DOI: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v12i2.4163

Direitos autorais 2017 Maria Isabel de Souza Costa et al.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.