Influência da adubação orgânica no desenvolvimento do feijão-vagem em diferentes níveis de água de irrigação

Ivando Comandante de Macedo Silva, Joseano Graciliano da Silva, Bárbara Genilze Figueiredo Lima Santos, Maila Vieira Dantas, Tiago Silva Lima

Resumo


A cultura do feijão-vagem possui ampla adaptação edafoclimática, podendo ser cultivado durante todo o ano em grande parte dos estados brasileiros, entretanto, fatores como o manejo do solo, sendo este fundamental para obtenção de maior sucesso de produção e o volume inadequado da água de irrigação limita sua produção principalmente nas regiões semiáridas. Com isso, o presente trabalho objetivou avaliar a influência de fontes de adubação orgânica no desenvolvimento do feijão-vagem cv. ‘Macarrão’ submetido a diferentes níveis de água de irrigação. Os tratamentos avaliados foram: duas fontes de adubação orgânica (esterco caprino e bovino) mais a testemunha (sem adubação) e quatro níveis de água de irrigação (40%; 60%; 80% e 100% da capacidade de campo). Foi adotado o delineamento experimental em blocos casualisados, com arranjo fatorial 3 x 4, sendo o primeiro fator as fontes de adubação orgânica mais a ausência da mesma e o segundo fator os quatro níveis de água de irrigação, com quatro repetições totalizando 48 unidades experimentais. Aos 40 dias após a semeadura foram avaliadas as seguintes variáveis: diâmetro do colo, número de folhas, comprimento da raiz, massa fresca da parte aérea, massa fresca da raiz, massa fresca total, massa seca da parte aérea, massa seca da raiz e massa seca total. Plantas de feijão-vagem cv. ‘macarrão’ apresenta maior desenvolvimento quando cultivada a 100% da capacidade de campo, onde associada a adubação orgânica via esterco caprino favorece a produção de plantas com maior qualidade.

Influence of organic fertilizer in the development of snap beans in different irrigation water levels

Abstract: The snap bean crop has extensive edaphoclimatic adaptation and can be grown throughout the year in most Brazilian states, However, factors such as soil management, which is critical to getting the most successful production and inadequate volume of irrigation water limits its production mainly in semiarid regions. Thus, this study aimed to evaluate the influence of sources of organic fertilizer in the development of plants of bean pod cv. 'Macaroni' under different irrigation water levels. The treatments were: two sources of organic fertilizer (manure goats and cattle) more witness (without fertilizer) and four irrigation water levels (40%, 60%, 80% and 100% of field capacity).  The experimental design was adopted in randomized blocks with factorial 3 x 4, the first factor the organic fertilizer  more witness thereof and the second factor the four irrigation water levels, with four repetitions totaling 48 experimental units. At 40 days after sowing the following variables were evaluated: stem diameter, number of leaves, root length, fresh weight of aerial part, fresh root mass, total fresh mass, shoot dry weight, root dry mass and total dry mass. plants of bean pod cv. 'Macaroni' It has higher development when grown to 100% field capacity related to irrigation water, where associated with organic fertilizer via goat manure favors the production of plants with higher quality.


Palavras-chave


Phaseolus vulgaris L., esterco caprino, esterco bovino, necessidades hídricas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v11i5.4601

Direitos autorais 2016 Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável