Potencial alelopático do extrato aquoso de aveia preta e azevém na germinação e crescimento inicial do capim-sudão

Márcio Cavalli, Michele da Silva Santos, Mara Karinne Lopes Veriato Barros, Helder Morais Mendes Barros, Karina Xavier Leite Barosi

Resumo


A pecuária brasileira é sustentada em pastagens, pela sua praticidade e economia. Entre as espécies anuais de inverno mais utilizadas para pastejo na Região Sul do Brasil estão à aveia preta e o azevém, isolados ou em misturas, em função da facilidade na aquisição de sementes e em relação ao ciclo de produção das espécies. Entre as espécies de verão o Capim-Sudão vem se destacando, usado como alternativa para diminuir as dificuldades encontradas em obter forragem na época seca do ano, por facilidade de cultivo, rusticidade, tolerância à seca, rapidez no estabelecimento e crescimento, e facilidade de manejo sob corte e ou pelo pastejo direto. O presente estudo objetivou-se verificar o potencial alelopático do extrato aquoso em diferentes concentrações da aveia preta e azevém sobre a germinação e crescimento inicial do capim-Sudão. O experimento foi realizado na safra 2013/14, na Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), campus de São José do Cedro, Santa Catarina, em estufa. Para o delineamento estatístico foi utilizado o método DBC (delineamento em blocos casualizados) fatorial, com três tratamentos e cinco doses com quatro repetições. Pela porcentagem de germinação, comprimento de plantas e comprimento de raízes comparadas nas dosagens do extrato aquoso houve efeito alelopático na germinação do Capim-Sudão. E pelos índices de massa fresca e seca da parte aérea e radicular, e também visto no índice de velocidade de germinação que a partir das doses de 50% da solução aquosa dos extratos da aveia e azevém e da mistura aveia + azevém que ocorreu efeito alelopático sobre a germinação do Capim-Sudão.

Allelopathic potential of the aqueous extract of black oats and ryegrass in the germination and initial growth of the sudan grass

Abstract: The Brazilian livestock farming is sustained in pastures, due to its practicality and economy. Among the annual winter species most used for grazing in southern Brazil are black oats and ryegrass, isolated or in mixtures, due to the ease of seed acquisition and the production cycle of the species. Among the summer species, Sudan grass has been used as an alternative to reduce the difficulties encountered in obtaining fodder in the dry season of the year, for ease of cultivation, rusticity, drought tolerance, fast establishment and growth, and ease of cultivation. Handling under cut and / or by direct grazing. The objective of the present study was to verify the allelopathic potential of the aqueous extract in different concentrations of black oats and ryegrass on the germination and initial growth of the Sudan grass. The experiment was carried out in the 2013/14 harvest, at the University of the West of Santa Catarina (UNOESC), in the São José do Cedro campus, in the greenhouse. For the statistical design, the DBC (randomized complete block design) method was used, with three treatments and five doses with four replicates. By the percentage of germination, plant length and root length compared in the dosages of the aqueous extract, there was an allelopathic effect on the germination of the Sudan Grass. And by the fresh and dry mass index of the shoot and root, and also seen in the rate of germination that from the doses of 50% of the aqueous solution of the extracts of oats and ryegrass and the oat + ryegrass mixture that occurred allelopathic effect On the germination of Sudan Grass.



Palavras-chave


Sorghum sudanense; Forragem; Alimentação animal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v11i5.4675

Direitos autorais 2016 Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável