A UTILIZAÇÃO DE METODOLOGIAS PARTICIPATIVAS NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO AGROECOLÓGICO: O CASO DA COMUNIDADE SERRA DO ABREU

Aracelia Azevedo Pinheiro, José Márcio da Silva Vieira, Rossana Henriques Bezerra, João Paulo de Oliveira Silva, Maria da Conceição Pereira Silva

Resumo


o presente trabalho tem como propósito identificar os problemas e potencialidades da comunidade Remanescente de Quilombolas Serra do Abreu, a partir de metodologias participativas, que proporcionaram o intercâmbio de conhecimentos técnico e empírico a partir de experiências vivenciadas e estudadas, tendo nas atividades práticas (campo) e teóricas, as fontes para a reflexão de problemáticas inerentes à comunidade, dentre elas a demarcação de terras quilombolas, assim como os desafios enfrentados por essas populações tradicionais. A elaboração deste diagnóstico consiste em uma etapa fundamental para o conhecimento dos saberes agroecológicos praticados na comunidade.  


Texto completo:

PDF


Direitos autorais