Revista Brasileira de Filosofia e História https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-align: justify;"><span style="font-size: 16.0pt;">A Revista Brasileira de Filosofia e História (RBFH) com o ISSN: <strong>2447-5076, </strong>pertencente ao GVAA - Grupo Verde de Agroecologia e Abelha. se propõe a divulgação de trabalhos nacionais e internacionais. publicando artigos, À relatórios, relatos, notas, resenhas e outras informações sobre estudos desenvolvidos no campo da Filosofia e da História, que poderão estarem escritos em: português, Espanhol e ou inglês, com o objetivo de servirem de fontes de consulta para alunos, professores, pesquisadores e outros que tenham interesses sobre os temas publicados. </span></p> <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-align: justify;"><span style="font-size: 16.0pt;">Sendo esta anual (um volume por ano), tendo iniciado as publicações em 2012. </span></p> <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-align: justify;"><span style="font-size: 16.0pt;">O GVAA -&nbsp;Grupo Verde de Agroecologia e Abelhas, tem como finalidade principal promover a publicação de revistas, cartilhas e livros que possibilitem o acesso livre a informações que promovam o desenvolvimento do ser humano, através da leitura.</span></p> <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-align: justify;"><span style="font-size: 16.0pt;">O tí­tulo abreviado da revista é&nbsp;<strong>Rev. Bra. de Filo. e Hist.</strong>, forma que deve ser usada em bibliografias, notas de rodapé, referências e legendas bibliográfica</span></p> <p style="margin: 0cm; margin-bottom: .0001pt; text-align: justify;"><span style="font-size: 16.0pt;">E - mail: rbfh.gvaa@gmail.com</span></p> pt-BR <p>Esta é uma revista de acesso livre, onde, utiliza o termo de cessão seguindo a lei nº 9.610/1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais no Brasil.</p> <p>Autores que publicam na Revista Brasileira de Filosofia e História (RBFH) concordam com os seguintes termos:</p> <p>O(s) autor(es) doravante designado(s) CEDENTE, por meio desta, cede e transfere, de forma gratuita, a propriedade dos direitos autorais relativos à OBRA à Revista Brasileira de Filosofia e História (RBFH), representada pelo Grupo Verde de Agroecologia e Abelhas (GVAA), estabelecida na Rua João Pereira de Mendonça , 90 Bairro Petropolis em Pombal - PB doravante designada CESSIONÁRIA, nas condições descritas a seguir: 1. O CEDENTE declara que é (são) autor(es) e titular(es) da propriedade dos direitos autorais da OBRA submetida. 2. O CEDENTE declara que a OBRA não infringe direitos autorais e/ou outros direitos de propriedade de terceiros, que a divulgação de imagens (caso as mesmas existam) foi autorizada e que assume integral responsabilidade moral e/ou patrimonial, pelo seu conteúdo, perante terceiros. O CEDENTE cede e transfere todos os direitos autorais relativos à OBRA à CESSIONÁRIA, especialmente os direitos de edição, de publicação, de tradução para outro idioma e de reprodução por qualquer processo ou técnica através da assinatura deste termo impresso que deverá ser submetido via correios ao endereço informado no início deste documento. A CESSIONÁRIA passa a ser proprietária exclusiva dos direitos referentes à OBRA, sendo vedada qualquer reprodução, total ou parcial, em qualquer outro meio de divulgação, impresso ou eletrônico, sem que haja prévia autorização escrita por parte da CESSIONÁRIA.</p> onireves10@gmail.com (Onireves Monteiro de Castro) suporte@antsoft.com.br (AntSoft Systems On Demand) Qua, 13 Jan 2021 12:34:35 -0300 OJS 3.1.2.4 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Metodologias Disruptivas e novas Ferramentas Utilizadas para a Formação do Profissional 4.0 https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8564 <p>No tempo em que vivemos diante das constantes mudanças no mundo do trabalho profissional, necessitamos de uma educação que forme estudantes com as habilidades necessárias para sempre se adaptarem ao que o mercado possa necessitar deles. Assim não precisamos no século XXI de escolas que passem conteúdos e sim de uma educação que ensine habilidades e resiliência, para isso trazemos nesse artigo de revisão, uma explanação nas novas metodologias e ferramentas utilizadas na nova educação 4.0.</p> José Cândido da Silva Nóbrega, Mônica Barbosa de Sousa Freitas, Torben Fernandes Maia, Bianca Silva Araujo, Alcimar Tamir Vieira da Silva, Cícera Gomes Bezerra Copyright (c) 2021 José Cândido da Silva Nóbrega https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8564 Qua, 13 Jan 2021 12:34:32 -0300 A importância dos jogos e brincadeiras na educação infantil https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8644 <p>Neste estudo, destaca-se a importância dos jogos e brincadeiras na Educação Infantil, trazendo como objetivo, conhecer o significado do brincar, bem como compreender o universo lúdico, onde a criança comunica-se consigo mesma e com o mundo, aceita a existência do outro, estabelece relações sociais, constrói conhecimentos, desenvolvendo-se integralmente, e ainda, os benefícios que o brincar proporciona no processo de ensino-aprendizagem infantil. O presente trabalho traz um breve estudo sobre a história e evolução da educação infantil em diversas épocas, assim como a importância para a formação do indivíduo, em seguida, procura-se apresentar os aspectos relacionados aos jogos e brincadeiras e qual a sua importância para evolução do indivíduo. Quanto à metodologia pressupõe-se de uma pesquisa bibliográfica, ou seja, o tema foi desenvolvido a partir da fundamentação teórica de alguns autores renomados que abordam a temática. Desta forma, este estudo proporcionará um olhar mais consciente acerca da importância do brincar na vida do ser humano, e, em especial na vida das crianças.</p> Cícera Gomes Bezerra, Everton Lucas Fernandes, José Isaul Pereira, Bianca Silva Araujo, Alcimar Tamir Vieira da Silva, Isabel Wanessa da Silva Carvalho Copyright (c) 2021 Cícera Gomes Bezerra, Everton Lucas Fernandes, José Isaul Pereira, Bianca Silva Araujo, Alcimar Tamir Vieira da Silva, Isabel Wanessa da Silva Carvalho https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8644 Ter, 19 Jan 2021 19:50:44 -0300 O contrato social de Rousseau em uma visão sobre o homem na sociedade atual e no seu estado de natureza https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8641 <p>Neste artigo é realizado uma breve noção a respeito do contrato social de Rousseau, apresentando suas funções na sociedade, analisando como se deu esse processo e seus principais objetivos. Além disso, também é abordado sobre o estado natural do homem na visão de Rousseau, analisando o seu estado natural no mundo atual, em que a sociedade é seu principal agente de formação, não sendo mais a natureza. Observando seu comportamento atual, diferenciando do pensamento de homem apresentado por Rousseau. Ademais, é discorrido acerca dos fundamentos teórico sobre estado natural do homem na visão de Thomas Hobbes, analisando a diferença do pensamento de Rousseau, e estudando a relação deste com o homem atual.</p> José Cândido da Silva Nóbrega, José Marcolino Neto, Cinthya Nathaly Pereira Cardoso, Barbara Moraes de Mello, João Paulo Borges de Queiroz Copyright (c) 2021 José Cândido da Silva Nóbrega https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8641 Qua, 20 Jan 2021 02:58:54 -0300 A Teologia da libertação embutida no pensamento de Leonardo Boff: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8643 <p class="PargrafoABNT">O artigo em tela parte da observação de escritos de Leonardo Boff (1986) que explica que a teologia da libertação surgiu ouvindo o “grito do oprimido”, para os pobres, mulheres, índios, negros, estigmatizados pela discriminação, os ecossistemas e a Terra. Nesse diapasão, o presente manuscrito visa compreender como a teologia da libertação se engaja para o desenvolvimento do indivíduo de forma honrada e humanizadora, e também será uma oportunidade para o pesquisador descrever práticas libertadoras baseadas nessa teologia que originaram projetos como as Comunidades Eclesiais de Base.</p> José Cândido da Silva Nóbrega, Cícera Gomes Bezerra, Matheus Matos Ferreira Silva, Iago Cavalcante Félix, Vicente Gonçalves da Silva Neto, João Paulo Borges de Queiroz Copyright (c) 2021 José Cândido da Silva Nóbrega https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/8643 Qua, 20 Jan 2021 04:15:28 -0300 Direito e literatura: uma análise da obra literária “INFERNO” de Dan Brown à luz do direito https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/9170 <p>O presente artigo tem o intuito de analisar a obra literária do escritor de renome mundial, Dan Brown, sob a visão do Direito, a fim de construir uma interdisciplinaridade entre ambos ramos da ciência e aplicá-los reciprocamente, levantando-se questões pontuais que “Inferno” traz e a respectiva repercussão e recepção do Direito. Quanto à metodologia pressupõe-se de uma pesquisa bibliográfica, ou seja, o tema foi desenvolvido a partir da fundamentação teórica de alguns autores renomados que abordam a temática. Desta forma, este estudo proporcionará um olhar mais crítico acerca do entrelaço entra a literatura e o Direito.</p> Hiran Mendes Castro Filho Copyright (c) 2021 Hiran Mendes Castro Filho https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/9170 Sáb, 18 Set 2021 00:00:00 -0300 A Estética na Legenda dos Três Companheiros https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/9144 <p>Este artigo verifica o texto medieval “Legenda dos Três Companheiros”, numa perspectiva estética. Essa abordagem se dá pela dimensão plural e complexa da obra, sendo ela uma fonte inesgotável de análise. O foco recai sobre a História e a Estética de Francisco de Assis, ícone representante dos séculos XII-XIII na proposta da reforma religiosa e social, na tradução da estética do despojamento e fraternidade. As contribuições de Bezerra (2011), Felder (1953), Fresneda (2005), Gomes (2008), Le Goff (2012), Merino (2005), Teixeira (2008), Uribe (1997), Vázquez (1999) entre outros autores compõem o referencial teórico do presente trabalho. Cumpre ressaltar que documentos como Fontes Franciscanas e Clarianas (2008) e artigos científicos foram utilizados como arcabouços para a discussão da Estética e da Escola do pensamento franciscano. No tocante à vida de Francisco, o recorte selecionado encontra-se pautado no registro dos seus principais momentos, a saber: o leproso, a Cruz de São Damião, a pobreza e os estigmas. Como considerações finais, constata-se no itinerário da vida de Francisco uma verdadeira mudança de valores estéticos permeados pela vivência, propiciando um novo significado às suas relações com Deus, homem e natureza.</p> Mateus Souza, Denise Nachif Copyright (c) 2021 Mateus Souza, Denise Nachif https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBFH/article/view/9144 Sáb, 18 Set 2021 16:04:54 -0300