https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBAGRO/issue/feed Revista Brasileira de Agrotecnologia 2021-09-19T15:08:00-03:00 Profª Dra. Gerla Castello Branco Chinelate rebagro.editorial@gmail.com Open Journal Systems <p>A Revista Brasileira de Agrotecnologia (REBAGRO) ISSN: 2317-3114, é um periódico de acesso livre pertencente ao Grupo Verde de Agroecologia e Abelhas-GVAA, uma associação de direito privado sem fins lucrativos, sediada à Rua: Severino Rosas de Assis, 86; Bairro: Petrópolis; Pombal, Paraíba; Brasil; CEP: 58840-000. É editada trimestralmente, no formato eletrônico, destinando-se à divulgação de artigos técnico-científicos originais e inéditos, elaborados em português, inglês ou espanhol.</p> https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBAGRO/article/view/8750 A APLICAÇÃO DE FERTILIZANTES LÍQUIDOS E SÓLIDOS NA CULTURA DE ALFAFA 2021-07-18T09:26:40-03:00 Erich Dos Reis Duarte erichreis@bol.com.br Aline Vanessa SAUER aline.sauer@kroton.com.br Eduardo L. CANCELLIER eduardo.cancellier@fertiliqua.com.br Luiz Carlos REIS lcreis@uenp.edu.br Marco Antônio GANDOLFO gandolfo@uenp.edu.br <p>Com o objetivo de avaliar as diferentes formas aplicação dos fertilizantes líquidos e sólidos em cobertura, e comparando antes e depois os níveis de nutrientes no solo ao final dos 7 (sete) cortes no manejo da cultura de alfafa, foi conduzido experimento na fazenda São Carlos no Município de Bandeirantes-Pr localizado entre as coordenadas 50º32’33”W O e 23º15’41”S. &nbsp;Os resultados são referentes a 14 meses e quando a planta apresentava uma idade entre 39 a 51 dias em relação ao corte anterior; puderam ser realizados 7 cortes no período, antes de cada corte, foram medidas as alturas de 20 plantas por parcela na primeira folha abaixo da floração e avaliado o índice de área foliar (IAF) e matéria seca (MS) área total considerada (1m2). O delineamento experimental utilizado foi o Blocos casualizados com 3 repetições, sendo as parcelas de 9 m² (3x3m) e espaçamento de 20 centímetros entre linhas, constituindo 21 tratamentos, totalizando 63 parcelas. Nas análises de solo aumentaram os valores de pH, K, Ca, Mg, após a aplicação dos fertilizantes líquidos e sólidos.</p> 2021-07-18T08:49:17-03:00 Copyright (c) 2021 Revista Brasileira de Agrotecnologia https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBAGRO/article/view/9126 Plantabilidade e suas Variáveis no Estabelecimento da Cultura de Soja 2021-09-19T15:08:00-03:00 Erich Dos Reis Duarte erichreis@bol.com.br <p>As variáveis capazes de aumentar a produtividade de uma lavoura, está na qualidade da operação de semeadura. A velocidade de deslocamento dos maquinários, associado à profundidade de deposição das sementes influenciam de forma direta no desenvolvimento e de um estande das plantas de soja. O experimento foi conduzido no Sitio Santa Maria no Município de Bandeirantes-PR localizado entre as coordenadas 23°05'58.6"S 50°25'56.9"W, no ano de 2020 e 2021 e teve por objetivo avaliar a influência das velocidades de deslocamento com facão sendo 5; 6,5; 8; e com disco duplo com 5; 6,5; 8; e 9,5 km h<sup>-1 </sup>e as profundidades de semeadura de 2,3,4 e 5 cm com sistema de disco duplo na lavoura de Soja. Na abertura do sulco, visando a colocação das sementes e fertilizante, utilizaram-se dois mecanismos: rompedores do tipo facão e disco duplo. A&nbsp;roda compactadora utilizada foi do tipo roda metálica lisa em forma de&nbsp;V. Foram determinados os níveis de pressões aplicadas sobre o solo (12,2, 18,5 e 24,1 e 28,5 kPa) por meio de uma célula de carga, com os sensores de linha ligados e desligados. A profundidade de semeadura influenciou as variáveis estudadas, assim como da velocidade de deslocamento adotada. A maior profundidade ocasionou redução da média de produtividade, assim como também a pressão em kPa aumentada foi benéfica a produtividade da cultura da soja de forma significativa.</p> 2021-09-19T12:53:47-03:00 Copyright (c) 2021 Revista Brasileira de Agrotecnologia