Conhecimentos de enfermeiros e médicos acerca da tuberculose

  • Kathariny Freire Nogueira Lima Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Processos da UFCG/CCT/Campina Grande - PB E-mail: alinecarla.edu@gmail.com
  • Maria Mônica Paulino do Nascimento
  • Edivânia Maria Leite da Silva
  • Patrício Borges Maracajá
  • Edgley Gonçalves Alves Segundo
  • Stephanny de Alencar Roberto Roberto
  • Jálder Alison da Silva Maciel
  • Odilon Lúcio de Sousa Neto
  • Odilon Lucio de Sousa Neto

Resumo

No Brasil a descentralização das ações de controle da tuberculose resultou na incorporação de inúmeras atividades pela atenção primária, passando a ser gerenciadas e organizadas não mais pelas esferas nacional e estadual, mas sim a níveis locais. Este trabalho tem como objetivo investigar os conhecimentos de enfermeiros e médicos acerca da tuberculose. Foi realizado um estudo transversal, com abordagem quantitativa, realizado com 10 enfermeiros e 09 médicos através de um questionário semiestruturado. A coleta de dados foi realizada entre agosto e setembro de 2015. Os dados foram analisados pela estatística descritiva simples. Há uma maior rotatividade dos profissionais de enfermagem no serviço. No entanto, participam de mais capacitações sobre tuberculose. Os entrevistados conhecem os sinais e sintomas e os fatores de risco da doença, os exames diagnósticos, a baciloscopia de controle, quando encaminhar os casos para os serviços de referência secundário/terciário, e a finalidade do Tratamento Diretamente Observado (TDO). Há fragilidades no conhecimento, tanto pelos enfermeiros como pelos médicos, sobre efeitos adversos do esquema básico, profilaxia e operacionalização da TDO. Para ambos, as principais dificuldades para realização das ações de controle da tuberculose na Estratégia Saúde da Família são relacionadas à infraestrutura/equipe. Os enfermeiros e médicos precisam de um maior incentivo e reforço para atuar nas ações de controle da tuberculose no município, necessitando que se invista em capacitações frequentes para abranger a maioria dos profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-11-08
Como Citar
Lima, K. F. N., Nascimento, M. M. P. do, Silva, E. M. L. da, Maracajá, P. B., Segundo, E. G. A., Roberto, S. de A. R., Maciel, J. A. da S., Sousa Neto, O. L. de, & Sousa Neto, O. L. de. (2016). Conhecimentos de enfermeiros e médicos acerca da tuberculose. Informativo Técnico Do Semiárido, 10(1), 42 -52. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/INTESA/article/view/4548
Seção
Revisão Bibliográfica