Programa uma Terra e Duas Águas no Contexto da Agricultura Familiar do Semiárido do Rio Grande do Norte

  • Anna Catarina Costa de Paiva

Resumo

O semiárido Brasileiro é marcado por diversas desigualdades sociais, principalmente por água e por terra. Por isso, foi criado em 2007 o Programa Uma Terra e Duas Águas - P1+2, sendo integrado como uma das ações do Programa de Formação e Mobilização Social para Convivência com o Semiárido da Articulação do Semiárido Brasileiro – ASA BRASIL. Como uma das instituições fundadoras da ASA e que trabalha na execução de tecnologias sociais para convivência com semiárido, dentre elas o P1+2 tem-se a Cooperativa de Trabalho de Assessoria e Prestação de Serviços Múltiplos para o Desenvolvimento Rural – COOPERVIDA, onde as ações desenvolvidas têm importância no fortalecimento da agricultura familiar. Este trabalho tem como objetivo realizar o estudo de diagnóstico sobre o contexto da importância do P1+2 na agricultura familiar. Pensando nisso, optou-se por um estudo sobre o P1+2 executado pela COOPERVIDA através de Contrato de Parceria que beneficiou as cidades de Serra do mel/RN e Mossoró/RN, contemplado 75 famílias com as seguintes implementações: 08 Barreiros trincheira, 35 Cisternas calçadão e 32 Cisternas enxurradas. Para cada uma das 75 tecnologias sociais implantadas acompanha um kit produtivo, que é chamado de caráter produtivo. Com base nos dados fornecidos pela pesquisa, pode-se notar a preferência pelo caráter produtivo que contempla ovinos e que o armazenamento de água nas tecnologias sociais giram em torno de 7.484 mil litros que as famílias terão acesso para estocar e desenvolver alguma atividade produtivo geralmente nos seus quintais. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-01-01
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>