DIVERSIDADE DA COMUNIDADE FITOPLACNTÔNICA EM RESERVATÓRIO DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO DURANTE PERÍODO DE ESTIAGEM PROLONGADA

  • Patrícia Silva Cruz Universidade Estadual da Paraíba
  • Hérika Cavalcante Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
  • LEANDRO GOMES VIANA Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
  • Raniele Daiana dos Santos Silva Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
  • Dayany Aguiar de Oliveira Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
  • José Etham de Lucena Barbosa Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.

Resumo

O presente estudo objetivou avaliar a diversidade da comunidade fitoplanctônica durante período de estiagem prolongada. O estudo foi realizado no reservatório de Poções, no município do Monteiro, receptor do canal de transposição do eixo leste do rio São Francisco para o Estado da Paraíba. As amostragens foram realizadas mensalmente, ao longo de 13 meses, no ponto de captação na subsuperfície. O estudo foi marcado por um período de chuvas abaixo da média histórica, onde somado as altas taxas de evaporação influenciaram significativamente a redução do volume acumulado. Houve uma tendência no aumento das concentrações de fósforo total (PT) durante os períodos com registros de redução do volume acumulado. As concentrações de clorofila durante o período de estudo apresentaram relação negativa com o volume. Em relação a comunidade fitoplanctônica, foram identificadas um total de 17 espécies descritoras. A diversidade medida pelo índice de Shannon-Wiener (H’) mostrou baixos valores, coincidindo com o período em que o reservatório apresentou redução do volume acumulado e dominância das cianobactérias. As espécies descritoras verificadas refletiram na multiplicidade da comunidade fitoplanctônica, onde as algas com diferentes estratégias ecológicas apresentaram-se bem adaptadas às condições ambientais encontradas no estudo (ambientes misturados, enriquecidos e limitados por luz (turbulentos).  

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Silva Cruz, Universidade Estadual da Paraíba
Doutoranda em Engenharia Ambiental (UEPB), com linha de pesquisa em Qualidade de Sistemas Aquáticos (Ecologia do Semiárido). Tem experiência em Ciências Ambientais, Microbiologia Aplicada e Ambiental, Ecologia e Saneamento Ambiental.
Hérika Cavalcante, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
Engenheira Sanitária. Doutoranda em Engenharia Ambiental pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
LEANDRO GOMES VIANA, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
Biologo. Mestre em Ciência e Tecnologia Ambiental  pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Raniele Daiana dos Santos Silva, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
Dayany Aguiar de Oliveira, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
Graduanda em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
José Etham de Lucena Barbosa, Universidade Estadual da Paraíba - UEPB.
Professor Adjunto do Departamento de Biologia da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)

Referências

AMERICAM PUBLIC HEALTH ASSOCIATION. Standard methods for the examination of water and wastewater. 19 ed. Washington D.C.: APHA – AWWA – WPCF, 2012.

ANDERSON, M. J.; GORLEY, R. N.; CLARKE, K. R. PERMANOVA+ for PRIMER: Guide to software and statistical methods, Primer-E, Plymouth UK, 2008.

ARFI, R. The effects of climate and hydrology on the trophic status os Sélingué reservoir, Mali, West Africa. Lakes Reserv. Res. Manage, 8, 247-257, 2003.

BARBOSA, J. E. L.; MEDEIROS, E. S. F.; BRASIL, J.; CORDEIRO, R. S.; CRISPIM, M. C. B.; SILVA, G. H. G. Aquatic systems in semi-arid Brazil: limnology and management. Acta Limnologica Brasiliensia, v. 24, n. 1, p. 103-118, 2012.

BARONE, R.; NASELLI-FLORES, L. Phytoplankton dynamics in a shallow, hypertrophic reservoir (Lake Arancio, Sicily). Hydrobiologia, n. 289, p. 199–214,1994.

BICUDO, C.E. de M.; MENEZES, M. Gêneros de algas de águas continentais do Brasil. São Carlos:RiMa, 2006.

BITTENCOURT-OLIVEIRA, M.C.; SANTOS, D.M.S.; MOURA, N.A. Toxic cyanobacteria in reservoirs in northeastern Brazil: detection using a molecular method. Brazilian Journal of Biology, vol. 70, n. 4, p. 1005-1010, 2010.

BONILLA, S., AUBRIOT, L., SOARES, M. C. S., GONZÁLEZ-PIANA, M., FABRE, A., HUSZAR, V. L.M., LÜRLING, M., ANTONIADES, D., PADISÁK, J.; KRUK, C. What drives the distribution of the bloom-forming cyanobacteria Planktothrix agardhii and Cylindrospermopsis raciborskii? FEMS Microbiology Ecology, 79: 594–607, 2012.

BORGES, P.A.F.; TRAIN, S.; RODRIGUES, L.C. Spatial and temporal variation of phytoplankton in two subtropical brazilian reservoirs. Hydrobiologia, 607 (1): 63-74 p. 2008.

BRIAND, J.F.; LEBOULANGER, C.; HUMBERTD, J.F.; BERNARD, C.; DUFOUR, P. Cylindrospermopsis raciborskii (cyanobacteria) invasion at mid-latitudes: selection, wide physiological tolerance, or globalwarming? Journal of Phycology, v, 40, p. 231–238, 2004.

BURFORD, M.A.; O ‟DONOHUE, M.J. A comparison of phytoplankton community assemblages in artificially and naturally mixed subtropical water reservoirs. Freshwater Biology, Oxford, v. 51, p. 2143-2153, 2006.

COSTA I.A.S.; CUNHA, S.R.S.; PANOSSO, R.; ARAÚJO, M.F.F.; MELO, J.L.S.; ESKINAZI-SANT’ANNA, E.M. Dinâmica de Cianobactérias em Reservatórios Eutróficos do Semi-Árido do Rio Grande do Norte. Oecologia Brasiliense, 13(2): 382-401p. 2009.

COSTA, M.R.A.; ATTAYDE, J.L.; BECKER, V. Effects of water level reduction on the dynamics of phytoplankton functional groups in tropical semi-arid shallow lakes. Hydrobiologia, Published Online: 15 December 2015.

CROSSETTI, L.O.; BICUDO, C. E. M. Adaptations in phytoplankton life strategies to imposed change in a shallow urban tropical eutrophic reservoir, Garças Reservoir, over 8 years. Hydrobiologia, 614: 91–105p. 2008

DANTAS, Ê.W.; MOURA, A.N.; BITTENCOURT-OLIVEIRA, M. C. Cyanobacterial blooms in stratified and destratified eutrophic reservoirs in semi-arid region of Brazil. Anais da Academia Brasileira de Ciências, 83(4): 1327-1338p. 2011.

FABBRO, L. D.; DUIVENVOORDEN, L. J. A two-part model linking multidimensional environmental gradients and seasonal succession of phytoplankton assemblages. Hydrobiologia, n. 438, p.13-24, 2000.

FERRÃO-FILHO, A.S.; MOLICA, R.; AZEVEDO, S.M.F.O. Ecologia, Ecofisiologia e Toxicologia de Cianobactérias. Oecologia Brasiliensis, v. 13, n. 2, p. 225-228, 2009.

FUNARI, E; TESTAI, E. Human health risk assessment related to cyanotoxins exposure. Critical Reviews in Toxicology v. 38(2), p. 97-125, 2008.

GENTIL, R. C. Estrutura da Comunidade Fitoplanctônica de Pesqueiros da Região Metropolitana de São Paulo, SP, em dois períodos: primavera e verão. 134p. Tese de Doutorado (Doutorado em Biodiversidade Vegetal e Meio Ambiente), Faculdade de Saúde Pública da USP, São Paulo, 2007.

GENTIL, R.C.; TUCCI, A.; SANT‟ANNA, C.L. Dinâmica da comunidade fitoplanctônica e aspectos sanitários de um lago urbano eutrófico em São Paulo, SP. Hoehnea, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 265-280, 2008.

HOEGER S. J.; SHAW, G.; HITZFELD, B. C.; DIETRICH, D. R. Occurrence and Elimination of Cyanobacterial Toxins in Two Australian Drinking Water Treatment Plants. Toxicon, v. 43, n. 6, p. 639-649, 2004.

HUSZAR, V.L.M.; CARACO, N.F. The relationship between phytoplankton composition and physical-chemical variables: a comparison of taxonomic and morphologicalfunctional descriptors in six temperate lakes. Freshwater Biology, 40: 679-696 p. 1998.

HUSZAR, V. L. M.; SILVA, L. H. S.; MARINHO, M.; DOMINGOS P.; SANT`ANNA, C. L. (2000). Cyanoprokaryote assemblages in eight productive tropical Brazilian waters. Hydrobiologia, n. 424, p. 67-77, 2000.

HILLEBRAND, H.; DÜRSEKEN, D.; KIRSCHIEL, D.; POLLINGHER, U.; ZOHARY, T. Biovolume calculation for pelagic and benthic microalgae. Journal of Phycology, 1999, 35: 403-424.

JESPERSEN, A. M.; CHRISTOFFERSEN, K. (1987). Measurements of chlorophyll a from phytoplankton using ethanol as an extraction solvent. Archiv fur Hydrobiologie Jounal, 109: 445–454, 1987.

KOSTEN, S., HUSZAR, V. L. M., BÉCARES, E., COSTA, L. S., VAN DONK, E., HANSSON, L.-A., JEPPESEN, E., KRUK, C., LACEROT, G., MAZZEO, N., DE MEESTER, L., MOSS, B., LÜRLING, M., NÕGES, T., ROMO, S.; SCHEFFER, M. Warmer climates boost cyanobacterial dominance in shallow lakes. Global Change Biology, 18: 118–126, 2012.

LAPOLLI, F. R.; CORAL, L. A.; RECIO, M. A. L. Cianobactérias em mananciais de abastecimento – problemática e métodos de remoção. Revista Dae, 185, 09-17p, 2011.

LE QUÉRÉ, C.; HARRISON, S. P.; PRENTICE, I. C.; BUITENHUIS, E. T.; AUMONT,O.; BOPP, L.; CLAUSTRE, H.; DA CUNHA, L. C.; GEIDER, R.; GIRAUD, X.; KLAAS,C.; KOHFELD, K. E.; LEGENDRE, L.; MANIZZA, M.; PLATT, T.; RIVKIN, R. B.;SATHYENDRANATH, S.; UITZ, J.; WATSON, A. J.; WOLF-GLADROW, D.Ecosystem dynamics based on plankton functional types for global ocean biogeochemistry models. Global Change Biology, v. 11, p. 2016 – 2040, 2005.

LUNCHI, G. B.; SIPAÚBA-TAVARES, L. H. Qualidade da água fitoplanctônica de um viveiro de piscicultura utilizado para fins de pesca esportiva e irrigação. Boletim do Instituto de Pesca, 34(1), pp.29-38, 2008.

MARGALEF, R. Limnologia. Barcelona: Omega, D.L, 1983.

NASELLI-FLORES, L.; BARONE, R. Phytoplankton dynamics and structure: a comparative analysis in natural and man-made water bodies of different trophic state, 2000.

PAERL, H. W.; HUISMAN, J. Climate change: a catalyst for global expansion of harmful cyanobacterial blooms. Environmental Microbiology Reports, 1: 27–37, 2009.

PAULINO, W. D.; TEIXEIRA, F. J. C. A questão da água no nordeste / centro de gestão e estudos estratégicos, agência nacional de águas. P 219-246. Brasília, DF: CGEE, 2012.

REYNOLDS, C.S. What factors influence the species composition of phytoplankton in lakes of different trophic status? Hydrobiologia, 369/370: 11–26p. 1988.

REYNOLDS, C.S.; HUSZAR, V.; KRUK, C.; NASELLI-FLORES, L.; MELO, S. Towards a functional classification of the freshwater phytoplankton. Jounal of Plankton Research, 2002, 24: 417-428.

REYNOLDS, C.S. Ecology of phytoplankton. Cambridge, Cambridge University Press: 550pp, 2006.

SANT’ANNA, C.L., AZEVEDO, M.T.P., WERNER, W.R., DOGO, C.R., RIOS, F.R., CARVALHO, L.R. Review of toxic specie of Cyanobacteria in Brazil. Algological Studies, 126: 249 – 263p. 2008.

SOARES, M.C.S., MARINHO, M.M., AZEVEDO, S.M.F.O., BRANCO, C.W.C., HUSZAR, V.L.M. Eutrophication and retention time affecting spatial heterogeneity in a tropical reservoir. Limnologica, 42: 197-203, 2012.

SOARES, M. C. S.; HUSZAR, MIRANDA, M. N.; MELO, M. M.; ROLAND, F.; LURLING, M. Cyanobacterial dominance in Brazil: distribution and environmental preferences. Hydrobiologia, 717: 1–12p, 2013.

SUN, J.; LIU, D. Geometric models for calculating cell biovolume and surface area for phytoplankton. Journal of Plankton Research, v.25, N.11, p. 1331–1346, 2003.

VANDERELEI, S.L.P. Fases de equilíbrio de cianobactérias em reservatório Eutrófico do semiárido durante período de estiagem prolongada. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental), Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Estadual da Paraíba,54p, 2013.

Publicado
2017-12-29
Como Citar
Cruz, P. S., Cavalcante, H., VIANA, L. G., Silva, R. D. dos S., de Oliveira, D. A., & Barbosa, J. E. de L. (2017). DIVERSIDADE DA COMUNIDADE FITOPLACNTÔNICA EM RESERVATÓRIO DO SEMIÁRIDO BRASILEIRO DURANTE PERÍODO DE ESTIAGEM PROLONGADA. Revista Brasileira De Agrotecnologia, 7(3), 063-070. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBAGRO/article/view/5567
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)