PRODUÇÃO DE MUDAS DE Emmotum nitens (Benth.) Miers (Icacinaceae) EM DIFERENTES COMPOSIÇÕES DE SUBSTRATOS

Authors

  • Marcus Vinicius Prado Alves

Abstract

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de diferentes substratos para a produção de mudas de Emmotum nitens provenientes de diásporos armazenados por um período de 120 dias em dois ambientes – câmara fria e temperatura ambiente de laboratório. Foram avaliadas as medidas de crescimento da parte aérea, da raiz, número de folhas, diâmetro do caule e a relação raiz/parte aérea. A produção de mudas foi realizada no viveiro da Embrapa Cerrados, Planaltina – DF, onde Foi avaliada a produção de massa seca. O delineamento experimental utilizado foi o DBC com 8 blocos x 3 tratamentos x 10 repetições. Para o plantio foram utilizados diásporos (sementes + mesocarpos), sendo plantados em três diferentes substratos/ tratamentos (T1 - 100% Latossolo Vermelho-Escuro; T2 - 70% de Solo do Cerradão + 30% de areia peneirada e T3 - 70% de solo do Cerradão + 20% de adubo orgânico + 10% de areia). A emergência das plântulas iniciou aos 28 dias após o plantio, estendo até os 95 dias. Não houve diferença significativa entre os tratamentos testados para a produção de mudas de E. nitens em relação ao número de folhas, diâmetro do coleto e na produção de massa seca total.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

22-10-2012

How to Cite

PRADO ALVES, M. V. PRODUÇÃO DE MUDAS DE Emmotum nitens (Benth.) Miers (Icacinaceae) EM DIFERENTES COMPOSIÇÕES DE SUBSTRATOS. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 225–235, 2012. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/1297. Acesso em: 15 jul. 2024.

Issue

Section

ARTICLES