Tecnologias e sistemas de tratamento para os dejetos da suinocultura

  • Leandro D. dos Santos UFSC
  • Sergio F. Mayerle
  • Lucila M. de S. Campos

Resumo

A suinocultura caracteriza-se como uma atividade de alto impacto ambiental, devido a grande quantidade de dejetos com alta carga de poluentes, lançados no meio ambiente. No entanto, existem diversas tecnologias, e sistemas de tratamento, com a capacidade de reduzir o poder poluente dos dejetos da suinocultura. O presente trabalho tem como objetivo analisar as principais tecnologias e sistemas de tratamentos para os dejetos da suinocultura, presentes em publicações brasileiras. Os resultados obtidos nestas publicações apresentaram-se de certa forma satisfatórios em relação à redução da carga de poluentes dos efluentes da suinocultura. Entretanto, pouco se sabe sobre o comportamento da redução dos poluentes em função de parâmetros dimensionais e temporais das tecnologias ou dos sistemas de tratamento. Tal desconhecimento dificulta o dimensionamento de sistemas de tratamento, desconsiderando a relação existente entre investimento e redução do poder poluente dos dejetos. Dentro deste contexto, a modelagem e otimização de sistemas pode ser uma ferramenta muito útil para o dimensionamento de tecnologias e sistemas de tratamento de dejetos de suínos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro D. dos Santos, UFSC

1Leandro Duarte dos Santos

Mestrando em Engenharia da Produção – Universidade Federal de Santa Catarina, CEP 88034-001 – Florianópolis, SC – Brasil, Telefone: (48) 3721-7098. Email: leduartesantos@yahoo.com.br;

Sergio F. Mayerle

2Sergio Fernando Mayerle

Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção – Universidade Federal de Santa Catarina, CEP 88034-001 – Florianópolis, SC – Brasil, Telefone: (48) 3721-7036.  Email: sergio.mayerle@ufsc.br;

Lucila M. de S. Campos

3Lucila Maria de Souza Campos

Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Engenharia da Produção – Universidade Federal de Santa Catarina, CEP 88034-001 – Florianópolis, SC – Brasil, Telefone: (48) 3721-7025.  Email: lucila.campos@ufsc.br;

Publicado
2015-03-28
Seção
ARTIGOS DE REVISÃO