Produção orgânica: predileção de consumo e potencialidades do seguimento em Fortaleza – CE

  • C. S. P. Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina
  • A. F. Lima Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • E. C. Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • W. P. P. Andre Universidade Estadual do Ceará
  • T. P. P. Andre Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Abstract

Este trabalho objetivou investigar o perfil de consumidores de produtos orgânicos, bem como sua forma de aquisição e quais as preferências que influenciam no momento de decidir sobre a compra. O presente estudo foi desenvolvido durante a VIII FECEAF – Feira Cearense da Agricultura Familiar – em Fortaleza, Ceará, durante julho de 2015, totalizando 100 sujeitos amostrais. Foram respondidas questões objetivas referentes ao perfil do consumidor, onde os indivíduos do sexo feminino (51%), à faixa etária entre 21 a 30 (39%) e o ensino médio (48%) desse público obtiveram maior representatividade. Observou-se ainda o pouco conhecimento acerca dos produtos orgânicos entre os entrevistados (61%), tendo a televisão como principal fonte de informação a respeito do tema (34%). No que diz respeito aos hábitos de consumo e a forma de aquisição desse tipo de produto, 54% dos respondentes o escolhem por apresentar uma melhor qualidade quando comparados aos convencionais, 43% o consomem todos os dias e 41% costumam adquiri-los em supermercados. Já o hábito familiar de consumo obteve um percentual expressivo (87%), em que todos os integrantes da família fazem uso do consumo de produtos orgânicos. Quanto à atratividade, 53% relatam que a ausência de agrotóxicos tornam os produtos orgânicos mais atrativos. Entre os orgânicos mais consumidos, as frutas (53%) e as hortaliças (29%) obtiveram maior destaque. Nesse sentido concluímos com o trabalho que os hábitos alimentares das famílias tem se tornado cada vez mais saudáveis, dando espaço ao crescimento do comércio do produto orgânico, fortalecendo o mercado incentivando a produção. 

Organic production: consumer preference and potential tracking in Fortaleza – CE

Abstract: This study aimed to investigate the profile of consumers of organic products as well as their way of acquisition and which preferences that influence when deciding on the purchase. This study was developed during the VIII FECEAF - Fair Cearense Family Agriculture - Fortaleza, Ceará, in July 2015, totaling 100 sample subjects. objective questions were answered for the consumer profile, where the females (51%), the age group 21-30 (39%) and high school (48%) of that audience got more representative. There was still little knowledge about organic products among respondents (61%), with television as the main source of information on the subject (34%). With regard to consumer habits and how to purchase this type of product, 54% of respondents choose it to present a better quality when compared to conventional, 43% consume it every day and 41% usually buy them in supermarkets . Already familiar consumption habits obtained a significant percentage (87%) in all family members making use of organic consumer products. As for attractiveness, 53% report that the absence of pesticides makes them more attractive organic products. Among the most consumed organic, fruits (53%) and vegetables (29%) were most prominent. In this sense we completed the work that the eating habits of families has become increasingly healthy, making room for the growth of the organic product trade, strengthening the market by encouraging production.

 

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2015-12-30
How to Cite
OLIVEIRA, C. S. P.; LIMA, A. F.; SILVA, E. C.; ANDRE, W. P. P.; ANDRE, T. P. P. Produção orgânica: predileção de consumo e potencialidades do seguimento em Fortaleza – CE. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 10, n. 3, p. 32 - 36, 30 Dec. 2015.
Section
INTERDISCIPLINARY