PERFORMANCE LETTUCE CULTIVARS ORGANICALLY FERTILIZED

Authors

  • Cosme Jales de Oliveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Jundiaí
  • Antonio Jerônimo de Almeida Neto Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró
  • Antonio Marcos de Oliveira Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • José Benjamin Filho Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró
  • Maria Clarete Cardoso Ribeiro Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v2i1.38

Keywords:

Lactuca sativa, organic production systems, cultivars

Abstract

The experiment was carried out through october to december 2002, in the vegetable garden of the Departamento de Ciências Vegetais da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró-RN, Brazil. It was utilized a split-plot scheme with four replications in randomized complete blocks. To the plots were assigned the organic fertilizer doses (0, 60, 80 and 100 Mg/ha) and to the subplots the lettuce cultivars (Tainá and Elba). Evaluations were made on the basis of plant height and diameter, number of leaves per plant, shoot dry matter, and yield. The cultivar Tainá had greater fresh and dry matters weight and plant diameter, while the cultivar Elba had taller and leafier plants. Cropping there were significant differences. The best result for this crop was obtained with the 100 Mg/ha fertilizer level. The cultivar Tainá yielded better than Elba and increasing fertilizer level increased the values for the characteristics evaluated.

Downloads

Download data is not yet available.

References

BRITO, J. R. de (2000). Avaliação de cultivares de alface em Mossoró-RN. Mossoró-RN: ESAM. 24p. (Monografia de graduação).

CARMO FILHO, F. do; ESPÍNOLA SOBRINHO, J.; MAIA NETO, J. M. Dados climatlógicos de Mossoró: um município semi-árido nordestino. Mossoró: ESAM, 1991. 121p. (Coleção Mossoroense, C. 30).

COSTA, C.A. (1994). Crescimento e Teores de Sódio e de Metais Pesados da Alface e da Cenoura Adubadas com Composto Orgânico de Lixo Urbano. Viçosa-MG: UFV. (Tese de mestrado).

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. Brasília: Brasília produção de Informação, 1999. 412p.

FILGUEIRA, F.A.R. Novo Manual de Olericultura - Agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 3a edição. Viçosa, UFV. 2000. 402p.

JANDEL SCIENTIFIC. 1991. TableCurve: curve fitting software; Corte Madera, CA: Jandel Scientific. Version 3.0. 261p.

PORTO, V. C. N. (1999). Cultivares de alface em sistema solteiro e consorciado com cenoura sob temperatura e luminosidade elevadas. Mossoró: ESAM. (Dissertação de mestrado).

RICCI, M. dos S.F.; CASALI, V. W. D.; CARDOSO, A. A.; RUIZ, H.A. (1994). Produção de alface adubadas com composto orgânico. Horticultura Brasileira, Brasília, 12(1):56-58.

RODRIGUES, E. T.; WIELEMAKER, F. (2000). Avaliação de adubos orgânicos como fontes de nitrogênio para a alface. Horticultura Brasileira, Brasília, 18(suplemento):812-813 (Resumo expandido).

SANTOS, R. H. S.; CASALI., V. W. D.; CONDÉ, A. R. de; MIRANDA, MIRANDA, I. C. G. (1994). Qualidade de alface cultivada com composto orgânico. Horticultura Brasileira, Brasília, 12(1): 31.

SILVA, F. N. da; MAIA, S. S. S.; OLIVEIRA, M. de (2000). Doses de matéria orgânica na produtividade da cultura da alface em solo eutrófico da região de Mossoró, RN. Horticultura Brasileira, Brasília, 18(Suplemento): 776-776 (Resumo expandido).

VILLAS BOAS, Roberto L., PASSOS, Júlio Cesar, FERNANDES, Dirceu Maximino et al. Efeito de doses e tipos de compostos orgânicos na produção de alface em dois solos sob ambiente protegido. Horticultura Brasileira , jan./mar. 2004, vol.22, no.1, p.28-34. ISSN 0102-0536.

Published

17-10-2007

How to Cite

OLIVEIRA, C. J. de; ALMEIDA NETO, A. J. de; OLIVEIRA, A. M. de; BENJAMIN FILHO, J.; RIBEIRO, M. C. C. PERFORMANCE LETTUCE CULTIVARS ORGANICALLY FERTILIZED. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 2, n. 1, p. 160–166, 2007. DOI: 10.18378/rvads.v2i1.38. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/38. Acesso em: 20 jun. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>