Substrate moisture in the germination and vigor of Albizia niopoides Benth. seeds

Authors

  • Dandara Yasmim Bonfim de Oliveira Silva Universidade Federal do Piauí/ Campus Professora Cinobelina Elvas, Bom Jesus - Piauí
  • Séfora Gil Gomes de Farias Universidade Federal do Piauí/ Campus Professora Cinobelina Elvas, Bom Jesus - Piauí
  • Caio Varonill de Almada Oliveira Universidade Federal do Piauí/ Campus Professora Cinobelina Elvas, Bom Jesus - Piauí
  • Moema Barbosa de Sousa Universidade Federal do Piauí/ Campus Professora Cinobelina Elvas, Bom Jesus - Piauí
  • Romário Bezerra e Silva Universidade Federal do Piauí/ Campus Professora Cinobelina Elvas, Bom Jesus - Piauí

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i3.4500

Keywords:

Native forest species, White mimosa, Water volume, Forest seeds.

Abstract

The Albizia niopoides, popularly known as white mimosa, is a native forest species of fast-growing and with high potential for reforestation purposes. However, there is little information about its seminiferous spread. Thus, this study aimed to evaluate the germination performance and vigor of A. niopoides seed under different water volumes for substrate moistening. The experimental design was completely randomized with four replicates and each replicate with 25 seeds. The seeds were sown on germitest paper (arranged in rolls) moistened with water volumes equivalent to 1.0; 1.5; 2.0; 2.5; 3.0; 3.5; and 4.0 times the dry weight (DW) of the substrate without further water addition. Germination occurred in a germination chamber (Biochemical Oxygen Demand-B.O.D-type) set at 25 °C and continuous light. The analyzed variables were percentage of germination, length of shoot and primary root, dry weight of shoot, and root seedling system. Decreasing effect on germination percentage values, primary root length, and dry weight of the root system from the substrate moistening with the water volume equivalent to 2.0 times its dry weight were found. Water volumes in the range of 1.0 to 2.0 times the mass of paper favor the germination and vigor of A. niopoides seed.

Downloads

Download data is not yet available.

References

ABENSUR, F. O.; MELO, M. de F. F.; RAMOS, M. B. P.; VARELA, V. P.; BATALHA, L. P. Tecnologia de sementes e morfologia da germinação de Jacaranda copaia D. Don (Bignoniaceae). Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v.5, n.2, p.60-62, 2007.

ALBUQUERQUE, A. N. de; ALBUQUERQUE, M. C. de F. e; MARIANO, D. de C.; OKUMURA, R. S.; NASCIMENTO, D. S. Umedecimento do substrato na emergência e desenvolvimento de plântulas de sucupira-preta. Enciclopédia biosfera, Goiânia, v.9, n.16, p.2050, 2013.

AZEREDO, G. A. de; SILVA, B. M. da S. e; SADER, R.; MATOS, V. P. Umedecimento e substratos para germinação de sementes de repolho. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v.40, n.1, p.77-82, 2010.

BARROS, S. S. U.; SILVA, A. da.; AGUIAR, I. B. Germinação de sementes de Gallesia integrifolia (Spreng.) Harms (pau-dalhoff) sob diferentes condições de temperatura, luz e umidade do substrato. Revista Brasileira de Botânica, São Paulo, v.28, n.4, p.727-733, 2005.

BARROSO, L. M.; ALVES, E. U.; SILVA, R. dos S.; ANJOS NETO, A. P. dos; SANTOS NETA, M. das M. S. dos; SILVA, B. F. da. Substratos e temperaturas para testes de germinação e vigor de sementes de Inga laurina (sw.) Willd. Bioscience Journal, Uberlândia, v.30, n.1, p.252-261, 2014.

BEWLEY, J. D.; BRADFORD, K. J.; HILHORST, H. W. M.; NONOGAKI, H. Seeds: physiology of development, germination and dormancy. Nova York: Springer, 2013. 392 p.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Regras para análise de sementes. 1 ed. Brasília: Mapa/ ACS. 2009. 365p.

CARDOSO, V. J. M. Germinação de Sementes. In: KERBAUY, G.B. (Org). Fisiologia Vegetal. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan, 2004. p.386-408.

CARVALHO, N. M.; NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. 5.ed. Jaboticabal: FUNEP, 2012. 590p.

CARVALHO, P. E. R. Farinha-seca - Albizia niopoides. Comunicado técnico 226. Embrapa Florestas, p.1-8, 2009.

FIGLIOLIA, M. B. Teste de germinação. In: PIÑA-RODRIGUES, F. C. M.; FIGLIOLOA, M. B.; SILVA, A. (eds.). Sementes Tropicais Florestais: da ecologia à produção, Londrina, Pr: ABRATES, 2015. Cap.5, p.325-343.

FLORES, A. V.; ATAÍDE, G. da M.; BORGES, E. E. de L.; GONÇALVES, L. E. S.; MANFIO, C. E. Umedecimento do substrato e temperatura na germinação de sementes de Melanoxylon brauna Schott. Revista Brasileira de Ciências Agrárias (Agrária), Recife, v.8, n.3, p.454-457, 2013.

GONÇALVES, E. P.; FRANÇA, P, R, C. de; VIANA, J, S.; AlVES, E, U.; GUEDES, R, S.; LIMA, C, R. de. Umedecimento do substrato e temperatura na germinação de sementes de Parkia platycephala BENTH. Ciência Florestal, Santa Maria, v.25, n.3, p.563-569, 2015.

GUEDES, R. S.; ALVES, E. U.; GONÇALVES, E. P.; VIANA, J. S.; FRANÇA, P. R. C. de; LIMA, C. R. de. Umedecimento do substrato e temperatura na germinação e vigor de sementes de Amburana cearensis (All.) A.C. Smith. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v.32, n.3, p.116-122, 2010.

KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. de B. Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. 218p.

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. 2 ed. Nova Odessa: Plantarum, 2002. 368 p.

MARCOS-FILHO, J. Fisiologia de sementes de plantas cultivadas. 2 ed. Londrina: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes - ABRATES, 2015. 659p.

MARTINS, C. C.; BOVI, M. L. A.; SPIERING, S. H. Umedecimento do substrato na emergência e vigor de plântulas de pupunheira. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.31, n.1, p.224-230, 2009.

MARTINS, C. C.; MACHADO, C. G.; CALDAS, I. G. R.; VIEIRA, I. G. Vermiculita como substrato para o teste de germinação de sementes de Barbatimão. Ciência Florestal, Santa Maria, v.21, n.3, p.421-427, 2011.

MARTINS, C. C.; MACHADO, C. G.; SANTANA, D. G.; ZUCARELI, C. Vermiculita como substrato para o teste de germinação de sementes de ipê-amarelo. Semina: Ciências Agrárias , v. 33, n. 2, p. 533-540, 2012.

MELO, R. R. de; FERREIRA, A. G.; JÚNIOR, F. R.. Efeito de diferentes substratos na germinação de sementes de angico (Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan) em condições de laboratório. Revista Científica Eletrônica de Engenharia Florestal, Garça, v.5, p.1678-3867, 2005.

NAKAGAWA, J. Teste de vigor baseados no desempenho das plântulas. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. de B. (eds). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999, p. 2.1- 2.21.

NOGUEIRA, N. W.; RIBEIRO, M. C. C.; FREITAS, R. M. O. de; GURGEL, G. B.; NASCIMENTO I. L. do. Diferentes temperaturas e substratos para germinação de sementes de Mimosa caesalpiniifolia Benth. Revista de Ciências Agrárias, Belém, v.56, n.2, p.95-98, 2013.

NOVEMBRE, A. D. L. C.; MARCOS FILHO, J. Estudo da metodologia para condução do teste de germinação em sementes de algodão deslintadas mecanicamente. Revista Brasileira de Sementes, Curitiba, v.21, n.2, p.187-193, 1999.

QUEIROZ DINIZ, R. de; DINIZ, B. L. M. T.; AZEREDO, G. A. de; SOUZA, V. C. de; PEREIRA, E. M. Potencial germinativo de sementes de Aroeira Myracrodruon urundeuva Fr. coletadas de população no cariri paraibano. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.10, n.1, p.154-159, 2015.

RAMOS, M. B. P.; VARELA, V. P.; MELO, M. de. F. F. Influência da temperatura e da água sobre a germinação de sementes de paricá (Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke–Leguminosae-Caesalpinioideae). Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v.28, n.1, p.163-168, 2006a.

RAMOS, M. B. P.; VARELA, V. P.; MELO, M. de F. F. Influência da temperatura e da quantidade de água no substrato sobre a germinação de sementes de Ochroma pyramidale (Cav. ex Lam.) Urban (pau-de-balsa). Acta Amazonica, Manaus, v.36, n.1, p.103-106, 2006b.

RAMOS, M. B. P.; VARELA, V. P.; RIBEIRO, M. N.; MAFRA, R. M.; BATALHA, L. F. P. Volume de água no substrato e temperatura na germinação de sementes de Mulateiro (Peltogyne paniculata Benth.). Revista de Ciências Agrárias, Belém, n. 48, p.193-203, 2007.

REGO, S. S.; NOGUEIRA, A. C.; KUNIYOSHI, Y. S.; SANTOS, A. F. dos. Germination of seeds of Blepharocalyx salicifolius (HBK) Berg. in different substrates and conditions of temperatures, light and moisture. Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v.31, n.2, p.212-220, 2009.

SILVA, M. D; NAKAGAWA, J.; FIGLIOLIA, M. B. Influência da temperatura, da luz e do teor de água na germinação de sementes de Schinus terebinthifolius Raddi-Anacardiaceae (aroeira-vermelha). Revista do Instituto Florestal, São Paulo, v.13, n.2, p.135-146, 2001.

SILVA, H. P. da; NEVES, J. M. G.; BRANDÃO JUNIOR, D. da S.; COSTA, C. A. da. Quantidade de água do substrato na germinação e vigor de sementes de pinhão-manso. Revista Caatinga, Mossoró, v. 21, n.5, p.178-184, 2008.

STATSOFT INC. Statistica data analysis system version 8.0. Tulsa: 2008.

TANAKA, M. A. de S.; MARIANO, M. I. A.; LEÃO, N. V. M. Influência da quantidade de água no substrato sobre a germinação de sementes de amendoim. Revista Brasileira de Sementes, Brasília, v.13, n.1, p.73-76, 1991.

VARELA, V. P.; RAMOS, M. B. P.; MELO, M. de F. F. Umedecimento do substrato e temperatura na germinação de sementes de angelim-pedra (Dinizia excelsa Ducke). Revista Brasileira de Sementes, Londrina, v.27, n.2, p.130-135, 2005.

Published

01-07-2017

How to Cite

SILVA, D. Y. B. de O.; FARIAS, S. G. G. de; OLIVEIRA, C. V. de A.; SOUSA, M. B. de; SILVA, R. B. e. Substrate moisture in the germination and vigor of Albizia niopoides Benth. seeds. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 397–403, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i3.4500. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4500. Acesso em: 18 apr. 2024.

Issue

Section

AGRICULTURAL SCIENCES

Most read articles by the same author(s)