Ecological contribution of entomofauna (Arthropoda: Insecta) to an organic crop

Authors

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v18i2.9411

Keywords:

Agroecology, Coleoptera, Sustainability

Abstract

The dominance in terms of entomofauna abundance in ecosystems is mainly due to the ecological functions they have. Insects are essential for the maintenance of agroecosystems as they interfere in the primary production of the crop. Conserving the abundance of beneficial entomofauna in agroecosystems is crucial for the stability of the habitat. This work was done to analyze the composition and structure of the insect community present in polycultures of organic vegetable crops in the southern region of Santa Catarina. The research was carried out at Chácara Koscrevic, located in the city of Laguna, Santa Catarina, Brazil. Six samples were taken in the summer of 2019/2020 and in the spring of 2020 using baited pitfall traps (sardines and honey) and randomly distributed by cultivation according to crop rotation. A total of 4,303 individuals were registered, distributed in eight orders, with Coleoptera and Hymenoptera being the most abundant. In terms of dominance, Coleoptera individuals prevailed in summer, totaling 1,106 individuals, and Hymenoptera in spring, with 628 individuals. The data indicate that the structure of the entomofauna can be affected by the climatic season. The fauna in summer is more diverse when compared to spring, following the characteristic pattern of insects. The edaphic attributes have significance in relation to fauna, that is, they interfere in its structure. The presence of beneficial insects was observed, such as specimens of Dermaptera, Staphylinidae and Megacephala (Tetracha) fulgida, contributing to the biological control of pests and the pollination of cultivated plants, demonstrating sustainability in organic crops.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Carla Patricio Monteiro, Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão

Graduada em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2021). Possui experiência na área de Entomologia, atuando principalmente na Ecologia Terrestre com diversidade e funções ecossistêmicas de organismos edáficos e sua relação com a qualidade do solo. Também possui experiência na área a Educação atuando como Professora de Ciências e Biologia na Educação Básica e atualmente é Professora Orientadora de Laboratório de Ciências da Natureza da Rede Estatual de Ensino de Santa Catarina.

Patricia Menegaz de Farias, Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão

Graduação em Agronomia pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2009). Mestre em Fitotecnia, ênfase em Entomologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012). Doutora em Ecologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (2012 - 2016). Realizou o período sanduíche de seu doutorado no Instituto de Ecología, INECOL (México) (2014 e 2015) trabalhando na área de ecologia de escarabeíneos em sistemas pecuários. Possui experiência na área de Agronomia com ênfase em Entomologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Manejo Integrado de Pragas (MIP), Controle Biológico de Insetos (Parasitoides e Fungos Entomopatogênicos), Bioecologia e Manejo de Organismos em Agroecossistemas (especialmente, Scarabaeinae (Col. Scarabaeidae) e Pentatomidae (Hem. Heteroptera) e; na área de Ecologia Terrestre com diversidade e funções ecossistêmicas de organismos edáficos e sua relação com a qualidade do solo. Atua como consultora em projetos de cooperação nacional e internacional, desenvolvendo atividades técnicas e de assessoria na gestão, elaboração e execução de projetos de desenvolvimento regional e local de sustentabilidade. Atualmente é CEO|Founder na empresa Nisus Inovação e Tecnologias Agroambientais e professora na Universidade do Sul de Santa Catarina do grupo Ânima Educação.

References

ALTIERI, M. A. Agroecologia: a Dinâmica Produtiva da Agricultura Sustentável. 3ed. Porto Alegre: Editorial UFRGS, 2001, 120 p.

BIANCHI, F. J. J. A.; BOOIJ, C. J. H.; TSCHARNTKE, T. Sustainable pest regulation in agricultural landscapes: a review on landscape composition, biodiversity and natural pest control. Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, v. 273, n. 1595, p. 1715-1727, 2006. https://doi.org/10.1098/rspb.2006.3530

BRUYN, L. A. L. Ants as bioindicators of soil function in rural environments. Agriculture, Ecosystems and Environment, v. 74, p. 425-441, 1999. https://doi.org/10.1016/s0167-8809(99)00047-x

CORREIA, M. E. F. Relações entre a Diversidade da Fauna de Solo e o Processo de Decomposição e seus Reflexos sobre a Estabilidade dos Ecossistemas. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2002. 33 p.

CRUZ, I. Controle biológico de pragas na cultura de milho para produção de conservas (Minimilho), por meio de parasitóides e predadores. Embrapa Milho e Sorgo: Local, 2007.

DUNXIAO, H.; CHUNRU, H.; YALING, X.; BANWANG, H.; LIYUAN, H.; PAOLETTI, M. G. Relationship between Soil Arthropods and Soil Properties in a Suburb of Qianjiang City, Hubei, China. Critical Reviews In Plant Sciences, v. 18, n. 3, p. 467-473, 1999.

FAVRETTO, M. A.; SANTOS, E. B.; GEUSTER, C. J. Entomofauna do Oeste do Estado de Santa Catarina, Sul do Brasil. Entomobrasilis, v. 6, n. 1, p. 42-63, 2013. http://dx.doi.org/10.12741/ebrasilis.v6i1.271

FREITAS, J. L; PIRES, E. P; OLVEIRA, T. T. C; SANTOS, N. L; SOUZA, M. M. Vespas sociais (Hymenoptera: vespidae) em lavouras de coffea arabica l. (rubiaceae) no sul de minas gerais. Revista Agrogeoambiental, v. 7, n. 3, p. 69-79, 2015. https://doi.org/10.18406/2316-1817v7n32015684

GARLET, J.; COSTA, E. C.; BOSCARDIN, J. Levantamento da entomofauna em plantios de Eucalyptus spp. por meio de armadilha luminosa em São Francisco de Assis - RS. Ciência Florestal, v. 26, n. 2, p. 365-374, 2016. https://doi.org/10.5902/1980509822737

GUIMARÃES, P. R.; COGNI, R.; GALETTI, M.; PIZO M. A. Parceria surpreendente. Ciência Hoje, v. 32, p.68-70, 2002.

KROMP, B. Carabid beetles in sustainable agriculture: a review on pest control efficacy, cultivation impacts and enhancement. Agriculture, Ecosystems And Environment, v. 74, p. 187-228, 1999. https://doi.org/10.1016/S0167-8809(99)00037-7

LANGE, D.; DÁTTILO, W.; DEL-CLARO, K. Influence of extrafloral nectary phenology on ant-plant mutualistic networks in a neotropical savanna. Ecological Entomology, v. 38, n. 5, p. 463-469, 2013. https://doi.org/10.1111/een.12036

LEWINSOHN, T. M.; JORGE, L. R.; PRADO, P. I. Biodiversidade e interações entre insetos herbívoros e plantas. In: TOREZAN-SILINGARDI, H. M.; DEL-CLARO, K.. Ecologia das Interações plantas-animais: uma abordagem ecológico-evolutiva. Technical Books, 2011. Cap. 14. p. 275-289.

LIMA, S. S.; AQUINO, A. M.; LEITE, L. F. C.; VELÁSQUEZ, E.; LAVELLE, P. Relação entre macrofauna edáfica e atributos químicos do solo em diferentes agroecossistemas. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 45, n. 3, p.322-331, 2010.

MACHADO, A. T.; SANTILLI, J.; MAGALHÃES, R. A agrobiodiversidade com enfoque agroecológico: implicações conceituais e jurídicas. Embrapa Informação Tecnológica: Brasília, 2008. 98 p.

MACHADO, R. C. M.; GARCIA, F. R. M. Levantamento de pragas e inimigos naturais ocorrentes em lavoura de arroz no município de Cachoeirinha, Rio Grande do Sul. Revista de Ciências Ambientais, v. 4, n. 2, p. 57-68, 2010.

MELO, A. S. O que ganhamos 'confundindo' riqueza de espécies e equabilidade em um índice de diversidade. Biota Neutropica, v. 8, n. 3, p. 21-27, 2008.

MERCADANTE, M. E. G.; VOLTOLINI, L. C.; MIRA, P. M.; MORICONI, W.; RAMOS-FILHO, L. O. Controle de Saúvas (Atta spp.) com Extrato das Folhas de Batata-Doce (Ipomoea batatas): Uma Experiência Promissora. Cadernos de Agroecologia, v. 13, n. 2, p.1-10, 2018.

MILHOMEM, M. S.; MELLO, F. Z. V.; DINIZ, I. R. Técnicas de coleta de besouros copronecrófagos no Cerrado. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 38, n. 11, p. 1249-1256, 2003.

MOUTINHO, P.; NEPSTAD, D. C.; DAVIDSON, E. A. Influence of leaf-cutting ant nests on secondary forest growth and soil properties in Amazonia. Ecology, v. 84, p.1265-1276, 2003. https://doi.org/10.1890/0012-9658(2003)084[1265:IOLANO]2.0.CO;2

PADOVAN, M. P.; CAMPOLIN, A. I. Caminhos para mudanças de processos e práticas rumo à Agroecologia. 1ed. Dourados, MS: Emprapa Agropecuária Oeste, 2011, 52p.

PAOLETTI, M. G. Using bioindicators based on biodiversity to assess landscape sustainability. Agriculture, Ecosystems And Environment, v. 74, p. 1-18, 1999. https://doi.org/10.1016/S0167-8809(99)00027-4

PRADO, E. P.; CASTRO, M. T. Diversidade de insetos em áreas de produção orgânica de hortaliças próximas a um sistema agroflorestal do distrito federal. Biodiversidade, v. 16, n. 2, p. 76-85, 2017.

PRIMAVESI, A. M. Agroecologia e manejo do solo. Agriculturas, v. 13, n. 2, p.7-10, 2008.

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Viena, Austria. Versão 3.5., 2020.

THOMAZINI, M. J.; THOMAZINI, A. P. B. W. A fragmentação florestal e a diversidade de insetos nas florestas tropicais úmidas. Rio Brando: Embrapa Acre, 2000. 21 p.

SÁNCHEZ-BAYO, F.; WYCKHUYS, K. A. G. Worldwide decline of the entomofauna: a review of its drivers. Biological Conservation, v. 232, p. 8-27, 2019. https://doi.org/10.1016/j.biocon.2019.01.020

SANS, F. X. La diversidad de los agroecosistemas. Ecosistemas: Revista científica y técnica de ecología y medio ambiente, v. 16, n. 1, p. 44-49, 2007.

SEBRAE (Santa Catarina). Santa Catarina em Números. Florianópolis: Sebrae/SC, 2010. 115 p.

SILVA, R. F.; TOMAZI, M.; PEZARICO, C. R.; AQUINO, A. M.; MERCANTE, F. M. Macrofauna invertebrada edáfica em cultivo de mandioca sob sistemas de cobertura do solo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 42, n. 6, p.865-871, 2007.

SILVA, A. C.; GOMES, C. C.; SACRAMENTO, F. Z.; GARCIA, G. L.; SCHULTZ, H.; PIAN, L. B.; AGUIAR, L. A.; TAMASHIRO, L. A. G. Embrapa Agrobiologia. Guia para o reconhecimento de inimigos naturais de pragas agrícolas. Brasília: Editora Técnica, 2013. 47 p.

SOUTO, P. C.; SOUTO, J. S.; MIRANDA, J. R. P.; SANTOS, R. V.; ALVES, A. R. Comunidade microbiana e mesofauna edáficas em solo sob caatinga no semi-árido da Paraíba. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 32, p. 151-160, 2008. https://doi.org/ 10.1590/S0100-06832008000100015

THOMAZINI, M. J.; THOMAZINI, A. P. B. W. A fragmentação florestal e a diversidade de insetos nas florestas tropicais úmidas. Rio Brando: Embrapa Acre, 2000. 21 p.

VENZON, M.; TOGNI, P. H. B.; CHIGUACHI, J. A. M.; PANTOJA, G M; BRITO, E A s; SUJII, E R. Agrobiodiversidade como estratégia de manejo de pragas. Informe Agropecuário, v. 40, n. 305, p. 21-29, 2019.

ZAGATTO, M. R. G.; NIVA, C. C.; THOMAZINI, M. J.; BARETTA, D.; SANTOS, A.; NADOLNY, H.; CARDOSO, G. B. X.; BROWN, G. G. Soil Invertebrates in Different Land Use Systems: how integrated production systems and seasonality affect soil mesofauna communities. Journal Of Agricultural Science And Technology B, v. 7, n. 3, p. 1-12, 2017.

Published

02-05-2023

How to Cite

MONTEIRO, C. P.; FARIAS, P. M. de. Ecological contribution of entomofauna (Arthropoda: Insecta) to an organic crop. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 18, n. 2, p. 50–56, 2023. DOI: 10.18378/rvads.v18i2.9411. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/9411. Acesso em: 17 jun. 2024.

Issue

Section

INTERDISCIPLINARY