Caracterização do comércio de plantas medicinais por raizeiros em Mossoró, Rio Grande do Norte

Maria de Fatima Barbosa Coelho, Rômulo Magno Oliveira de Freitas, Fabrícia Nascimento de Oliveira, Narjara Walessa Nogueira, Caio César Pereira Leal

Resumo


As plantas medicinais são, em muitos casos, a única alternativa possível para boa parte da população brasileira que as obtém geralmente do próprio quintal ou de raizeiros. O objetivo no presente estudo foi caracterizar o comércio de plantas medicinais por raizeiros em Mossoró, Rio Grande do Norte. Foram usadas as técnicas de observação direta e participante e aplicadas entrevistas semiestruturadas. A comercialização de plantas e produtos medicinais é considerada a principal fonte de renda dos raizeiros entrevistados. Foram citadas 86 plantas de uso medicinais entre os raizeiros, sendo Linum usitatissimum L. (86%) a mais citada, seguida de Plectranthus barbatus L (71%), Pterodon emarginatus Vogel (71%) e Bauhinia forficata Link. (71%). As plantas são procuradas para 67 tipos de enfermidades, como anemia, artrite e vermes. A gripe e inflamação foram as doenças mais citadas. As plantas são armazenadas no próprio estabelecimento por períodos longos comprometendo sua eficácia e não são cultivadas pelos raizeiros. 

Characterization of the medicinal plant trade by healers in Mossoró, Rio Grande do Norte

Abstract: Medicinal plants are, in many cases, the only possible alternative for much of the Brazilian population that usually gets the own homegarden or healers. The aim of this study was to characterize the trade of medicinal plants by healers in Mossoró, Rio Grande do Norte. They were used the techniques of direct observation and participant and applied semi-structured interviews. The marketing of medicinal plants and products is considered the main source of income of healers. There were 86 medicinal plants among the raizers, with Linum usitatissimum L. (86%) being the most cited, followed by Plectranthus barbatus L. (71%), Pterodon emarginatus Vogel (71%) and Bauhinia forficata Link. (71%). Plants are sought for 67 types of diseases, from diseases such as anemia, arthritis and worms. Influenza and inflammation were the most frequently mentioned diseases. The plants are stored in the establishment for long periods compromising the effectiveness and are not cultivated by the raizeiros.


Palavras-chave


Caatinga; Etnobotânica; Ervas medicinais

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, U. P.; CUNHA, L. V. F. C.; LUCENA, R. F. P.; ALVES, R. R. N. (Eds.) Methods and Techniques in Ethnobiology and Ethnoecology, Springer Protocols Handbooks, 2014, 480 p.

ALVES, R. R. N.; SILVA, A. A. G.; SOUTO, W. M. S.; BARBOZA, R. R. D. Utilização e comercio de plantas medicinais em Campina Grande, PB, Brasil. Revista Eletrônica de Farmácia, v.4, n.2, p.175-198, 2007.

ALVES, R. R. N.; SILVA, C. C.; ALVES, H. N. Aspectos socioeconômicos do comercio de plantas e animais medicinais em áreas metropolitanas do Norte e Nordeste do Brasil. Revista de Biologia e Ciências da Terra, Campina Grande, v.8, n.1, p.181-189, 2008.

AMOROZO, M. C. M.; VIERTLER, R. B. A abordagem qualitativa na coleta e análise de dados em etnobiologia e etnoecologia. In: Albuquerque, U.P.; Lucena, R.F.P.; Cunha, L.V.F.C. Métodos e técnicas na pesquisa etnobiológica e etnoecológica. Recife: NUPEEA, 2010. p. 67-82.

APG. An date of the Angiosperm Phylogeny Group classification for the orders and families of flowering plants: APG II. Botanical Journal of the Linnean Society, v.141, n.1, p. 399-436, 2003.

ARAUJO, A. C.; SILVA, J. P.; CUNHA, J. L. X. L.; ARAUJO, J. L. O. Caracterização socio-econômico-cultural de raizeiros e procedimentos pós-colheita de plantas medicinais comercializadas em Maceió, AL. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v.11, n.1, p.84-91, 2009.

ARAUJO, T. M.; BRITO, C. R.; AGUIAR,. M. C. R. D.; CARVALHO, M. C. R. D. Perfil socioeconômico dos raizeiros que atuam na cidade de Natal (RN). Infarma, v.15, n.1, p.77-79, 2003.

BAILEY, K. Methods of Social Research. 4. ed. New York: The Free Press, 2008. 592p.

DANTAS, I. C.; GUIMARAES, F. R. Perfil dos raizeiros que comercializam plantas medicinais no município de Campina Grande, PB. Revista de Biologia e Ciências da Terra, v.6, n.1, p.39-44, 2006.

DOURADO, E. R.; DOCA, K. N. P.; ARAUJO, T. C. C. Comercialização de plantas medicinais por “raizeiros” na cidade de Anápolis - GO. Revista Eletrônica de Farmácia, v.2, n.2, p.67-69, 2005.

FRANÇA, I. S. X.; SOUZA, J. A.; BAPTISTA, R. S.; BRITTO, V. R. S. Medicina popular: benefícios e malefícios das plantas medicinais. Revista Brasileira Enfermagem. v.61, n.2, p.201-208, 2008.

FREITAS, A. V. L., COELHO, M. F. B., AZEVEDO, R. A. B., MAIA, S. S. S. Os raizeiros e a comercialização de plantas medicinais em São Miguel, Rio Grande do Norte, Brasil. Revista Brasileira de Biociências, Porto Alegre, v.10, n.2, p.147-156, 2012.

GOTTLIEB, O. R.; KAPLAN, M. C. Das plantas naturais aos fármacos naturais. Ciência Hoje, n.89, p.51-4, 1993.

LIMA, R. A.; MAGALHÃES, S. A.; SANTOS, M. R. A. Levantamento Etnobotânico de plantas medicinais utilizadas na cidade de Vilhena, Rondônia. Revista Pesquisa & Criação. v.10, n.2, p.165-179, 2011.

LORENZI, H.; MATOS, F. J. A. Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas cultivadas. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2008. 512p.

MAIOLI-AZEVEDO, V.; FONSECA-KRUEL, V. S. Plantas medicinais e ritualísticas vendidas em feiras livres no Município do Rio de Janeiro, RJ, Brasil: estudo de caso nas zonas Norte e Sul. Acta Botânica Brasílica, v. 21, n.2, p.263-275, 2007.

MATOS, F. J. A. Farmácias Vivas: sistema de utilização de plantas medicinais projetado para pequenas comunidades. 3 ed. Fortaleza: EUFC, 1998.

MIURA, A. K., LOWE, T. R.; SCHINESTSCK, C. F. Comércio de plantas medicinais, condimentares e aromáticas por ervateiros da área central de Pelotas - RS: estudo etnobotânico preliminar. Revista Brasileira de Agroecologia, v.2, n.1, p.1025-1028, 2007.

MOBOT. Missouri Botanical Garden. Tropicos. Disponível em: . Acesso em: 08 nov. 2016.

MONTEIRO, J. M., ARAUJO, E. L., AMORIM, E. L. C.; ALBUQUERQUE, U. P. Local Markets and Medicinal Plant Commerce: A Review with Emphasis on Brazil. Economic Botany, v.64, n.4, p.352-356. 2010.

ROCHA, F. A. G.; ARAÚJO, L. S. G.; LIMA, T. G. D.; SILVA, E. R.; SILVA, P. A.; GUNDIM, M. K. M.; ARAÚJO, M. F. F.; COSTA N. D. L. Características do comércio informal de plantas medicinais no município de Lagoa Nova/RN. Holos, v.5, p.264-281, 2013.

RODRIGUES, A. C. C.; GUEDES, M. L. S. Utilização de plantas medicinais no povoado Sapucaia, Cruz das Almas, Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.8, n.2, p.1-7, 2006.




DOI: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v12i2.3948

Direitos autorais 2017 Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.