Eficiência da inoculação de Azospirillum brasilense associado com enraizador no crescimento e na produção de alface

Antonio Anicete de Lima, Luciano dos Reis Venturoso, Bruno Antonio Azevedo Silva, Aniquely Ferreira Gomes, Osvino Schimidt

Resumo


Objetivou-se avaliar o efeito da inoculação de Azospirillum brasilense (AzBr) com e sem enraizador, no crescimento, produção de biomassa e resistência a pragas da alface, cultivar Lucy Brown. O experimento foi conduzido em casa de vegetação em recipientes plásticos com capacidade de 8,0 L no espaçamento 40 x 20 cm. O delineamento experimental foi de blocos casualizados em esquema fatorial (2x3)+1, sendo o primeiro fator Azospirillum com e sem enraizador de crescimento e o segundo doses de nitrogênio em cobertura, 0%, 50% e 100% da recomendação de adubação e uma testemunha com adubação convencional, com quatro repetições. Em doses médias de 50% de N em cobertura, tanto o AzBr, quanto a associação AzBr mais enraizador, apresentaram um incremento significativo na massa fresca da parte aérea e de raízes de 19,36% e 23,66%, respectivamente, em relação a dose máxima de N e a testemunha. A massa seca da parte aérea não diferiu significativamente nos diferentes tratamentos, embora tenha mostrado um pequeno aumento com as doses crescente de N. A massa seca de raízes diminuiu 29,24% no tratamento com 100% de N, quando comparado ao tratamento sem cobertura nitrogenada mais AzBr. O estande final de plantas foi significativamente maior no tratamento no qual N não foi aplicado em cobertura, destacando-se a inoculação com AzBr, média de 96,98% de plantas estabelecidas, contra 51,56% na testemunha convencional, observando-se que até a dose média de N, houve uma maior tolerância das plantas aos sintomas de minas foliares e as viroses do Grupo Tospovirus.

Azospirillum brasilense inoculation efficiency associated with rooting growth and production of lettuce

Abstract: In the survey evaluated the effect of Azospirillum brasilense (AzBr) inoculated with and without rooting, on growth, biomass production and lettuce pest resistance, cultivar Lucy Brown. The experiment was conducted in a greenhouse in plastic bags with 8.0 L capacity in the spacing, 40 x 20 cm. The experimental followed a design randomized blocks in a factorial scheme (2x3) +1, the first factor, Azospirillum with and without rooting growth and second fator, levels of nitrogen in coverage, 0%, 50% and 100% of fertilizer recommendation and a control with conventional fertilization, with four replications.  At mean doses of 50% N in coverage, both AzBr and the AzBr plus rooting association showed a significant increase in fresh shoot and root mass of 19.36% and 23.66%, respectively, in relation to maximum dose of N and the control. The shoot dry mass did not differ significantly in the different treatments, although it has shown a small increase with increasing doses of N. The dry root mass decreased 29.24% in the treatment with 100% N, when compared to treatment without nitrogen cover more AzBr.  The final plant stand was significantly higher in the treatment in wich N was not applied in coverage, especially inoculation with AzBr, mean of 96.98% of established plants, against 51.56% in conventional control, observing that average dose of N, there was a greater tolerance of plants to symptoms of leaf mining and the viruses of Tospovirus Group.


Palavras-chave


Lactuca sativa L.; Cobertura nitrogenada; Produtividade.

Texto completo:

PDF

Referências


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE SEMENTES. 2º Levantamento de dados socioeconômicos da cadeia produtiva de hortaliças no brasil. Holambra, SP, ABCSEM, 29 de maio de 2014. 58p. Disponível em: http://www.abcsem.com.br/imagens_noticias/ Apresenta%C3%A7%C3%A3o%20completa. Acesso em: 08 de maio de 2016.

ALENCAR, J.A de; DIAS, R de C.S. Sistema de produção de melancia: pragas. Brasília: Embrapa semiárido, agosto de 2010. (Sistema de Produção, 6).

BARASSI, C. A.; AYRAULT, G.; CREUS, C. M.; SUELDO, R. J; SOBRERO, M. T. Seed inoculation with Azospirillum mitigates NaCl effects on lettuce. Scientia Horticulturae, v.109, p.8-1, 2006.

BASHAN, Y.; HOLGUIN, G.; DE-BASHAN, L. E. Azospirillum-plant relationships: physiological, molecular, agricultural, and environmental advances (1997–2003). Canadian Journal of Microbiology, v. 50, n. 8, p. 521–577, 2004.

CAMPOS, B. C.; THEISEN, S.; GNATTA, V. Avaliação do inoculante “Graminante” nas culturas de trigo e aveia. Ciência Rural, v. 29, n. 3, p. 401-407, 1999.

CASSÁN, F.; PERRIG, D. SGROY, V.; MASCIARELLI, O.; PENNA, C.; LUNA, V. Corrigendum to Azospirillum brasilense Az39 and Bradyrhizobium japonicum E109, inoculated singly or in combination, promote seed germination and early seedling growth in corn (Zea mays L.) and soybean (Glycine max L.). European Journal of Soil Biology, v. 45, n. 1, p. 28–35, 2009.

CHABOUSSOU, F. Plantas doentes pelo uso de agrotóxicos: a teoria da trofobiose. Tradução de GUAZELLI, M. J. Porto Alegre: L&PM, 1987. 256p.

CHO, J. J.; MITCHELL, W. C.; MAU, R. F. L.; SAKIMURA, K. Epidemiology of tomato spotted wilt virus disease on crisphaed lettuce in Hawaii. Plant Disease, v. 71, p. 505-508, 1987.

CHUNG, R. M.; AZEVEDO FILHO, J. A de; COLARICCIO, A. Avaliação da reação de genótipos de alface (Lactuca sativa L.) ao Lettuce mosaic virus (LMV). Revista Bragantia, v. 66, n.1, p. 61-68, 2007.

DECHEN, A. R.; HAAG, H. P.; CARMELLO, Q. A. C. Funções de micronutrientes nas plantas. In: FERREIRA, M. E.; CRUZ. M. C. P. (Ed.). Micronutrientes na agricultura. Piracicaba: POTAFOS/CNPq, p. 65-78, 1991.

DUBROVSKY, J. G.; PUENTE, M. E. et al. Arabidopis thaliana as a model system for study of the effect of inoculation by Azospirillum brasilense Sp-245 on root hair growth. Soil Biology and Biochemistry, v. 26, n. 2, p. 1665-1664, 1994.

FAQUIN, V. Nutrição Mineral de Plantas. Lavras: UFLA / FAEPE, 2005. 186p.: il.

FERREIRA, D. F. Sistema de análise estatística para dados balanceados (SISVAR). Lavras: UFLA – DEX, 2000.

FREITAS, S. S.; MELO, A. M. T.; DONZELI, V. P. Promoção de crescimento de alface por rizobactérias. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 27, p. 61-70, 2003.

LABINAS, A. M., CROCOMO, W. Use of thiamethoxam in bean pest control. In: International Congress of Entomology, 21, 2000, Foz do Iguaçu. Resumos... Manaus: Sociedade Brasileira de Entomologia, p. 66, 2000.

LARCHER, W. Ecofisiologia Vegetal. São Carlos: RiMa, 2001. 531p.

LOPES, C. A.; QUEZADO-DUVAL, A. M.; REIS, A. Doenças da alface. Brasília, DF: Embrapa Hortaliças, 2010. 68 p. MADHAIYAN, M.; POONGUZHALI, S.; KANG, B-G.; LEE, Y-J.; CHUNG, J-B.; SA, T-M. Effect of coinoculation of methylotrophic Methylobacterium oryzae with Azospirillum brasilense and Burkholderia pyrrocinia on the growth and nutrient uptake of tomato, red pepper and rice. Plant and Soil, v. 328, n. 1, p. 71–82, 2010.

MALAVOLTA, E. Elementos de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Agronômica Ceres, 1980. 251 p.

MALAVOLTA, E. Manual de nutrição Mineral de plantas. São Paulo: Editora Agronômica Ceres, 2006. 638 p.

MANGMANG, J. S.; DEAKER, R.; ROGERS, G. Early seedling growth response of lettuce, tomato and cucumber to Azospirillum brasilense inoculated by soaking and drenching. Horticultural Science, v. 42, n. 1, p. 37-46, 2015.

MARCHOUX, G.; GÉBRÉ-SELASSIE, K.; VILLEVIEILLE, M. Detection of tomato spotted wilt virus and transmission by Frankliniella occidentalis in France. Plant Pathology, v. 40, p. 347-351, 1991.

MARSCHNER, H. Mineral nutrition of higher plant. 2nd ed. San Diego: Academic Press, 1995. 889 p.

MELLO, S da C. Agronegócio da alface no brasil. Piracicaba: ESALQ/USP, 2011. 96 p. Disponível em: www.lpv.esalq.usp.br/lpv0621/ALFACE.pdf. Acesso em: 14 de maio de 2016.

MENGEL, K.; KIRKBY, E. A. Principles of plant nutrition. 5 ed. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 2001. 849 p.

MOLLA, A. H.; SHAMSUDDIN, Z. H.; AND SAUD, H. M. Mechanism of root growth and promotion of nodulation in vegetable soybean by Azospirillum brasilense Commun. Soil Science and Plant Analysis, v. 32, p. 2177–2187, 2001.

MORAIS, T. P de. Adubação nitrogenada e inoculação com Azospirillum brasilense em híbridos de milho. 2012. 82 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Uberlândia, Departamento de Fitotecnia, Uberlândia, 2012.

PINHEIRO, S.; BARRETO, S. B. “MB-4”: Agricultura Sustentável, Trofobiose e Biofertilizantes. Porto Alegre: Fundação Junquira Candiru, MIBASA, 1996. 273 p.

REIS JÚNIOR, F. B.; MACHADO, C. T de T.; MACHADO, A.T .; MENDES, I de C.; MEHTA, A. Isolamento, caracterização e seleção de estirpes de Azospirillum amazonense e Herbaspirillum seropedicae associados a diferentes variedades de milho cultivadas no cerrado. Planaltina: EMBRAPA-CERRADOS, 2008, 36 p. (Boletim de pesquisa e desenvolvimento EMBRAPA-CERRADOS, ISSN 1676-918X, n. 206).

RESENDE, G. M.; ALVARENGA, M. A. R.; YURI, J. E.; MOTA, J. H.; SOUZA, R. J.; RODRIGUES JÙNIOR, J. C. Produtividade e qualidade pós-colheita da alface americana em função de doses de nitrogênio e molibdênio. Horticultura Brasileira, v. 23, n. 4, p.976-981, 2005.

RESENDE, G. M.; ALVARENGA, M. A. R.; YURI, J. E.; SOUZA, R. J.; MOTA, J. H.; RODRIGUES JUNIOR, J. C. Rendimento e teores de macronutrientes em alface tipo americana em função de doses de nitrogênio e molibdênio em cultivo de verão. Ciência Agrotécnica, v. 33, n. 1, p. 153-163,2009.

ROBERTO, V. M. O.; SILVA, C. D.; LOBATO, P. N. Resposta da cultura do milho à aplicação de diferentes doses de inoculante (Azospirillum brasilense) via semente. In: Congresso Nacional de Milho e Sorgo, 28, 2010, Goiana. Anais... Goiana: Associação Brasileira de Milho e Sorgo, p.2429-2434, CD-ROOM.

RODRIGUEZ, H.; GONZALEZ, T. et al. Gluconic acid production and phosphate solubilization by the plant growth-promoting bacterium Azospirillum spp. Naturwissenschaften, v. 91, p. 552-555,2004.

RUÍZ-SÁNCHEZ, M.; ARMADA, E.; MUÑOZ, Y.; SALAMONE, I.E.G de; AROCA, R.; RUÍZ-LOZANO, J.M.; AZCÓN, R. Azospirillum and arbuscular mycorrhizal colonization enhance rice growth and physiological traits under well-watered and drought conditions. Journal of Plant Physiology, v. 168, p. 1031–1037, 2011.

SECRETARIA DO ESTADO DO DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL. Boletim climatológico de Rondônia, v. 12, 2010. Porto Velho: GOVERNO DE RONDÔNIA - COGEO: SEDAM, 2012.

SEVERINO, F.J. Teoria da trofobiose. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Departamento de Produção Vegetal, p. 1-33, 2001. (Seminários em Fitotecnia).

SILVA, E. C da; BUZETTI, S.; GUIMARÃES, G. L.; LAZRINI, E.; SÁ, M. E de. Doses e épocas de aplicação de nitrogênio na cultura do milho em plantio direto sobre Latossolo Vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 29, p. 335-362, 2005.

SPANN, T. M.; SCHUMANN, A. W. Mineral nutrition contributes to plant disease and pest resistance. Florida: University of Florida, IFAS Extension, 2015. 4 p.

STEEHOUDT, O.; VANDERLEYDEN, J. Azospirillum, a free-living nitrogen-fixing bacterium closely associated with grasses: genetic, biochemical and ecological aspects. FEMS Microbiology, Reviews, v. 24, n. 4, p. 487-506, 2000.

TRANI, P. E. Calagem e Adubação para hortaliças sob cultivo protegido. Campinas: IAC – Instituto Agronômico de Campinas, Centro Horticultura, março de 2014. 25 p.

VIEIRA, R. F. Aplicação foliar de molibdênio e seu efeito nas atividades da nitrogenase e redutase do nitrato no feijoeiro em campo. 1994. 188 p. Tese (Doutorado em Agronomia) - Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1994.

VILANOVA, C.; SILVA JÚNIOR, C. D da. Teoria da Trofobiose sob a abordagem sistêmica da agricultura: eficácia de práticas em agricultura orgânica. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 4, n. 1, p. 39-50, 2009.

WEINTRAUB, P. G. Effects of cyromazine and abamectin on the peã leafminer Liriomyza huidobrensis (Diptera: Agromyzidae) and its parasitoid Diglyphus isaea (Hymenoptera: Eulophidae) in potatoes. Crop Protection, v. 20, n. 3, p. 207-213, 2001.

YURI, J. E.; RESENDE, G. M.; RODRIGUES JÚNIOR, J. C.; MOTA, J. H.; SOUZA, R. J. Efeito de composto orgânico sobre a produção e características comerciais de alface americana. Horticultura Brasileira, v. 22, n. 1, p. 127-130, 2004.




DOI: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v12i2.4300

Direitos autorais 2017 Antonio Anicete de Lima et al.

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.