Avaliação da atividade antineoplásica e antiviral do monoterpeno Ascaridol presente em plantas da Caatinga: Estudo in silico

  • Millena de Souza Alves Universidade Federal de Campina Grande
  • Maria Alice Araújo de Medeiros UFCG
  • Camilla Torres Pereira
  • Karla de Lima Alves Simão
  • Bruna de Lima Alves Simão
  • Abrahão Alves de Oliveira Filho
Palavras-chave: Plantas medicinais, Caatinga, Ascaridol, in silico.

Resumo

Na região Nordeste do Brasil, pode ser encontradas inúmeras espécies com potencial medicinal, utilizadas para o tratamento de diversas enfermidades. Nessa região localiza-se a caatinga, que é o único bioma exclusivamente brasileiro e ocupa 800.000 km². O nome “caatinga” tem origem Tupi-Guarani, e tem como significado "mata branca", o uso de plantas medicinais desse bioma já ocorre há muitos anos, entretanto, desde o início deste século, tem ocorrido um crescente interesse pelo estudo de espécies vegetais e seu uso tradicional em diferentes partes do mundo, devido a sua vasta eficiência, proveniente dos metabólitos secundários, como o ascaridol. Este trabalho tem como objetivo avaliar através de um estudo in silico a atividade antineoplásica e antiviral do monoterpeno ascaridol presente em plantas da caatinga. Quanto à metodologia utilizou-se o software chemspider para o estudo químico da molécula, em seguida a análise da probabilidade da atividade da molécula foi realizada com o software Pass Online®. Na análise do potencial biológico feita no Pass Online®, o ascaridol revelou um bom resultado para a probabilidade de ativação (pa), em relação aos valores da propriedade de inativação (pi) tanto para a atividade antineoplásica, como para a atividade antiviral. Além de revelar uma maior probabilidade de ser ativado para a atividade antineoplásica (Câncer do ovário) e para atividade antiviral (Picornavírus). Dessa forma, pode-se analisar que o monoterpeno ascaridol tem um alto potencial e eficácia nas atividades antineoplásica e antiviral no estudo in silico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Millena de Souza Alves, Universidade Federal de Campina Grande
Estudante do curso de Ciências Biológicas (licenciatura) na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG).

Referências

AGEITEC – Agência Embrapa de Informação Tecnológica. Bioma caatinga: medicinais. Disponível em: https://www.agencia.cnptia.embrapa.br. Acesso em: ago de 2019.

ALVES, J. J. A.; ARAÚJO, M. A.; NASCIMENTO, S. S. Degradação da caatinga: uma investigação ecogeográfica. Revista Caatinga, v. 22, n. 3, p. 126-135, 2009.

AZAMBUJA, W. Ascaridol. Disponível em: https://www.oleosessenciais.org/ascaridol/. Acesso em: ago de 2019.

BONIFÁCIO, B. V.; SILVA, P. B.; RAMOS, M. A. S.; NEGRI, K. M. S.; BAUAB, T. M.; CHORILLI, M. Nanotechnology-based drug delivery systems and herbal medicines: a review. International Journal of Nanomedicine, v. 9, p. 1-15, 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Práticas integrativas e complementares: plantas medicinais e fitoterapia na Atenção Básica/Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília : Ministério da Saúde, 2012. 156 p. (Série A. Normas e Manuais Técnicos) (Cadernos de Atenção Básica; n. 31).

CHEIKHYOUSSEF, A.; SHAPI, M.; MATENGU, K.; ASHEKELLE, H. M. Ethnobotanical study of indigenous knowledgeon medical plant use by traditional healers in Oshikoto region, Namibia. Journal of Ethnobiology and Etnomedicine. v.7, n. 10, p. 1-11, 2011.

FILIZOLA, B. C.; SAMPAIO, M. B. Boas Práticas de Manejo para o Extrativismo Sustentável de Cascas. Brasília: Instituto; Sociedade, População e Natureza; 2015. ISBN 978-85-63288-17-2

GOMES, T.B.; BANDEIRA, F.P.S.F. Uso e diversidade de plantas em uma comunidade quilombola no Raso da Catarina, Bahia. Acta Botânica Brasilica, v. 26, n.4, p. 796-809, 2012.

IBIAPINA, W.V.; LEITÃO, B.P.; BATISTA, M.M.; PINTO, D. S. Inserção da Fitoterapia na atenção primária aos usuários do SUS. Rev. Ciência Saúde Nova Esperança. v.12, n.1, p.58-68, 2014.

JARDIM, C. M.J.; JHAM, G. N. DHINGRAB, O. D.; FREIRE, M. M. Chemical Composition and Antifungal Activity of the Hexane Extract of the Brazilian Chenopodium ambrosioides L. J. Braz. Chem. Soc., v. 21, n. 10, p. 1814-1818, 2010.

KAZIYAMA, V. M.; FERNANDES, M. J. B.; SIMONI, I. C. Atividade antiviral de extratos de plantas medicinais disponíveis comercialmente frente aos herpesvírus suíno e bovino. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.14, n.3, p. 522-28, 2012.

MACDONALD, D. et al. Asacaridole-less infusions of

Chenopodium ambrosioides contain a nematocide(s) that

is(are) not toxic to mammalian smooth muscle. Journal

Ethnopharmacol, v.92, p.215-221, 2004.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Caatinga. Disponível em: https://www.mma.gov.br/biomas/caatinga. Acesso em: ago de 2019.

NASCIMENTO, F.R.F., CRUZ, G.V.B., PEREIRA, P.V.S., MACIEL, M.C.G., SILVA, L.A., AZEVEDO, A.P.S., BARROQUEIRO, E.S.B., GUERRA, R.N.M., Ascitic and solid Ehrlich tumor inhibition by Chenopodium ambrosioides L. treatment. Life Sciences, v. 78, p. 2640-2653, 2006.

ROQUE, A. A; ROCHA, R.M; LOIOLA, M. I. B. Uso e diversidade de plantas medicinais da Caatinga na comunidade rural de Laginhas, município de Caicó, Rio Grande do Norte (Nordeste do Brasil). Revista brasileira de plantas medicinais, Botucatu, v.12, n. 1, 2010.

SILVA, G.D. Avaliação da atividade anti-helmintica

e toxicológica do extrato aquisi de Chenopodium

ambrosioides (mastruz) sobre nematoides

gastrointestinais de caprinos. 2012. 66p. Dissertação

(Mestrado – Área de concentração Ciência animal dos

Trópicos) – Departamento de Patologia e Clínicas,

Universidade Federal da Bahia, Bahia.

SOUZA, Z. L., OLIVEIRA, F. F., CONCEIÇÃO, A. O., SILVA, L. A., ROSSI, M.H., SANTOS, J. S., Biological activities of extracts from Chenopodium ambrosioides L. and Kielmeyera neglecta Saddi. Annais of Clinical Microbiology ande Antimicrobials. v. 11, p. 20, 2012.

SRINIVAS, N.; SANDEEP, K. S.; ANUSHA, Y.; DEVENDRA, B. N. In Vitro Cytotoxic Evaluation and Detoxification of Monocrotaline (Mct) Alkaloid: An In Silico Approach. Int. Inv. J. Biochem. Bioinform., v.2, n. 3, p.20-29, 2014.

UCHIYAMA, N. Antichagasic Activities of Natural Products agains Tryponossoma cruzi. Journal of health Science. v. 55, n.1, p. 31-39, 2009.

Publicado
2019-07-02
Seção
CIÊNCIAS AGRÁRIAS

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)