ANÁLISE INSTRUMENTAL EM SALSICHA: COR E TEXTURA

  • Valter Oliveira de SOUTO UFPB - Universidade Federal da Paraíba
  • Efigênia Béria de Souza SANTOS UFPB - Universidade Federal da Paraíba http://orcid.org/0000-0002-1274-0132
  • Nataly da Silva ALVES UFPB - Universidade Federal da Paraíba
  • Veridiana Fabrício do NASCIMENTO UFPB - Universidade Federal da Paraíba
  • Angélica Régis da SILVA UFPB - Universidade Federal da Paraíba

Resumo

Na indústria alimentícia, o setor de carnes representa um importante segmento. A cor em alimentos está caracterizada com mudanças intrínsecas e a textura com o comportamento do alimento ao ser manipulado e/ou ingerido. O objetivo do trabalho foi analisar instrumentalmente a cor e textura (Dureza, Elasticidade, Coesividade e Mastigabilidade) em salsichas. Foram selecionadas três marcas de salsicha comerciais (A, B e C) e os resultados submetidos ao teste de média de Tukey com nível de 5% de significância pelo programa – ASSISTAT. Os resultados de cor indicaram que a amostra “B” tem uma maior luminosidade, tornando-se mais clara e uma cor mais amarela do que as amostras “A” e “C”. E a amostra “C” tem uma menor cor vermelha comparada com as amostras “A” e “B”. No Perfil de Textura (TPA), apenas o parâmetro dureza houve diferença significativa. Portanto, a análise instrumental tem caráter positivo no controle de qualidade de alimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valter Oliveira de SOUTO, UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Graduando em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba
Efigênia Béria de Souza SANTOS, UFPB - Universidade Federal da Paraíba

Graduando de Bacharelado em Tecnologia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB - CTDR - DTA. Área de Ciências Agrárias.

Ênfase no desenvolvimento de novos produtos alimentícios, análises microbiológicas e físico-química.

Nataly da Silva ALVES, UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Graduando em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba
Veridiana Fabrício do NASCIMENTO, UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Graduando em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba
Angélica Régis da SILVA, UFPB - Universidade Federal da Paraíba
Graduando em Engenharia de Alimentos pela Universidade Federal da Paraíba

Referências

ALMEIDA, R. B.; DINIZ, W. J. S.; SILVA, P. T. V.; ANDRADE, L. P.; DINIZ, W. P. S.; LEAL, J. B. G.; BRANDESPIM, D. F. Condições Higiênico-Sanitárias da Comercialização de Carnes em Feiras Livres de Paranatama, PE. Revista Alimentar e Nutrricionista, Araraquara, v. 22, n. 4, p. 585-592, 2011.

ANDRE, T; et. al. Características Físicas, Químicas e Sensoriais de Salsichas com Redução e Substituição de Gordura Animal por Vegetal. Faculdade Jaguariúna. Instituto de Tecnologia de Alimentos. Campinas, São Paulo, 2013.

BARBUT, S. Principles of meat processing. In: The Science of Poultry and Meat Processing. 2015. Disponível em: < http://www.pouitryandmeatprocessing.com >. Acesso em: 13 set. 2017.

BARBUT, S., YOUSSEF, M.. Effect of gradual heating and fat/oil type on emulsion stability, texture, color, and microstructure of meat batters. Journal of Food Science. In press. 2016.

BRASIL. Ministério da Agricultura e do Aba1tecimento. Instrução Normativa no 04 de 31 de marco de 2000. Regulamentos técnicos de identidade e qualidade de carne mecanicamente separada, de mortadela, de linguiça, de salsicha. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, DF, 05 abr 2000, Seção 1, p. 6-10.

FONTANA, E. B,; VAZ, A. C.; ZANOTELI, C.; YAMAGUCHI, M. O estudo da carne mecanicamente separada de aves (CMS) na qualidade de salsicha. In: Encontro Anual de Iniciação Científica Universidade Estadual de Maringá, 11.; 2002. Maringá. Anais...Maringá: PIBIC/CNPq, 2002. CD-ROM.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATISTICA. Pesquisa industrial: produto 2009. Rio de Janeiro, v. 28. n. 02, 2009. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/economia/industria/pia/produtos/produto2009/defaulttabpdf.shtm >. Acesso em: 02 jun. 2017.

LOPEZ-LOPEZ, I.; COFRADES, S.; JIMENEZ-COLMENERO, F. Low-fat frankfurters enriched with n-3 PUFA and edible seaweed: Effects of olive oil and chilled storage on physicochemical, sensory and microbial characteristics. Meat Science, v. 83, p. 148-154, 2009.

PEREIRA, A. G. T.; RAMOS, E. M.; TEIXEIRA, J. T.; CARDOSO, G. P.; RAMOS, A. L. S.; FONTES, P. R. Effects of the addition of mechanically deboned poultry meat and collagen fibers on quality characteristics of frankfurter-type sausages. Meat Science, v. 89, p. 519-525, 2011.

PEREIRA, L.A. Estudo comparativo de técnicas de determinação da força de cisalhamento de carnes. 2012. 69f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2012.

RAMOS, E.M.; GOMIDE, L.A.M. Avaliação da qualidade da carne: fundamentos e metodologias. Viçosa, MG: UFV, 2007. 599p.

ROMANS, J. R.; COSTELLO, W. J.; CARLSON, C. W.; GREASER, M. L.; JONES, K. W. The meat we eat. Interstate Publishers, Danville, 2001, 1112p.

SILVA, F.A.S,; AZEVEDO, C.A.V. The ASSISTAT software version 7.7 and its use in the analysis of experimental data. African Journal of Agricultural Research. 2016; 11 (39): 3733-40.

TUORILA, H.; MONTELEONE, E. Sensory food science in the changing society: Opportunities, needs, and challenges. Trends in Food Science and Technology, v. 20, p. 54-62, 2009.

Publicado
2017-11-23
Como Citar
SOUTO, V. O. de, SANTOS, E. B. de S., ALVES, N. da S., NASCIMENTO, V. F. do, & SILVA, A. R. da. (2017). ANÁLISE INSTRUMENTAL EM SALSICHA: COR E TEXTURA. Revista Brasileira De Agrotecnologia, 7(2), 280-283. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/REBAGRO/article/view/5194
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)