Rastreamento de tuberculose por busca ativa como ferramenta de prevenção na atenção primária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18378/rebes.v14i1.10341

Resumo

O artigo aborda uma estratégia para o controle e prevenção da tuberculose, uma doença infecciosa que continua a representar um grave problema de saúde pública em diversas regiões do mundo. A busca ativa de casos, especialmente na atenção primária, surge como uma metodologia para identificar precocemente os casos da doença, permitindo um tratamento oportuno e reduzindo a transmissão na comunidade. Nesta seara, o objetivo deste estudo é analisar a eficácia da busca ativa de casos de tuberculose como instrumento de prevenção e controle da doença no contexto da atenção primária à saúde. Para tanto, foi realizada uma revisão de literatura, na qual se examinaram estudos anteriores que implementaram a busca ativa de casos em diversos contextos e avaliaram seus impactos na detecção de novos casos e na redução da incidência da tuberculose. A metodologia empregada consistiu na seleção criteriosa de artigos científicos, publicados em periódicos de renome, que abordaram o rastreamento de tuberculose através da busca ativa, focando em resultados quantitativos e qualitativos. Os resultados obtidos revelam que a implementação de programas de busca ativa de casos de tuberculose na atenção primária é capaz de aumentar a detecção precoce de casos, contribuindo para a interrupção da cadeia de transmissão e para a diminuição da carga global da doença. Ademais, evidenciou-se que a integração dessas estratégias nos serviços de atenção primária fortalece os sistemas de saúde, promove a equidade no acesso ao diagnóstico e tratamento e é custo-efetiva. Conclui-se, portanto, que a busca ativa de casos de tuberculose representa uma ferramenta indispensável na luta contra a tuberculose, ressaltando a importância de sua adoção e implementação contínua nos programas de saúde pública voltados para a atenção primária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANDRADE, M. K. de N. et al. Controle da tuberculose: busca ativa de sintomáticos respiratórios. UNASUS, v.7, n.31, 2018.

AWAD, S. F. et al. Analytical exploration of potential pathways by which diabetes mellitus impacts tuberculosis epidemiology. Scientific Reports, v. 9, n. 1, p. 8494, 2019.

AWAD, S. F.; CRITCHLEY, J. A.; ABU-RADDAD, L. J. Epidemiological impact of targeted interventions for people with diabetes mellitus on tuberculosis transmission in India: Modelling based predictions. Epidemics, v. 30, p. 100381, 2020.

CABRAL, M. C. B. et al. Busca ativa de tuberculose pulmonar em pessoas privadas de liberdade em Araripina-PE. Revista Multidisciplinar em Saúde, v. 4, n. 3, p. 500-505, 2023.

CAMPOS, H. S. Diagnóstico da tuberculose. Pulmão RJ, v. 15, n. 2, p. 92-99, 2006.

CHEADE, M. de F. M. et al. Caracterização da tuberculose em portadores de HIV/AIDS em um serviço de referência de Mato Grosso do Sul. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 42, p. 119-125, 2009.

COSTA, R. R.; SILVA, M. R.; GONÇALVES, I. C. Diagnóstico laboratorial da tuberculose: Revisão de literatura. Rev Med Minas Gerais, v. 28, n. Supl 5, p. S280525, 2018.

GIRARDI, E. et al. The global dynamics of diabetes and tuberculosis: the impact of migration and policy implications. International Journal of Infectious Diseases, v. 56, p. 45-53, 2017.

GUERRA, L. H. et al. A importância da busca ativa no tratamento da tuberculose para projetar o futuro. Revista Pró-UniverSUS, v. 6, n. 3, p. 31-33, 2015.

HERMANS, S.; HORSBURGH JR, C. R.; WOOD, R. A century of tuberculosis epidemiology in the northern and southern hemisphere: the differential impact of control interventions. PloS one, v. 10, n. 8, p. e0135179, 2015.

MILLER, T. et al. Global epidemiology of tuberculosis. In: Seminars in respiratory and critical care medicine. 333 Seventh Avenue, New York, NY 10001, USA.: Thieme Medical Publishers, 2018. p. 271-285.

MUNIZ, J. N. et al. A incorporação da busca ativa de sintomáticos respiratórios para o controle da tuberculose na prática do agente comunitário de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 10, p. 315-321, 2005.

PAREEK, M. et al. The impact of migration on tuberculosis epidemiology and control in high-income countries: a review. BMC medicine, v. 14, p. 1-10, 2016.

VAN DER WERF, M. J.; ZELLWEGER, J. P. Impact of migration on tuberculosis epidemiology and control in the EU/EEA. Eurosurveillance, v. 21, n. 12, p. 30174, 2016.

Downloads

Publicado

2024-02-03

Como Citar

Teixeira, R. L. C., Xavier, C. G. B., Lemos, L. N., Costa, T. R., Souza, I. L. de, Feitosa, G. P. S., Salviano, J. L., & Silva Filho, A. C. da. (2024). Rastreamento de tuberculose por busca ativa como ferramenta de prevenção na atenção primária. Revista Brasileira De Educação E Saúde, 14(1), 121–127. https://doi.org/10.18378/rebes.v14i1.10341

Edição

Seção

Artigos