Avaliação qualitativa de cardápios de uma escola de educação infantil do interior do Ceará

Resumo

A alimentação é um fator importante para o desenvolvimento saudável das crianças, podendo ser influenciada pelo consumo no ambiente escolar. Neste ambiente pode ser ensinado e praticado hábitos saudáveis que poderão ser levados até a idade adulta. O presente trabalho avaliou as preparações oferecidas no cardápio da educação infantil no município de Sobral, Ceará. Para tal, realizou-se um estudo com abordagem descritiva, em uma escola particular no ano de 2017. Analisou-se qualitativamente o cardápio de quatro meses pelo método Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio Escolar (AQPC Escola). De acordo com os resultados, o cardápio apresentou um bom índice de alimentos recomendados, e apenas duas categorias dos alimentos controlados foram ofertados em desacordo. Diante disto, foi verificado que as preparações possuem consideráveis pontos positivos proporcionando benefícios para a saúde dos escolares, necessitando de pequenos ajustes em relação a qualidade nutricional e sensorial dos preparos, evidenciando importância da presença de um profissional de nutrição a elaboração dos cardápios dos escolares.

Biografia do Autor

Elegisana Alves Camelo, Secretaria de Saúde do Município de Varjota, Ceará, Brasil.
Bacharel em Nutrição. Nutricionista da Secretaria de Saúde do Município de Varjota, Ceará, Brasil.
Mikaelly Lopes Melo, Centro Universitário Inta - UNINTA
Bacharel em Nutrição.Preceptora de estágio do Curso de Nutrição do  Centro Universitário Inta - UNINTA.
Jorge Luis Pereira Cavalcante, Centro Universitário Inta - UNINTA

Bacharel em Nutrição. Especialista em Dietoterapia. Mestre em Tecnologia de Alimentos. Professor do Curso de Nutrição do Centro Universitário Inta – UNINTA.

Luciana Fujiwara Aguiar Ribeiro, Universidade Federal do Ceará-UFC Campus Sobral.

Bacharel em Nutrição. Mestre em Ciência e Tecnologia do Alimentos. Doutora em Ciências Médicas. Professora do Curso de Medicina da Universidade Federal do Ceará-UFC Campus Sobral.

Mauro Vinicius Dutra Girão, Centro Universitário Inta - UNINTA
Graduado em Licenciatura em Biologia. Especialista em Gestão de Saúde Pública e Meio Ambiente. Professor dos cursos do Centro de Ciências Médicas e Odontológicas do Centro Universitário INTA - UNINTA.

Referências

ALMEIDA, A. A. S.; SILVA, S. C.; ARAÚJO, W. T. C.; VASCONCELOS, S. M. L.; MELO, M. T. S. Alimentação saudável na perspectiva multiprofissional: A experiência do Projeto “Saúde no Prato” desenvolvido na Atenção Básica. Revista Brasileira de Educação e Saúde, v.7, n.4, p.109-116, 2017.

AZEREDO, C. M.; REZENDE, L. F. M.; CANELLA, D. S.; CLARO, R. M.; PERES, M. F. T.; LUIZ, O. C. FRANÇA-JUNIOR, I.; KINRA, S.; HAWKESWORTH, S.; LEVY, R. B. Food environments in schools and in the immediate vicinity are associated with unhealthy food consumption among Brazilian adolescents. Preventive Medicine, v.88, p.73-79, 2016. 10.1016/j.ypmed.2016.03.026

BATISTA, M. S. A.; MONDINI, L.; JAIME, P. C. Ações do Programa Saúde na Escola e da alimentação escolar na prevenção do excesso de peso infantil: experiência no município de Itapevi, São Paulo, Brasil, 2014. Epidemiologia e Serviços de Saúde , v.26, n.3, p.569-578, 2017. 10.5123/s1679-49742017000300014.

BENTO, I. C.; ESTEVES, J. M. M.; FRANÇA, T. E. Alimentação saudável e dificuldades para torná-la uma realidade: percepções de pais/responsáveis por pré-escolares de uma creche em Belo Horizonte/MG, Brasil. Ciência e Saúde Coletiva, v. 20, n. 8, p. 2389- 2400, 2015.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Portaria interministerial nº 1010, de 8 de maio de 2006. Institui as diretrizes para a promoção da alimentação saudável nas escolas de educação infantil, fundamental e nível médio das redes públicas e privadas, em âmbito nacional. Diário Oficial da União; Poder executivo, 2006.

BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Resolução nº 26, de 17 de junho de 2013. Dispõe sobre o atendimento da alimentação escolar aos alunos da educação básica no âmbito do Programa Nacional de Alimentação Escolar-PNAE. Brasília, DF, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Guia alimentar para a população brasileira. Brasília, DF, 2014.

BRASIL. Vigitel Brasil 2018: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico : estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2018. Brasília: Ministério da Saúde, 2019. 132p.

BOITO, T.; HARTMANN, V.; KÜMPEL, D. A.; CARLI, G. Avaliação de Cardápios de uma escola de educação infantil. Revista Contexto & Saúde, v.19, n.36, p.14-19, 2019. 10.21527/2176-7114.2019.36.14-19

BUSSETTI, V.; HARTMANN, V.; GRIS, C. C. T.; PEREIRA, E. Análise do cardápio em escola pública e particular de educação infantil de Serafina Corrêa. Higiene Alimentar, v.33, n.288-289, p.138-142, 2019.

CARVALHO, C. A. C.; FONSÊCA, P. C. A.; PRIORE, S. E.; FRANCESCHINI, S. C. C.; NOAVES, J. F. Consumo alimentar e adequação nutricional em crianças brasileiras: revisão sistemática. Revista Paulista de Pediatria, v.33, n.2, p-211-221, 2015. 10.1016/j.rpped.2015.03.002 0103-0582

COSTA, L. P.; MELO, L. G. N. S.; DANTAS, R. F.; BEZERRA, M. S. A escola como lócus privilegiado para ações de educação alimentar e nutricional: um relato de experiências com pré-escolares. Revista Brasileira de Educação e Saúde, v.9, n.2, p.60-66, 2019.

DIAS, A. C. S.; RUFINO, D. C.; LIMA, I. R. Desenvolvimento de hábitos alimentares saudáveis no ambiente escolar. Revista Brasileira de Educação e Saúde, v.10, n.2, p.127-135, 2020.

HORTA, R. L.; ANDERSEN, C. S.; PINTO, R. O.; HORTA, B. L.; OLIVEIRA-CAMPOS, M.; ANDREAZZI, M. A. R.; MALTA, D. C. Promoção da saúde no ambiente escolar no Brasil. Revista de Saúde Pública, v.51, n.27, p.1-11, 2017. PMid:28380209. http://dx.doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051006709

LINHARES, J. L. P.; CAVALCANTE, J. L. P.; SALES, A. B; BURITI, F. C. A. Food consumption of schoolchildren from public and private schools in Mmucambo, Ceará, Brazil. Mundo da Saúde, v.42, n.2, p. 434-458, 2018. biblio-1000096

MELO, A. P. R.; NASCIMENTO, T. G.; MIRANDA, L. M.; SILVA, M. S. P.; BORBA, J. M. C.; KATZ, C. R. T. Estado nutricional, hábitos alimentares e saúde bucal em um grupo de escolares. Revista Brasileira de Ciências e Saúde, v.23, n.4, p.555-562, 2019. 10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n4.37987

MOLZ, P.; PEREIRA, C. S.; REUTER, C. P.; PRÁ, D.; FRANKE, S. I. R. Fatores associados ao consumo de cinco porções diárias de frutas e hortaliças por estudantes. Revista de Nutrição, v.32, p.1-8, 2019. 10.1590/1678-9865201932e180156

ROCHA DE MELO, A. P.; NASCIMENTO, T.; MIRANDA, L. M.; PEREIRA DA SILVA, M. S.; BORBA, J. M. C.; KATZ, C. R. T. Estado Nutricional, Hábitos alimentares e Saúde bucal em um grupo de escolares. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, v. 23, n.4, p. 555-562, 2019. 10.22478/ufpb.2317-6032.2019v23n4.37987

ROSSI, C. E.; COSTA, L. C. F.; MACHADO, M. S.; ANDRADE, D. F.; VASCONCELOS, F. A. G. Factors associated with food consumption in schools and overweight/obesity in 7 to 10-year-old schoolchildren in the state of Santa Catarina, Brazil. Ciências e Saúde Coletiva, v.24, n.2, p.443-454, 2019. 10.1590/1413-81232018242.34942016.

SANTOS, V. S.; SILVA, A. M. E. F.; ABRANCHES, M. V. Uso de técnicas gastronômicas: uma estratégia para melhorar a aceitabilidade da alimentação de pré escolares do interior de Minas Gerais. Journal of Health and Biological Sciences, v.5, n.3, p.228-233, 2017. 10.12662/2317-3076jhbs.v5i3.1210.p228-233.2017

SILVA, D. J. S.; FERRAZ, J. R. S.; SAMPAIO, L. V. A. Educação nutricional para a promoção da alimentação saudável na infância: um relato de experiência. Revista Ciência & Saberes, v. 3, n. 3, p. 659-663, 2017.

VALÉRIA, B.; VALERIA, H.; CINTIA, C.T.G.; ELOIR, P. Análise do Cardápio em Escola pública e particular de educação infantil de Serafina Corrêa. Higiene Alimentar, v.33, n.288-289, p.138-142, 2019.

VEIROS, M.; SECCHI, M. S. Avaliação Qualitativa das Preparações do Cardápio Escolar - AQPC Escola / Qualitative Evaluation of Menu Components for Schools – QEMC School. Nutrição em Pauta, v. 20, n.114, p. 3-12, 2012. ISSN 1676-2274

VIDAL, G. M.; VEIROS, M. B.; SOUSA, A. A. School menus in Santa Catarina: Evaluation with respect to the National School Food Program regulations. Revista de Nutrição, v.28, n. 3, p. 277-287, 2015. 10.1590/1415-52732015000300005.

VITOLO, M.R. Nutrição: da gestação ao envelhecimento. 2. ed. Rio de Janeiro: Rubio, 2015. 568 p.

WEFFORT, V. R. S. et al. Manual do lanche saudável. São Paulo: Sociedade Brasileira de Pediatria, 2011. 52p.

Publicado
2021-09-08
Como Citar
Camelo, E. A., Melo, M. L., Cavalcante, J. L. P., Ribeiro, L. F. A., & Girão, M. V. D. (2021). Avaliação qualitativa de cardápios de uma escola de educação infantil do interior do Ceará. Revista Brasileira De Educação E Saúde, 11(2), 218-225. https://doi.org/10.18378/rebes.v11i2.8630
Seção
Artigos