Casuística de animais silvestres no CETAS de Vitória da Conquista-BA e os impactos na saúde única

  • Erik da Silva Pinto Centro Universitário UniFTC-Departamento de Medicina Veterinária, Vitória da Conquista - Bahia https://orcid.org/0000-0001-8195-2799
  • Pollyana Silva Santos Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil

Resumo

A fauna brasileira é uma das mais diversificadas, com significativa quantidade de espécies. A retirada de excessiva de animais da natureza é considerada uma ameaça de elevada importância. Por conseguinte, os centros de triagens auxiliam na reprodução, tratamento de patologias e introdução de espécies na natureza. Assim, o presente estudo teve como objetivo mensurar a movimentação de animais silvestres no CETAS de Vitória da Conquista-BA e seus impactos na saúde única. Trata-se de um estudo descritivo, retrospectivo, quantitativo, através de dados cedidos pelo CETAS. De acordo com os resultados, o CETAS de Vitória da Conquista recebeu um número de 50.414 animais entre o período de 2000 a 2017, destacando-se os anos de 2001 e 2015 com os maiores números. Outrossim, destacam-se a região centro-sul da Bahia e as aves como origem, enfatizando-se a forma de apreensão como motivo de entrada. Assim, em sua maioria, os animais do respectivo centro de triagem têm como destino a soltura, entretanto, uma considerável parcela desses animais acabara vindo a óbito. Portanto, os dados deste estudo mostraram que o CETAS possui uma alta casuística nos últimos 17 anos. Esta informação é útil para a compreensão do comércio da fauna nativa do estado da Bahia, e orientar as ações de proteção dessas espécies e seus respectivos ambientes naturais. Pesquisas mais diversificadas e aprofundadas sobre o tema são necessárias para garantir um entendimento mais detalhado do tráfico no País.

Biografia do Autor

Erik da Silva Pinto, Centro Universitário UniFTC-Departamento de Medicina Veterinária, Vitória da Conquista - Bahia

Departamento de Medicina Veterinária, Centro Universitário UniFTC,  Vitória da Conquista, Bahia,Brasil

Pollyana Silva Santos, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade Federal da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil

Médica Veterinária, Doutora em Ciência Animal nos Trópicos, Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia (EMVZ) da Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Publicado
2021-10-11
Como Citar
da Silva Pinto, E., & Silva Santos, P. (2021). Casuística de animais silvestres no CETAS de Vitória da Conquista-BA e os impactos na saúde única. Revista Brasileira De Educação E Saúde, 11(3), 285-291. https://doi.org/10.18378/rebes.v11i3.9102
Seção
Artigos