Campanha do Outubro Rosa na atenção primária à saúde: um relato de experiência

Autores

  • Christian Gonçalves Nogueira Centro Universitário de Patos
  • Milena Nunes Alves de Sousa Centro Universitário de Patos (UNIFIP) e Faculdade São Francisco da Paraíba (FASP) https://orcid.org/0000-0001-8327-9147

DOI:

https://doi.org/10.18378/rebes.v13i3.9958

Palavras-chave:

Outubro Rosa; Atenção Primária à Saúde; Citopatológico.

Resumo

A campanha “Outubro Rosa” tem por objetivo criar estratégias de conscientização, promoção e prevenção da saúde da mulher, com o enfoque no diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer do colo do útero, aumentando a busca do autocuidado da mulher durante a campanha, o que repercute no aumento da realização da mamografia e do citopatológico preventivo. O relato de experiência em questão tem por objetivo descrever a aplicação do método do Arco de Charles Maguerez para promover estratégias de educação em saúde, através da atuação da equipe da Estratégia de Saúde da Família da Unidade Básica de Saúde Dr. Maurício de Lima Cajuaz de Malta-PB no Outubro Rosa. Nos meses de agosto e setembro foram realizados 13 e 18 exames citológicos respectivamente, entretanto, no mês de outubro foi realizado 121 exames citopatológicos. Com os resultados obtidos a partir da campanha do Outubro Rosa, é notória a aceitação da população frente a campanha, reforçada a relevância da prevenção e educação em saúde, através de estratégias que atraiam a população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milena Nunes Alves de Sousa, Centro Universitário de Patos (UNIFIP) e Faculdade São Francisco da Paraíba (FASP)

Enfermeira, Administradora e Turismóloga. Mestre em Ciências da Saúde. Doutorado e Pós-Doutorado em Promoção de Saúde. Pós-Doutora em Sistemas Agroindustriais pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Docente no Curso de Medicina do Centro Universitário de Patos (UNIFIP), Patos, Paraíba, Brasil.

Referências

ASSIS, M.; SANTOS, R. O. M.; MIGOWSKI, A. Detecção precoce do câncer de mama na mídia brasileira no Outubro Rosa. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 30, n. 1, p. 1-20, 2020.

BERBEL, N. A. N. Metodologia da Problematização: com o Arco de Maguerez. Londrina: Ed. UEL, p. 71-107, 2012.

BRASIL, Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Detecção precoce do câncer. Rio de Janeiro: INCA, 2021.

BRASIL, Instituto Nacional De Câncer. Estimativa 2020. Incidência do Câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2021.

COELHO, A. K. R. et al. Conscientização em alusão ao Outubro Rosa: vamos falar sobre câncer de mama? Research, Society and Development v. 10, n. 14, p. 1-7, 2021.

DOS SANTOS, A. G. et al. Educação em Saúde: uma experiência compartilhada com mulheres no Outubro Rosa. In: Encontro Regional Centro - Oeste 2014. Rede Unida. 2014. Disponível em: http:// conferencia2016.redeunida.org.br/ocs/index.php/regionais/centro-oeste/paper/view/166. Acesso em: 23 de abril de 2022

FARIAS, Q. L. T. et al. Acolhimento com classificação de risco na Estratégia Saúde da Família: implantação a partir do Arco de Maguerez. Revista Brasileira de Pesquisa em Saúde/Brazilian Journal of Health Research, v. 22, n. 1, p. 106–112, 2020.

FERLAY, J. et al. Cancer today. International Agency for Research on câncer, n. 15, p. 1-3, 2018.

GOUVEA, E.; ASCOLI, A.; MORAES, A. Monitoramento das ações educativas: Outubro Rosa. Revista Visão Universitária, v.1, p. 32-40, 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE CÂNCER JOSÉ ALENCAR GOMES DA SILVA (INCA). Viva Mulher 20 anos: história e memória do controle dos cânceres do colo do útero e de mama no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2018.

KESSLER, M. et al. Ações educativas e de promoção da saúde em equipes do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica, Rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde, Brasília, v. 27, n. 2, 2018.

NUNES, V. L. S. et al. A importância da educação em saúde como forma de prevenção ao câncer de mama: um relato de experiência em uma unidade básica de saúde de Palmas/TO. Revista Extensão v.4, n.2, 2020.

PONTES, B. F. et al. Outubro rosa: uma ação de cuidado no cenário das políticas públicas. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 6, p. 34504-34518, 2020.

PRADO, M.; L. et al. Arco de Charles Maguerez: refletindo estratégias de metodologia ativa na formação de profissionais de saúde. Escola Anna Nery, v. 16, p. 172-177, 2012.

SILVA, M. A. et al. Fatores que, na Visão da Mulher, Interferem no Diagnóstico Precoce do Câncer do Colo do Útero. Revista Brasileira de Cancerologia, Campo Grande, v. 1, n. 64, p. 99-106, 2018.

SILVA, R. R. D. et al. Ações do enfermeiro para prevenção e detecção precoce do câncer de mama. Saúde Coletiva, Barueri, p. 1-5, 2021.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. The World Health Organization’s Fight Against Cancer: Strategies That Prevent, Cure and Care. Disponivel em: http://www.who. int/cancer/publicat/WHOCancerBrochure2007.FINAL web.pdf. Acesso em: 23 de abril de 2022.

Downloads

Publicado

2023-08-03

Como Citar

Nogueira, C. G., & Sousa, M. N. A. de. (2023). Campanha do Outubro Rosa na atenção primária à saúde: um relato de experiência. Revista Brasileira De Educação E Saúde, 13(3), 193–200. https://doi.org/10.18378/rebes.v13i3.9958

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 1 2 3 4