Influência da administração de indometacina e leite fermentado por bactérias láticas sobre o peso de ratos

  • Cybelle Pereira de Oliveira
  • Ana Hermínia Andrade e Silva
  • Hugo Enrique Méndez Garcia
  • João Andrade da Silva

Abstract

Foram avaliados os efeitos da administração oral em 40 dias de duas marcas comerciais de leites fermentados - uma cultivada com Lactobacilus paracasei (L1) e outra com Lactobacillus casei (L2) - e de indometacina sobre o ganho de peso corpóreo e peso dos órgãos de ratos Wistar machos com 90 dias de idade. Os animais foram divididos em 6 grupos de n=10, onde, além de água e ração, receberam: leite fermentado L1 (grupo LP), leite fermentado L1 + droga (LP+D), controle água (C), droga (D), leite fermentado L2 (LC) e leite fermentado L2 + droga (LC+D), registrando-se os pesos semanais. Após o sacrifício, os rins, baços e fígados foram pesados. Os grupos LC, LC+D e LP+D não diferiram do grupo C em relação ao ganho de peso, porém LP e D apresentaram peso inferior; os grupos LP+D e LC+D apresentaram diferença em relação aos grupos C e D. Os pesos dos rins não diferiram; o baço do grupo LP apresentou menor peso em relação aos demais grupos; o grupo D apresentou peso de fígado superior ao grupo C; já LP e LC+D demonstraram pesos inferiores ao grupo C, porém os pesos dos fígados não diferiram entre todos àqueles que receberam leite fermentado adicionado à sua alimentação.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2013-10-30
How to Cite
OLIVEIRA, C. P. DE; SILVA, A. H. A. E; GARCIA, H. E. M.; SILVA, J. A. DA. Influência da administração de indometacina e leite fermentado por bactérias láticas sobre o peso de ratos. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 8, n. 4, p. 01 - 07, 30 Oct. 2013.
Section
ARTICLES