Antracnose foliar e produtividade de sorgo cultivado em áreas de várzea tropical e terras altas

Authors

  • Gil Rodrigues Santos Universidade Federal do Tocantins
  • Francismar Rodrigues Gama Universidade Federal do Tocantins
  • Artenisa Cerqueira Rodrigues Universidade Federal do Piauí
  • Aurenivia Bonifacio Universidade Federal do Tocantins
  • Evelynne Urzêdo Leão Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"

Keywords:

Colletotrichum graminicola, Sorghum bicolor, cerrado

Abstract

O sorgo é o quinto cereal mais produzido no mundo e um fator limitante à sua produção é a incidência de doenças, tais como a antracnose (Colletotrichum graminicola). Este trabalho teve por objetivo avaliar a incidência e o progresso da antracnose e a produtividade de diferentes genótipos de sorgo em condições de várzea tropical e terras altas. Para tal, foram utilizados três genótipos de sorgo: DOW 1F305, A9735R e BRS 310. Aos 30 dias após o plantio (DAP), o experimento foi implantado com a aplicação da adubação de cobertura (40 e 80 kg ha-1 de nitrogênio). A avaliação da severidade da antracnose foi realizada utilizando uma escala de notas. Na coleta, determinou-se a produtividade dos genótipos com base na massa dos grãos. Foram registrados diferentes padrões de progresso da antracnose nos genótipos avaliados quando comparadas as duas áreas de estudo. Houve diferença na produtividade de grãos em resposta às doses de nitrogênio aplicadas. A suscetibilidade do genótipo BRS 310 pode estar associada principalmente às condições de cultivo, tendo em vista sua maior sensibilidade à antracnose foliar quando cultivado em terras altas. O genótipo DOW 1F305 foi menos sensível à antracnose e apresentou menor produtividade de grãos independente da condição de cultivo.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

06-07-2015

How to Cite

SANTOS, G. R.; GAMA, F. R.; RODRIGUES, A. C.; BONIFACIO, A.; LEÃO, E. U. Antracnose foliar e produtividade de sorgo cultivado em áreas de várzea tropical e terras altas. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 9, n. 4, p. 297–301, 2015. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/2531. Acesso em: 30 may. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)