Água: Escassez, crise e perspectivas para 2050

  • M. K. L. Veriato UFCG
  • H. M. M. Barros
  • L. P. Souza
  • L. R. Chicó
  • K. X. L. Barosi

Abstract

Nosso planeta está inundado de água, porém apenas 0,3%, 105 mil km3 é água potável, estando armazenada em rios e lagos; E é essa quantidade de água que em geral é utilizada para consumo humano, animal e agrícola. Hoje em decorrência do mau uso da água o planeta vive o que se convencionou chamar crise hídrica. Diante da crise de um recurso tão importante e vital para todos, a ONU resolveu tratar do tema através de relatórios (sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos) para conscientização do planeta acerca da necessidade de se observar a questão da segurança hídrica. Nesse sentido fez previsões preocupantes para 2050 com destaque para o aumento da demanda hídrica mundial nos setores de produção e na agricultura. Toda essa demanda poderá causar um colapso de água sem precedente, diante disso se faz necessário planejamento. Uma gestão consciente e eficiente de dos recursos hídricos com vista a assegurar a todos, principalmente a população mais pobre, o progresso em cada uma das três dimensões do desenvolvimento sustentável: o desenvolvimento social, o desenvolvimento econômico e o desenvolvimento ambiental. Assegurando o desenvolvimento nesses moldes a água poderá ser um instrumento decisivo no combate a pobreza e na manutenção de um planeta mais equilibrado e harmônico.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2015-12-03
How to Cite
VERIATO, M. K. L.; BARROS, H. M. M.; SOUZA, L. P.; CHICÓ, L. R.; BAROSI, K. X. L. Água: Escassez, crise e perspectivas para 2050. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 10, n. 5, p. 17 - 22, 3 Dec. 2015.
Section
LITERATURE REVIEW