Nutrition labeling and mandatory information on different brands of powdered chocolate

Authors

  • João Vitor Fonseca Feitoza Universidade Federal de Campina Grande
  • Emanuel Neto Alves de Oliveira Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Pau dos Ferros – RN
  • Bruno Fonsêca Feitosa Técnico em Alimentos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Pau dos Ferros – RN
  • Juvêncio Olegário de Oliveira Neto Técnico em Alimentos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte, Pau dos Ferros – RN
  • Luciano Augusto Marinho Diniz Júnior Discente do curso de Publicidade e Propaganda, Universidade Potiguar, Natal-RN
  • Regilane Marques Feitosa Discente de Pós-doutorado, Universidade Federal de Campina Grande

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i3.4791

Keywords:

Label, Chocolate powder, Legislation

Abstract

Powdered chocolate is a sucrose-rich food and other ingredients such as cocoa powder. He is marketed in labeled packagings which present the nutritional information of the product as well as other obligatory items under the rules of specific national legislation. The labels allow consumers access to information on the nutritional composition of the food, enabling healthier choices for consumption. In this way, this work aims to evaluate the labels of chocolate powders commercialized in the city of Pau dos Ferros, Rio Grande do Norteand verify their conformity with the legislation in force. Ten brands of different types of powdered chocolate commercialized in different parts of the city were analyzed. Nutrition information and other mandatory information were verified using the checklist, according to mandatory data established by current legislation. It was observed that only 60% of the samples of chocolate powders were in accordance with the Brazilian legislation for nutritional information and 100% for the obligatory information. It is concluded that most brands comply with laws, however, interventions in companies are necessary to repair nonconformities through regulatory agencies such as the National Agency for Sanitary Surveillance and the Ministry of Agriculture, Supply and Livestock.

Downloads

Download data is not yet available.

References

ALEXANDRE, A.; AQUINO, A.; OLIVEIRA, E.; FROEHLICH, A. Avaliação da rotulagem de leite em pó integral comercializado em Maceió - AL. In: V Congresso de Pesquisa e Inovação da Rede Norte Nordeste de Educação Tecnológica (CONNEPI), Maceió, 2010.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. RDC n° 40, de 21 de março de 2001. Aprovar o Regulamento Técnico para Rotulagem nutricional obrigatória de alimentos e bebidas embalados.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA. Resolução RDC nº 259, de 20 de setembro de 2002. Aprova o Regulamento Técnico sobre Rotulagem de Alimentos Embalados.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Resolução RDC n° 359, de 23 de dezembro de 2003a. Aprova o Regulamento Técnico de porções de alimentos embalados para fins de rotulagem nutricional.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA. Resolução RDC n° 360, de 23 de dezembro de 2003b. Aprova o Regulamento Técnico sobre Rotulagem Nutricional de Alimentos Embalados.

BRASIL. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Lei n° 10.674, de 16 de maio de 2003c. Obriga a que os produtos alimentícios comercializados informem sobre a presença de glúten, como medida preventiva e de controle da doença celíaca.

CÂMARA, M. C. C.; MARINHO, C. L. C.; GUILAM, M. C.; BRAGA, A. M. C. B. A produção acadêmica sobre a rotulagem de alimentos no Brasil. Revista Panamericana de la Salud Pública, v.23, n.1, p.52-8, 2008.

COSTA, O. A. Avaliação de rótulos de embalagens de leites comercializados na região metropolitana de Fortaleza, Ceará. Revista de Nutrição e Vigilância em Saúde, v.1, n.1, p.18-26, 2014.

EDUARDO, M. F.; LANNES, S. C. S. Achocolatados: análise química. Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas, v.40, n.3, p.405-412, 2004.

FEITOSA, B. F.; OLIVEIRA NETO, J. O.; OLIVEIRA, E. N. A.; FEITOZA, J. V. F.; REGILANE, M. F.; DINIZ JUNIOR, L. A. M. Avaliação da rotulagem de diferentes marcas de biscoitos recheados sabor chocolate comercializados em Pau dos Ferros - RN. Revista A Barriguda, Campina Grande, v.6, n.2, p.230-241, 2016a.

FEITOSA, B. F.; MESQUITA, J. H. A.; LACERDA, C. G. S.; OLIVEIRA, E. N. A.; SOUZA, R. L. A.; OLIVEIRA, S.N. Avaliação dos rótulos de diferentes marcas de iogurte comercializados na cidade de Pau dos Ferros – RN. In: II Simpósio de Leite e Derivados de Pernambuco, UAG/UFRPE, Garanhuns, 2016b.

FONSECA, J. V. S.; ANDRADE, M. L. FEITOZA, J. V. F.; NOGUEIRA, L. P S.; SILVA, G. V. A.; CAVALCANTI, M. T. Avaliação de rótulos de biscoitos de chocolate recheados comercializados no município de Pombal – PB. Bananeiras: UFPB/ENAG, 2016, p. 398-402.

FERREIRA, M. W.; BRESSAN, M. C.; SOUZA, X. R.; VIEIRA, J. O.; FARIA, P. B.; ANDRADE, P. L. Efeito dos métodos de cocção sobre a composição química e perfil lipídico de filés de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus Linnaeus 1757). Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.31, n.3, p.798-803, 2007.

INMETRO. Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia. Regulamentos Técnicos. Portaria nº 157, de 19 de agosto de 2002. Estabelecer a forma de expressar a indicação quantitativa do conteúdo líquido dos produtos pré-medidos.

MAGALHÃES, B. N. T.; MENEZES, S. M.; FONSECA, M. T. S.; GOUVEIA, D. S. Avaliação da informação nutricional contida nos rótulos de biscoitos do tipo recheado sabor chocolate. In: Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências, Campina Grande, 2016.

MOURA, N. C.; CANNIATTI-BRAZACA, S. G.; SILVA, A. G. Elaboração de rótulo nutricional de pães de forma com adição de diferentes concentrações de linhaça (Linum usitatissimum). Alimentação e Nutrição, v.20, n.1, p.149-155, 2009.

PERTSCHY, P. Comparação do teor de sódio em alimentos convencionais, light e diet pela rotulagem dos produto. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Nutrição) - Universidade Estadual do Centro Oeste, Guarapuava, 2010.

SANTOS, D. C.; OLIVEIRA, E. N. A.; MARTINS, J. N. Avaliação da rotulagem de leite em pó integral comercializado na cidade de Campina Grande - PB. Higiene Alimentar, v. 25, n. 194/195, mar./abr. 2011.

SANTOS, R. C. O valor energético dos alimentos. Exemplo de uma determinação experimental, usando calorimetria de combustão. Química Nova, São Paulo, v.33, n.1, p.220-224, 2010.

SMITH, A. C. L.; ALMEIDA-MURADIAN, L. B. Rotulagem de alimentos: avaliação da conformidade frente à legislação e propostas para a sua melhoria. Revista do Instituto Adolfo Lutz, São Paulo, v.70, n.4, p.463-72, 2011.

YAMASHITA, A. S.; CARRIJO, K. F. Avaliação da rotulagem de patês de diferentes marcas produzidos em indústrias com serviço de inspeção sanitária oficial e comercializados no município de Uberlândia, Minas Gerais, Brasil. Enciclopédia Biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v. 10, n. 19; p.271-283, 2014.

Published

01-07-2017

How to Cite

FEITOZA, J. V. F.; OLIVEIRA, E. N. A. de; FEITOSA, B. F.; OLIVEIRA NETO, J. O. de; DINIZ JÚNIOR, L. A. M.; FEITOSA, R. M. Nutrition labeling and mandatory information on different brands of powdered chocolate. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 547–551, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i3.4791. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4791. Acesso em: 25 may. 2024.

Issue

Section

FOOD SCIENCES

Most read articles by the same author(s)

<< < 1 2