Dinâmica espacial dos parâmetros físicos e químicos da água em viveiros de piscicultura

Authors

  • José Mário Lopes da Rocha IFTO
  • Antonio Clementino dos Santos Universidade Federal do Tocantins
  • Danilo Gomes de Oliveira IFTO
  • Otacilio Silveira Júnior UFT
  • Elisson Gomes da Silva UFT
  • Caio Leonardo Silva Ferreira UFT

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i3.4844

Keywords:

Piscicultura, Krigagem, Variabilidade.

Abstract

O Brasil apresenta características que podem fazer do seu território o grande celeiro mundial para produção de organismos piscícolas cultivados. No entanto, para isso, é fundamental estudar os parâmetros físico e químico da água das áreas de cultivo, para que se possam buscar estratégias para evitar erros de manejos. Com isso, objetivou-se avaliar a dinâmica espacial dos parâmetros físicos e químicos da água de viveiros de piscicultura e sua relação de dependência. O estudo foi realizado em um viveiro escavado em terreno natural, localizado em uma propriedade, adjacente à fazenda experimental da escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, da Universidade Federal do Tocantins, no município de Araguaína. Os pontos para coleta no grid foram obtidos através de GPS, considerando as dimensões da área total. Em cada ponto georreferenciado, foram realizadas coletas em duas profundidades diferentes, uma a 20 cm da superfície da água (profundidade 1), e outra a 20 cm do fundo do tanque (profundidade 2), totalizando 108 amostras. Ocorreu grande variabilidade entre as profundidades para maioria das variáveis. Na estatística descritiva foi observado coeficiente de variação de grau moderado apenas para oxigênio dissolvido. Na análise dos semivariogramas, apenas a variável condutividade elétrica demonstrou efeito pepita puro. Foi verificada dependência espacial entre as variáveis estudadas nas duas profundidades. Através da geoestatística, foi possível evidenciar alteração na distribuição espacial dos parâmetros físicos e químicos: oxigênio dissolvido, temperatura da água e pH, mas não foi útil para condutividade elétrica, dada sua baixa variabilidade espacial. Os parâmetros físicos e químicos da água dos tanques de piscicultura são influenciados pelas práticas de manejo, sendo facilmente detectado através dos mapas de isolinhas.

Spatial dynamics of the physical and chemical parameters of water in fish farms

Abstract: Brazil presents, characteristics that can make of its territory, the world's great barn for the production of cultivated fish organisms. However, for this it is fundamental to study the physical and chemical parameters of the water in the growing areas, so that strategies can be sought to avoid handling errors. The aim of this study was to evaluate the spatial dynamics of the physical and chemical parameters of fish pond water and their relationship of dependence. The study was carried out in a nursery excavated on natural land, located on a property, adjacent to the experimental farm of the Veterinary Medicine and Animal Science School, Federal University of Tocantins, in the municipality of Araguaína. The points for collection on the grid were obtained by GPS, considering the size of the total area. In each georeferenced point samplings were performed in two different depths, one 20 cm from the tank bottom (depth first) and the other at 20 cm from the water surface (depth 2) totaling 108 samples. There was major variation between depths for most variables. Descriptive statistics was observed moderate variation coefficient only for dissolved oxygen. In the analysis of semivariograms, only the variable electrical conductivity showed pure nugget effect. spatial dependence was found between the variables at both depths. The mesh used was effective in showing the spatial distribution of physical - chemical parameters: dissolved oxygen, water temperature and pH, but it was not useful for electrical conductivity, given its low spatial variability. The physical and chemical parameters of the water of the fish ponds are influenced by the management practices, being easily detected through the isoline maps.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

José Mário Lopes da Rocha, IFTO

Professor IFTO

Antonio Clementino dos Santos, Universidade Federal do Tocantins

Prof. Adjunto III UFT - Agronomo, Doutor em Tecnologia Energéticas e Nucleares

Danilo Gomes de Oliveira, IFTO

Engenheiro Agrícola IFTO

Otacilio Silveira Júnior, UFT

Pós-Doutorando UFT

Elisson Gomes da Silva, UFT

Zootecnista UFT

Caio Leonardo Silva Ferreira, UFT

Mestre em Zootecnia

References

ARAUJO, D. M.; FERNANDES JUNIOR, A. C.; TEIXEIRA, C. P.; PEZZATO, L. E.; BARROS M. M. Perfil hematológico de tilápias-do-nilo alimentadas com dietas contendo diferentes lipídeos e estimuladas por baixa temperatura. Revista Caatinga, Mossoró, v. 28, n. 1, p. 220 – 227, 2015.

BAMBI, P.; DIAS, C. A. A.; SILVA, V. P. Produção Primária do Fitoplâncton e as suas relações com as principais variáveis limnológicas na Baía das Pedras, Pirizal Nossa senhora do Livramento, Pantanal de Poconé – MT. Revista Uniciências, v.12, 2008, p. 47 – 64.

CERQUEIRA, V. R. Cultivo de robalopeva (Centropomus parallelus). In: BALDISSEROTTO, B.; GOMES, L. de C. (Ed.). Espécies nativas para piscicultura no Brasil. 2.ed. Santa Maria: UFSM, p.489-520, 2010.

DALCHIAVON, F. C.; CARVALHO, M. P.; ANDREOTTI, M.; MONTANARI, R. Variabilidade espacial de atributos da fertilidade de um Latossolo Vermelho Distroférrico sob Sistema Plantio Direto. Revista Ciência Agronômica. Fortaleza, v. 43, n. 3, 2012.

ESTEVES, F. A. Fundamentos de limnologia. Rio de Janeiro: Interciências/ FINP, 602p. 1988.

LITTLE, T. M.; HILLS, F. J. Agricultural experimentation. New York: J. Wiley & Sons, 1978. 350p.

LIMBERGER, L.; CORRÊA, G. T. Diagnóstico ambiental do ribeirão Lindóia (Londrina-PR). Aspectos físico-químicos e bacteriológicos. Revista Eletrônica da Associação de Geógrafos Brasileiros, v.2, n.2, p.16-23, 2005.

MACEDO, C. F.; SIPAÚBA-TAVARES, L. H. Eutrofização e qualidade da água na piscicultura: consequências e recomendações. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, v.36, n.2, p.149 – 163, 2010.

MALLASEN, M.; CARMO, C. F.; TUCCI, A.; BARROS, H. P.; ROJAS, N. E. T.; FONSECA, F. S.; YAMASHITA, E. Y.; Qualidade da água em sistema de piscicultura em tanques-rede no reservatório de ilha solteira, sp. Boletim do Instituto de Pesca, São Paulo, v.38, n.1, p.15 – 30, 2012.

MILES, D. M.; ROWE, D. E.; OWENS, P. R. Winter broiler litter gases and nitrogen compounds: temporal and spatial trends. Atmospheric Environment, v.42, p.3351-3363, 2008.

OLIVEIRA, R. Nota Técnica: Panorama Geral da Aquicultura no Brasil. Associação Para a Produção Sustentável (APS). Ituberá – Bahia – Brasil. Ed. 1, outubro de 2009.

PLANT, R. E. Site specifies management: the application of production of information technology to crop production. Computers and Electronics in Agriculture, Amsterdam, v. 30, n.1, p. 9 - 29, 2001.

ROBERTSON, G. P. Geostatistics for the environmental sciences – GS+ User’s guide. Plainwell: Gamma Design Soffware, 1998. 152p.

SIDONIO, L.; CAVALCANTI, I.; CAPANEMA, L.; MORCH, R.; MAGALHÃES, G.; LIMA, J.; BURNS, V.; ALVES JÚNIOR, A. J.; MUNGIOLI, R. Panorama da aquicultura no Brasil: desafios e oportunidades. BNDES Setorial 35, p. 421 – 463, 2012.

SILVA, S. F; FERRARI, J. L. Variabilidade espacial de parâmetros físico-químicos da água em viveiros de piscicultura. In: II Simpósio de Geoestatística em Ciências Agrárias, 2011, Botucatu. Anais... Botucatu: UNESP, 2011, p. 35 – 41.

SILVA, S. F; FERRARI, J. L. Análise espacial de atributos físico químicos da água em viveiros de piscicultura com geometrias diferentes. Enciclopédia Biosfera, v.8, N.14; p. 5 1, 2012.

SILVA, E. G; SANTOS, A. C; FERREIRA, C. L. S; SOUSA, J. P. L; ROCHA, J. M. L; SILVEIRA, O. J. Variabilidade espacial das características ambientais e peso de frangos de corte em galpão de ventilação negativa. Revista Brasileira de Saúde Produção Animal, v.14, n.1, p.132-141 2013.

VIEIRA, S. R. Geoestatística em estudos de variabilidade do solo. In: NOVAIS, P. F.; ALVAREZ, V. H.; SCHAEFER, C. E. G. R. (Eds.) Tópicos em ciência do solo. Sociedade Brasileira de Ciência do Solo. v. 1, p.1- 54, 2000.

WARRICK, A. W.; NIELSEN, D. R. Spatial variability of soil physical properties in the field. In: HILLEL, D. (Ed.). Applications of soil physics. New York: Academic, p.319-344, 1980.

XIE, S.; ZHENG, K.; CHEN, J.; ZHANG, Z.; ZHU, X.; YANG, Y. Effect of water temperature on energy budget of Nile tilapia, Oreochromis niloticus. Aquaculture Nutrition, v.17, p.683-690, 2011.

Published

01-07-2017

How to Cite

ROCHA, J. M. L. da; SANTOS, A. C. dos; OLIVEIRA, D. G. de; SILVEIRA JÚNIOR, O.; SILVA, E. G. da; FERREIRA, C. L. S. Dinâmica espacial dos parâmetros físicos e químicos da água em viveiros de piscicultura. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 3, p. 602–606, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i3.4844. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4844. Acesso em: 18 apr. 2024.

Issue

Section

ZOOTECHNY

Most read articles by the same author(s)