Calotropis procera (Ait.) Apocynaceae grown on organic substrates

Authors

  • Francisco José Carvalho Moreira Instituto Federal do Ceará
  • Ademir Silva Menezes Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará
  • Francisco Mikael Oliveira Nascimento Instituto Federal do Ceará
  • Maria Elisâgela Souza Silva Instituto Federal do Ceará
  • Luis Gonzaga Pinheiro Neto Instituto Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v13i2.5645

Keywords:

Spontaneous plants, Germination, Organic matter, Carnauba straw.

Abstract

There are several sources of organic inputs that can be used in the agricultural environment for the production of seedlings. The objective of this work was to evaluate the percentage of emergence of jealous seedlings (Calotropis procera) and their initial growth in different substrates, in order to determine which of the substrates presents the best behavior for this species. The experiment was conducted at the Federal Institute of Ceará Campus Sobral, with twelve sand substrates; Ground; Goat manure; Bagana; coconut fiber; Sand + manure; Sand + coconut fiber; Sand + bagana; Soil + goat manure; Solo + coconut fiber; Solo + bagana; Soil + goat manure + bagana) with four replicates. The percentage of emergence, plant height, stem diameter and leaf number, root length, dry shoot mass and root dry mass of jealous plants were measured. The substrates when combined with coconut fiber, bagana and goat manure provide better conditions of vigor and better development of the aerial part of the plants of jealousy. The substrates considered not ideal for emergence of C. procera seedlings are manure goat and soil + goat manure.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Francisco José Carvalho Moreira, Instituto Federal do Ceará

Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal do Ceará (2005); Mestrado em Agronomia/Fitotecnia/Fitossanidade pela Universidade Federal do Ceará (2007). Doutorando em Biotecnologia (Biotecnologia em Recursos Naturais) na RENORBIO/UFRN. Atuou como Extencionista da EMATER - CE, como Agente Master em Floricultura, na Região do Cariri, de outubro de 2007 a abril de 2010. Tem experiência na área de Agronomia/Fitotecnia/Fitossanidade, com ênfase principalmente nos seguintes temas: Levantamento, identificação e controle alternativo de nematoide das galhas com óleos essenciais/extratos vegetais, plantas antagônicas; Produção de mudas espécies nativas, cultivadas e medicinais; Superação da dormência em sementes de espécies nativas; Aspectos fitotécnicos de plantas medicinais, aromáticas e ornamentais; Ultimamente desenvolve trabalhos na área de Biotecnologia, na prospecção, extração, purificação, caracterização e avaliação de moléculas bioativas de plantas da Caatinga no controle de nematoides das galhas e desenvolvimento de sistemas para aplicação destes compostos. É Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará - IFCE, Campus de Sobral, ministrando disciplinas dos Cursos de Técnico em Fruticultura e Agropecuária e no Tecnológico em Irrigação e Drenagem. É líder do Grupo de Pesquisa Centro de Estudos da Sustentabilidade da Agricultura Irrigada - CESAI. Foi Coordenador do Eixo Tecnológico de Recursos Naturais de maio de 2012 a julho de 2014.

Ademir Silva Menezes, Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará

Graduado em Tecnologia de Irrigação e Drenagem, pelo Instituto Federal do Ceará - Campus de Sobral, Mestrado em Agromonia - Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente é pesquisador do Centro de Estudo em Sustentabilidade na Agricultura Irrigada - CESAI, no IFCE Campus Sobral, atuando na área de Agronomia com ênfase em Manejo e Conservação do solo e água, fisica do solo, fertilidade do solo e aplicação de insumo natural no solo.

Francisco Mikael Oliveira Nascimento, Instituto Federal do Ceará

Possui graduação em Tecnlogia em Irrigação e drenagem pelo Instituto federal de educaçao do ceara(2017). Tem experiência na área de Engenharia Agrícola.

Maria Elisâgela Souza Silva, Instituto Federal do Ceará

Estudante do Curso de Tecnologia em Irrigação e Drenagem, do IFCE - Campus de Sobral. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitossanidade - Nematologia. Ainda em Produção de mudas.Trabalha como voluntária no sindicato dos produtores rurais de Moraújo-Sinrural.

Luis Gonzaga Pinheiro Neto, Instituto Federal do Ceará

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Ceará (1999), mestrado em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal do Ceará (2003) e doutorado em Fitotecnia pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (2009). Analista de risco agropecuário da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (2006-2009), bolsista na Embrapa Agroindustria Tropical. Foi do Programa Nacional de Pos-Doutorado (PNPD-Capes) no Departamento de Engenharia Agrícola da UFC. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Engenharia de Água e Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: defesa agropecuária, fruticultura irrigada, estresse hidríco. Foi Professor do Instituto Federal de Roraima - Campus Amajari e, atualmente é professor do IFCE - Campus Sobral.

References

ALEXANDRE, R. S.; WAGNER JUNIOR, A.; NEGREIROS, J. R. S.; BRUCKNER, C. H. Estádio de maturação dos frutos e substratos na germinação de sementes e desenvolvimento inicial de plântulas de jabuticabeira. Revista Brasileira de Agro ciência, v.12, n.2, p.227-230, 2006.

ARAÚJO, L. H. B.; CHAGAS, K. P. T.; NÓBREGA, C. C.; ARAÚJO, F. S.; VIEIRA, F. A. Efeito do esterco na emergência e crescimento inicial de plântulas de Sterculia foetida L. Nativa: pesquisas agrárias e ambientais, v. 03, n. 01, p. 22-26, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.14583/2318-7670.v03n01a04

ARAÚJO, W. B. M.; ALENCAR, R. D.; MENDONÇA, V.; MEDEIROS, E. V.; ANDRADE, R. C.; ARAÚJO, R. R. Esterco caprino na composição de substratos para formação de mudas de mamoeiro. Ciência e Agrotecnologia, v. 34, n. 1, p. 68-73, 2010.

BARROS, F. E. V.; SOUSA, M. G. T.; COSTA, J. L.; OLEA, R. S. G.; FREIRE, S. M. F.; BORGES, A. C. R.; BORGES, M. O. R. Avaliação das atividades analgésica e antinflamatória do extrato metanólico de Calotropis procera, R. Br. (ciúme). Revista Infarma - Ciências Farmacêuticas, v. 16, nº. 9/10, p. 60 – 64, 2004.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília, DF: MAPA/ACS, 365p. 2009.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Plano Estadual dos Recursos Hídricos do Ceará: dados climatológicos de Sobral – CE (1961 – 1988). Brasília, 1990.

CARNEIRO, J. G. A. Variações na metodologia de produção de porta-enxerto florestais afetam os parâmetros morfofisiológicos que indicam a sua qualidade. FUPEF: Curitiba, n.12, p.1-40. 1983.

DIAS, M. A.; LOPES, J. C.; CORRÊA, N. B.; DIAS, D. C. F. S. Germinação de sementes e desenvolvimento de plantas de pimenta malagueta em função do substrato e da lâmina de água. Revista Brasileira de Sementes, v. 30, n. 3, p. 115-121, 2008.

DICKSON, A.; LEAF, A. L.; HOSNER, J. F. Quality appraisal of white spruce and white pine seedling stock in nurseries. The Forestry Chronicle, v. 36, p. 10-13,1960.

FABRICANTE, J. R.; OLIVEIRA, M. N. A.; SIQUEIRA-FILHO, J. A. Aspecto da ecologia de Colatropis procera (Apocynaceae) em uma área de Caatinga alterada pelas obras do projeto de Integração do Rio São Francisco em Mauriti, CE. Rodriguésia-Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, v. 64, n. 3, p. 647-654, 2013.

GALLEGOS-OLEA, R. S.; BORGES, M. O. R.; BORGES, A. C. R.; FREIRE, S. M. F.; SILVEIRA, L. M. S.; VILEGAS, W. Flavonoides de Calotropis procera R. Br. (Asclepiadeceae). Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 18, n. 4, p. 627-648, 2008.

GARCEZ, B. S.; CÂMARA, C. S.; VASCONCELOS, V. R. Utilização da flor de seda (Calotropis procera) e do mata-pasto (Senna obtusifolia) na alimentação de ruminantes. Revista eletrônica Nutritime, v. 11, n. 3, p.3500-3507, 2014.

GOMES, J. M.; COUTO, L.; LEITE, H. G.; XAVIER, A.; GARCIA, S. L. R. Parâmetros morfológicos na avaliação da qualidade de mudas de Eucalyptus grandis. Revista Árvore, v. 26, n. 6, p.655-664, 2002.

JOLY, A. B. Botânica. Introdução à taxonomia vegetal. 5. ed. São Paulo: Nacional, 777p. 1979.

LABORIAU, L. G., VALADARES, M. B. On the germination of seeds of Calotropis procera. Anais da Academia Brasileira de Ciências, v, 48, p. 174-186, 1976.

LINDLEY, J. Flora Médica. Ajay Book Services, New Delli. 375p. 1985.

MELLO, M. M.; VAZ, A. A.; GONÇALVES, L. C.; SATURNINO, H. M. Estudo fitoquímico da Calotropis procera Ait., sua utilização na alimentação de caprinos: efeitos clínicos e bioquímicos séricos. Revista Brasileira Saúde Produção Animal, v. 2, p. 15-20, 2001.

MENEZES, A. S.; MOREIRA, F. J. C.; SOUZA, M. C. M. R.; SILVA, M. C. B. Efeito do substrato no processo de germinação em duas variedades de mamão. Revista Agrogeoambiental, v. 5, n. 3, 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v5n32013516

OLIVEIRA-BENTO, S. R. S.; TORRES, S. B.; OLIVEIRA, F. N.; PAIVA, E. P.; BENTO, D. A. V. Biometria de frutos e sementes e germinação de Calotropis procera Aiton (Apocynaceae). Revista Bioscience Journal, v. 29, n. 5, p. 1194-1205, 2013.

OLIVEIRA, V. M.; SOUTO, J. S. Estimativa da produção de biomassa de Calotropis procera (Ait) R. Br., e avaliação de sua composição química no Estado da Paraíba. Revista Verde, v. 4, n. 1, p. 161-161, 2009.

SILVA, C. G.; MARINHO, M. G. V.; LUCENA, M. F. A.; COSTA, J. G. M. Levantamento etnobotânico de plantas medicinais em área de Caatinga na comunidade do Sítio Nazaré, município de Milagres, Ceará, Brasil. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v.17, n.1, p.133-142, 2015.

SILVA, F. A. S.; AZEVEDO, C. A. V. The Assistat Software Version 7.7 and its use in the analysis of experimental data. African Journal of Agricultural Research, v.11, n.39, p.3733-3740, 2016. https://doi. org/10.5897/AJAR2016.11522.

TANIRA, M. O. M. Antimicrobial and phytochemical screening of medicinal plants of the United Arab Emirates. Journal of Ethnopharmacology, v. 41, p. 201-205, 1994.

TORRES, J. F.; BRAGA, A. P.; LIMA, G. F. C.; RANGEL, A. H. N.; LIMA JÚNIOR, D. M.; MACIEL, M. V.; OLIVEIRA, S. E. O. Utilização do feno de flor-de-seda (Calotropis procera Ait. R. Br) na alimentação de ovinos. Acta Veterinária Brasílica, v. 4, n. 1, p. 42-50, 2010.

WAGNER JUNIOR, A.; ALEXANDRE, R. S.; NEGREIROS, J. R. S.; PIMENTEL, L. D.; SILVA, J. O. C.; BRUCKNER, C. H. Influência do substrato na germinação e desenvolvimento inicial de plantas de maracujazeiro amarelo (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg). Ciência e Agrotecnologia, v. 30, n. 4, p. 643-647, 2006.

ZIETEMANN, C.; ROBERTO, S. R. Produção de mudas de goiabeira (Psidium guajava L.) em diferentes substratos. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 29, n.1, p.137-142, 2007.

Published

01-04-2018

How to Cite

MOREIRA, F. J. C.; MENEZES, A. S.; NASCIMENTO, F. M. O.; SILVA, M. E. S.; PINHEIRO NETO, L. G. Calotropis procera (Ait.) Apocynaceae grown on organic substrates. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 13, n. 2, p. 260–264, 2018. DOI: 10.18378/rvads.v13i2.5645. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/5645. Acesso em: 25 may. 2024.

Issue

Section

SCIENTIFIC NOTE

Most read articles by the same author(s)