DNA of Solenidium lunatum (Lindl.) Kraenzl (Orchidaceae)

Authors

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v14i2.6072

Keywords:

CTAB, Genetic diversity, Molecular markers, Orchid

Abstract

Molecular characterization and genetic diversity studies based on molecular markers require a quality DNA, free of contaminants such as phenols and polysaccharides, and also a sufficient quantity to perform polymerase chain reactions (PCR). Plant DNA extraction protocols are mostly based on the CTAB (Cetyltrimethylammonium Bromide) method, however due to the particularities of each plant, adjustments are required regarding the reagents used and the amount of them. The objective of this study was to evaluate different concentrations of CTAB and β-mercaptoethanol in the DNA extraction protocol of Solenidiumlunatum (Lindl.) Kraenzl (Orchidaceae), aiming future studies of genetic diversity using molecular markers. For the CTAB, 2% and 5% concentrations were tested, while for β-mercaptoethanol, 0% and 2% weretested. To verify if the extracted material was amenable to amplification, tests were performed with three primers ISSR (Inter Simple Sequence Repeats). The results indicated that all the methods were efficient in extracting DNA with quantity and quality required to perform PCRs. However, it is recommended to use the 2% CTAB protocol without addition of β-mercaptoethanol, since no significant differences in amplification results were found. The use of this protocol produces a quality material, capable of amplification, with reduction of costs and risk of intoxication.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Elisa dos Santos Cardoso, Universidade do Estado de Mato Grosso

Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1999), especialista em Biologia pela Universidade Federal de Lavras (2002), Licenciatura em Química pelo Instituto Federal de Mato Grosso (2013), Mestre em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), doutoranda da Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal - BIONORTE . Atualmente é professora da Escola Estadual ´19 de Julho´, no município de Peixoto de Azevedo/MT-Brasil.

Joameson dos Santos Lima, Universidade do Estado de Mato Grosso

Graduado em Engenhearia Florestal pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Mestrando do Programa de Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade do Estado de Mato Grosso, com o Projeto "Adaptabilidade e Estabilidade de Híbridos de Milho (Zea mays L.) em Diferentes Ambientes do Norte de Mato Grosso''. Tem experiência em genética molecular, biologia reprodutiva de espécies nativas, alelopatia e citotoxidade de espécies medicinais e tecnologia da madeira (propriedades físicas: umidade, densidade, contração e inchamento da madeira).

Cyntia Beatriz Magalhães Farias, Universidade do Estado de Mato Grosso

Nascida em Alta Floresta - MT,concluiu a graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT/AF) no ano de 2008. Atualmente é estagiária voluntária no laboratório de Citogenética Vegetal e Cultura de Tecidos da UNEMAT/AF.

Juliana de Freitas Encinas Dardengo, Universidade do Estado de Mato Grosso

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (2009), especialização em Didática do Ensino Superior pela Faculdade de Alta Floresta (FAF) (2012), mestrado em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) (2014) e doutorado em Biodiversidade e Biotecnologia pelo Programa de Pós-graduação da Rede Bionorte (PPG-Bionorte-MT) (2017). Atualmente é bolsista PNPD junto ao Programa de Pós-graduação em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos.

Ana Aparecida Bandini Rossi, Universidade do Estado de Mato Grosso

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1996), mestrado em Botânica pela Universidade Federal de Viçosa (2003) e doutorado em Genética e Melhoramento pela Universidade Federal de Viçosa (2007). Atualmente é professora adjunta da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Tem experiência na área de Biologia Geral, com ênfase em Genética Vegetal, Biologia Molecular e Biologia da Conservação, atuando principalmente nos seguintes temas: Biologia Reprodutiva Vegetal, Filogeografia Molecular, Diversidade Genética Vegetal e conservação dos Recursos Naturais. Participa como orientadora dos Programas de Pós Graduação: Mestrado em Biodiversidade e Agroecossistemas Amazônicos, Genética e Melhoramento de Plantas e do Doutorado Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal, da Rede Bionorte.

References

BARROS, F. DE; VINHOS, F.; RODRIGUES, V. T.; BARBERENA, F. F. V. A.; FRAGA, C. N.; PESSOA, E. M.; FORSTER, W.; MENINI NETO, L.; FURTADO, S. G.; NARDY, C.; AZEVEDO, C. O.; GUIMARÃES, L. R. S. Orchidaceae in Lista de Espécies da Flora do Brasil. Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Disponível em: <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/jabot/floradobrasil/FB20200>. 2015. Acesso em 12 mar 2019.

CARINI, S.; RICHETTI, E.; BAGATINI, K. P. Identificação de espécies nativas das florestas ombrófila mista e estacional decidual com potencial ornamental. Unoesc & Ciência - ACBS, v.5, n.2, p.165-172, 2014.

DALBOSCO, E. Z.; SILVA, C. G.; MELHORANÇA, E. A. L.; MIRANDA, A. F.; SILVA, C. S. Otimização do protocolo para extração de DNA genômica de Epidendrum viviparumLindl. (Orchidaceae). Enciclopédia Biosfera, v.11, n.21, p.3236-3243, 2015.

DANNER, M. A.; SASSO, S. A. Z.; BITTENCOURT, J. V. M.; SACHET, M. R. Proposta de protocolo para extração de DNA de jabuticabeira. Ciência Florestal, v.21, n.2, p.363-367, 2011. 10.5902/198050983241.

DEHESTANI, A.; TABAR, S. K. K. A rapid efficient method for DNA isolation from plants with high levels of secondary metabolites. Asian Journal of Plant Sciences, v.6, n.6, p.977-981, 2007. 10.3923/ajps.2007.977.981.

DEVI, K. D.; PUNYARANI, K.; SINGH, N. S.; DEVI, H. S. An efficient protocol for total DNA extraction from the members of order Zingiberales – suitable for diverse PCR based downstream applications. Springer Plus, 2: 669, 2013. 10.1186/2193-1801-2-669.

DORNELES, L. T.; TREVELIN, V. Aclimatação e reintrodução de Cattleya intermediaGrahan ex Hook. (Orchidaceae) obtidas por propagação in vitro. Iheringia Série Botânica, v.66, n.2, p.167-174, 2011.

DOYLE, J. J; DOYLE, J. L. A rapid DNA isolation procedure for small amounts of fresh leaf tissue. Phytochemical Bulletin, v.19, p.11–15, 1987.

ENDRES JR, D.; SASAMORI, M. H.; SILVEIRA, T.; SCHMITT, J. L.; DROSTE, A. Reintrodução de Cattleya intermedia Graham (Orchidaceae) em borda e interior de um fragmento de Floresta Estacional Semidecidual no sul do Brasil. Revista Brasileira de Biociências, v.12, n.1, p.33-40, 2015.

GRIFFITHS, A. J. F.; LEWONTIN, R. C.; CARROLL, S. B.; WESSLER, S. R. Introdução à Genética. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 10ª ed., 2013. 736p.

LAURANCE, W. F.; VASCONCELOS, H. L. Consequências ecológicas da fragmentação florestal na Amazônia. Oecologia Brasiliensis, v.13, n.3, p.434-451, 2009. 10.4257/oeco.2009.1303.03.

MERCK S/A Brasil. Ficha de Informação de Segurança de Produto Químico - FISPQ β-mercaptoetanol para síntese. 2017

OLIVEIRA, L. V. R.; FARIA, R. T.; RUAS, C. F.; RUAS, P. M.; SANTOS, M. O.; CARVALHO, V. P. Genetic Analysis of Species in the Genus Catasetum (Orchidaceae) using RAPD Markers. Brazilian Archives of Biology and Technology, Curitiba, v.53, n.2, p.375-387, 2010. 10.1590/S1516-89132010000200017.

QUEIROZ, F. A. Impactos da sojicultura de exportação sobre a biodiversidade do Cerrado. Sociedade & Natureza, v.21, n.2, p.193-209, 2009. 10.1590/S1982-45132009000200013.

RODRIGUES, J. F. Delimitação de espécies e diversidade genética no complexo Cattleya coccinea Lindl. e C. mantiqueirae (Fowlie) Van den Berg (Orchidaceae) baseada em marcadores moleculares ISSR. 2010. 81f. Dissertação (Mestrado Genética e Melhoramento de Plantas) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba.

ROMANO, E.; BRASILEIRO, A. C. M. Extração de DNA de plantas. Biotecnologia, Ciência e Desenvolvimento, n.9, p.40-43, 1999.

ROSSI, A. A. B.; SILVA, I. V.; LAVEZO, A.; DARDENGO, J. F. E.; EBÚRNEO, L.; BONFANTE, L. V. Extração e amplificação de DNA de seis espécies de Catasetum nativas da Amazônia Meridional. Revista de Ciências Agroambientais, v.12, n.2, p.133-137, 2014.

SCHMITT, K. F. M.; SILVA, B. M.; ROSSI, A. A. B.; SANDER, N.; SILVA, C. J. Estabelecimento e otimização de protocolo para extração e amplificação de DNA em tecido foliar de Curcuma longa L.. Enciclopédia Biosfera, v.10, n.18, p.1560 - 1568, 2014.

SILVA, B. M.; DALBOSCO, E. Z.; BOTINI, N.; FARIA, R. B.; ROSSI, A. A. B. Protocolo para extração de DNA genômico de Anarcadium giganteum W. Hancock ex Engl. (Anarcadiaceae). Enciclopédia Biosfera, v.10, n.19, p.2401-24-7, 2014.

SILVA, M. N. Extração de DNA genômico de tecidos foliares maduros de espécies nativas do cerrado. Revista Árvore, v.34, n.6, p.973-978, 2010. 10.1590/S0100-67622010000600002.

SOARES, F. S.; OLIVEIRA, F. T.; BORGES, N. M.; SILVA, B. M.; ROSSI, A. A. B. Otimização de protocolo para extração de DNA de tecido foliar de duas espécies de ingazeiro. Enciclopédia Biosfera, v.13, n.24, p.795-802, 2016. 10.18677/EnciBio_2016B_074.

SOUZA, G. A.; CARVALHO, M. R. O.; MARTINS, E. R.; GUEDES, R. N. C.; OLIVEIRA, L. O. Diversidade genética estimada com marcadores ISSR em populações brasileiras de Zabrotes subfasciatus. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.43, n.7, p.843-849, 2008. 10.1590/S0100-204X2008000700008.

ZORTÉA, K. E. M.; MIKOVSKI, A. I.; CASTRILLON, R. G.; RUZZA, D. A. C.; ROSSI, A. A. B. Estabelecimento de protocolo de extração de DNA para Eugenia stipitata Mc. Vaung, visando estudos moleculares. Enciclopédia Biosfera, v.13, n.24, p.495-502, 2016. 10.18677/EnciBio_2016B_045.

Published

01-04-2019

How to Cite

CARDOSO, E. dos S.; LIMA, J. dos S.; FARIAS, C. B. M.; DARDENGO, J. de F. E.; ROSSI, A. A. B. DNA of Solenidium lunatum (Lindl.) Kraenzl (Orchidaceae). Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 14, n. 2, p. 246–251, 2019. DOI: 10.18378/rvads.v14i2.6072. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/6072. Acesso em: 30 may. 2024.

Issue

Section

INTERDISCIPLINARY

Most read articles by the same author(s)