COMPOSTAGEM DE RESÍDUOS SÓLIDOS

Francisco Ariclenes Olinto, Fabio Duarte de Andrade, José Raimundo de Sousa Júnior, Saulo Soares da Silva, Gabriel Dourado da silva

Resumo


Resíduos são os resultados de processos de diversas atividades da comunidade, sendo de origem industrial, doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, de serviços e ainda da varrição pública. Os resíduos apresentam-se nos estados sólido, gasoso e líquido. Produzidos em todos os estágios das atividades humanas, os resíduos, em termos tanto de composição como de volume, variam em função das práticas de consumo e dos métodos de produção. Para solucionar a problemática que envolve os resíduos sólidos, como deposição inadequada em lixões que contaminam o solo e os recursos hídricos e saturação de aterros sanitários, é necessário adotar o gerenciamento integrado de resíduos sólidos que compreendem a redução da geração destes, a reutilização, a reciclagem de materiais que podem servir de matéria prima e a compostagem que trata o resíduo orgânico, dando a este uma nova utilidade. Tendo em vista a problemática da disposição de resíduos sólidos nos mais diversos procedimentos industrias, agroindustrias e domésticos, da sua deposição no ambiente sem tratamento prévio poluindo solos e mananciais hídricos, da possível transmissão de doenças e da busca de alternativas de tratamento desses resíduos, objetiva-se com esse trabalho além da preservação ambiental, a avaliação e estudo do processo de compostagem como método de tratamento de resíduos sólidos.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional