Efeitos da escassez hídrica na economia do perímetro irrigado de São Gonçalo, Paraíba

Semirames do Nascimento Silva, Francisco Guimarães Lopes, Francisco Edu Andrade, Caio Braga Ferreira, Maria Candida de Almeida Mariz Dantas, Eliezer da Cunha Siqueira

Resumo


A disponibilidade e usos da água na região Nordeste do Brasil, particularmente na região semiárida, continuam a ser uma questão importante no que concerne ao seu desenvolvimento. A população sofre com graves problemas acarretados pela escassez de água, que inviabilizam a produção agrícola e, consequentemente, a sobrevivência em condições dignas, gerando situações de fome e miséria. Objetivou-se identificar os efeitos da escassez hídrica na economia do perímetro irrigado de São Gonçalo no município de Sousa, Paraíba no período de 2012 a 2016. O trabalho foi desenvolvido através da aplicação de questionários com prévio consentimento da população entrevistada residente nos três núcleos habitacionais e no distrito de São Gonçalo. Também foram realizadas visitas ao Departamento Nacional de Obras Contra as Secas e à Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba, para coleta de dados sobre a economia do perímetro, informações sobre produção e volumes do açude São Gonçalo. Ocorreram perdas com a produção de banana e, principalmente, de coco; aumentou o desemprego; logo, elevou-se o êxodo rural e a violência com alto índice de assaltos. A vulnerabilidade hídrica desencadeia outras vulnerabilidades: econômicas, sociais e ambientais, condicionando o desenvolvimento das populações do semiárido.

Effects of water scarcity on the irrigated perimeter of São Gonçalo, Paraíba

Abstract: The availability and uses of water in the northeastern region of Brazil, particularly in the semi-arid region, continue to be an important issue in its development. The population suffers from serious problems caused by water scarcity, which makes agricultural production unviable and, consequently, survival in dignified conditions, generating situations of hunger and misery. The objective was to identify the effects of water scarcity on the economics of the irrigated perimeter of São Gonçalo in the municipality of Sousa, Paraíba, between 2012 and 2016. The work was developed through the application of questionnaires with prior consent of the interviewed population residing in the housing nuclei I, II and III and in the district of São Gonçalo. Visits were also made to the National Department of Works Against Drought and to the Executive Agency for Water Management of the State of Paraíba, to collect data on the perimeter economy, information on production and volumes of the São Gonçalo dam. There were losses with the production of banana and, mainly, of coconut; Increased unemployment; Soon the rural exodus and the violence with a high rate of assaults rose. Water vulnerability triggers other vulnerabilities: economic, social and environmental, conditioning the development of semi-arid populations.


Palavras-chave


Água; Impactos; Irrigação; Seca

Texto completo:

PDF

Referências


ANDERSON, M. C.; ZOLIN, C. A., HAIN; C. R., SEMMENS, K., YILMAZ, M. T.; GAO, F. Comparison of satellite-derived LAI and precipitation anomalies over Brazil with a thermal infrared-based Evaporative Stress Index for 2003–2013. Journal of Hydrology, v. 526, p. 287-302, 2015.

AESA. AGÊNCIA EXECUTIVA DE GESTÃO DAS ÁGUAS DO ESTADO DA PARAÍBA. Monitoramento dos Volumes dos Açudes (Tabelas e Gráficos). Disponível em: . Acesso em: 24 de fev. 2017.

CEMADEN. CENTRO NACIONAL DE MONITORAMENTO E ALERTAS DE DESASTRES NATURAIS. Relatório da Situação Atual da Seca no Semiárido Brasileiro e Impactos (2016). Disponível em: . Acesso em: 24 de fev. 2017.

CNM. CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS MUNICÍPIOS. Análise sobre a seca do Nordeste (2013). Disponível em: . Acesso em: 25 de fev. 2017.

DAI, A. Drought under global warming: a review. Wiley Interdisciplinary Reviews: Climate Change, v. 2, n. 1, p. 45-65, 2011.

DINIZ, A. S. A construção dos perímetros irrigados e a criação de novas territorialidades no sertão. In: ____; ELIAS, D.; SAMPAIO, L. F.; DINIZ, A. S. Modernizações excludentes. Coleção paradigmas da agricultura Cearense. Fortaleza: Edições Democráticas Rocha, 2002. p. 39 a 59.

EMBRAPA. EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. 2. ed, Brasília: Embrapa Produção de Informação. Rio de Janeiro, 2006, 306p.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1991.

GIUMBELLI, E. Para além do “trabalho de campo”: reflexões supostamente malinowskianas. Rev. Brasileira de Ciências Sociais, v.17, n. 48, fev. 2002.

GURJÃO, K. C. O. LIMA, C. J.; VIEIRA, H.; BARBOSA, M. V.; RIBEIRO, S. N.; SILVA, R. Avaliação das condições ambientais do açude de São Gonçalo – PB. Rev. Bras. De Agroecologia. Vol. 4 nº 2, p. 2234-2235. Curitiba, 2009.

KOSMINSKY, L.; ZUFFO, A. C. Nordeste seco e a transposição do rio São Francisco. São Paulo (SP): Integração (USJT), 2009, p. 167-175.

LUNA, M. Água: fonte de vida (e de lucro). Disponível em: . Acesso em: 24 de fev. 2017.

MISHRA, A. K.; SINGH, V. P. A Review of Drought Concepts. Journal of Hydrology, v. 391, n. 1, p. 202-216, 2010.

MOLION, L. C.; BERNARDO, S. Dinâmica das chuvas no Nordeste brasileiro. In: XI Congresso Brasileiro de Meteorologia, Maceió (AL), 2000, p. 1334-1342.

MOREIRA, A. A. Análise da seca/estiagem no norte do Estado de Minas Gerais a partir de dados MODIS. 2016. 124 f. Dissertação (Mestrado em Sensoriamento Remoto) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2016.

OLIVEIRA, T. P. Análise jurídica dos conflitos de uso da água na realidade brasileira: o caso da bacia hidrográfica do rio São Francisco. Direito UNIFACS, v. 133, p. 1- 11, 2011.

SILVA, B. B. da.; Braga, A. C.; BRAGA, C. C.; OLIVEIRA, L. M. M. de.; GALVÍNCIO, J. D.; MONTENEGRO, S. M. G. L. Evapotranspiração e estimativa da água consumida em perímetro irrigado do Semiárido brasileiro por sensoriamento remoto. Revista Pesquisa Agropecuária Brasileira., Brasília, v.47, n.9, p.1218-1226, set. 2012.

SOARES, E. Seca no Nordeste e a transposição do rio São Francisco. Rev. Geografias, Belo Horizonte, 01 de julho - 31 de dezembro de 2013. Vol. 9, nº 2, 2013.

THENKABAIL, P. S.; GAMAGE, M. S. D. N.; SMAKHTIN, V.U. The use of Remote Sensing data for drought assessment and monitoring in Southwest Asia. Internacional Water Management Institute - IWMI, Colombo, Sri Lanka, v.85, 2004.

VILLA, M. A. Vida e morte no sertão: história das secas no Nordeste nos séculos XIX e XX. Revista Brasileira de História. São Paulo, v. 22, nº 43, pp. 251-254. 2002.

WANDERLEY, N. Territorialidade e ruralidade no Nordeste: por um pacto social e pelo desenvolvimento rural. In: SABOURIN, E.; TEXEIRA, O. (orgs.) Planejamento e desenvolvimento dos territórios rurais: conceitos, controvérsias e experiências. Brasília: EMBRAPA Informação Tecnológica, 2010, p. 41-52.




DOI: http://dx.doi.org/10.18378/rvads.v12i1.5075

Direitos autorais 2017 Semirames do Nascimento Silva et al.