Análise epidemiológica de leishmaniose visceral em Municípios do Sertão Paraibano

  • Antonio Ricardo Lisboa UFCG
  • Fagner Carvalho Leite
  • Antonia Elinaíde Ferreira Dantas
  • Itatyane Batista de Oliveira
  • Tiago Rozendo Evangelista
  • Josefa Beatriz Gomes de Sousa
Palavras-chave: Leishmania chagasi, Epidemiologia, Doenças Negligenciadas

Resumo

As Leishmanioses constituem um problema que afeta principalmente as pessoas mais pobres e com maior dificuldade de acesso aos serviços de saúde. No Brasil, a Leishmania chagasi é o principal agente etiológico. Objetivou-se analisar a incidência da LV em municípios da Nona Gerência Regional de Saúde do estado da Paraíba. O Estudo transversal retrospectivo, compreendido no período de 2010 a 2014, obtidos no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Os dados foram analisados quanto ao número de casos, coinfecção com HIV, confirmação clínica, epidemiológica e laboratorial, escolaridade, óbito, cor/raça, faixa etária e sexo. Foram registrados 34 casos de LV, dos quais a maior incidência foi observada nos anos de 2011 (11) e 2014 (12). A cidade Cajazeiras foi a cidade mais afetada (16 casos), seguida pela cidade de Triunfo (6 casos). Quanto a escolaridade, 9 dos casos registrados eram indivíduos que não concluíram o ensino fundamental. A faixa etária mais relevante foi de 20 a 34 anos (8 casos), seguida por pessoas de 1 a 4 anos (7 casos). 25 dos casos notificados eram do sexo masculino (74%) e 9 são do sexo feminino (26%). A alta incidência de LV foi observada em algumas cidades da 9ª regional de saúde, este fato, está diretamente associada a deficiência nas medidas de controle dos vetores e a falta da efetivação de medidas que visem a conscientização da população. Com este trabalho podemos perceber que é necessário adotar medidas para controle desta zoonose, estas precisam ser colocadas em prática urgentemente. 

Epidemiological analysis of visceral leishmaniasis in the Hinterland Paraibano Municipalities

Abstract: The Leishmaniasis constitute a problem it mainly affects the poorest and more difficult access to health services people. In Brazil, Leishmania chagasi is the main etiological. The objective analyze incidence of VL in municipalities of the Ninth Regional Health Management of Paraiba. A retrospective cross-sectional study comprised the period from 2010 to 2014, Obtained in the SINAN (Sistema de Informação de Agravos de Notificação). Data were analyzed for the number of cases, coinfection with HIV, clinical, epidemiological and laboratory confirmation, education, death, color/race, age and sex. 34 cases of VL were recorded, maximum number of cases were reported in 2011 (11) and 2014 (12). Cajazeiras city was the most affected (16 cases), followed by the Triunfo (6 cases). When we analyze the school level, 9 cases was reported in people did not complete primary school. The most relevant age group was 20-34 years (8 cases), followed by 1-4 years group (7 cases). Twenty-five of the reported cases were male (74%) and nine are female (26%). The high incidence of VL was observed in some regional health 9th cities, this fact is directly linked to deficiency in vector control measures and the lack of effective measures aimed at public awareness. With this work we can see the need to adopt measures to control this zoonosis, these need to be put into practice urgently.

Publicado
2016-10-30
Como Citar
Lisboa, A. R., Leite, F. C., Dantas, A. E. F., Oliveira, I. B. de, Evangelista, T. R., & Sousa, J. B. G. de. (2016). Análise epidemiológica de leishmaniose visceral em Municípios do Sertão Paraibano. Revista Brasileira De Educação E Saúde, 6(3), 05 - 12. https://doi.org/10.18378/rebes.v6i3.4466
Seção
Saúde Coletiva

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>