Resposta de Sitophilus zeamais Motschulsky 1885 (Coleoptera: Curculionidae) frente ao extrato de Capsicum annuum L.

  • Juliana Ferreira da Silva UEPB
  • Bruno Adelino de Melo UFCG
  • Maria Fabia Rufino Cordeiro UEPB
  • Delzuite Teles Lelite UFCG

Resumo

O uso desenfreado de agrotóxicos vem a ser um caso de saúde pública, pois prejudica a saúde do trabalhador do campo assim como do consumidor final desses produtos. O Sitophilus zeamais é uma praga de armazenamento que ataca o milho, e no combate a essa praga comumente é utilizado produtos tóxicos. Visando essa problemática, a busca por produtos alternativos vem a ser um campo de investigação promissor, pois esse método de controle não gera resíduos para o homem tão pouco ao meio ambiente. O extrato utilizado para avaliar o potencial de repelência foi o de Capsicum annuum L. popularmente conhecido como pimentão. Os testes foram realizados com a utilização de arenas, onde em cada arena foram liberados 30 adultos de S. zeamais, não sexados e após 24 horas, foram registrados o número de insetos em cada recipiente. Os grãos de milho foram tratados com volume de extrato correspondente a 1,0% da massa de grãos, nas concentrações 0,0 (álcool 70%); 25,0; 50,0; 75,0 e 100,0% (volume de extrato/volume álcool). O experimento foi organizado segundo o delineamento inteiramente casualizado e constou de cinco tratamentos e quatro repetições. As maiores repelências foram observadas nas concentrações de 25% e 100%, repelindo 72 e 70% dos insetos respectivamente. Sendo assim a utilização desse extrato pode ser empregado no tratamento de sementes armazenadas, evitando assim uma maior infestação desses insetos, preservando assim a integridade física e fisiológica das sementes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-08
Seção
ARTIGOS