Extratos botânicos no controle de Sitophilus zeamais Motschulsky 1885 (Coleoptera: Curculionidae)

  • Francisco de Assis Cardoso Almeida UFERSA
  • Juliana Ferreira da Silva

Abstract

O uso crescente e indiscriminado de inseticidas sintéticos vem acarretando diversos problemas para saúde humana e para o meio ambiente. Uma alternativa é o emprego de plantas com ação inseticida, podendo ser aplicados na forma de pó, extratos ou óleos. Diante o exposto, objetivou-se com este trabalho avaliar a ação de extratos hidroalcoólicos de Mormodica charantia (Melão-de-São-Caetano) e Capsicum baccatum (Pimenta Dedo-de-Moça) no controle do Sitophilus zeamais. Os bioensaios foram realizados no Laboratório de Análise de Sementes, da Universidade Federal de Campina Grande, Campus I, Campina Grande, Paraíba. Os extratos vegetais foram avaliados quanto a sua atratividade/repelência e quanto à mortalidade. Ambos os bioensaios foram organizados de acordo com o delineamento inteiramente casualizado, dispostos em esquema fatorial 2 x 2 (extratos e procedimentos) e 4 x 5 (extratos e doses). As médias dos fatores foram comparadas pelo teste de Tukey (P ≤ 0,05). Com base nos resultados concluiu-se que os extratos hidroalcoólicos M. charantia e C. baccatum foram eficientes no controle dos adultos de S. zeamais, com destaque para o extrato de C. baccatum que a partir da dose de 6 mL foi 100% eficiente na mortalidade deste inseto praga.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Francisco de Assis Cardoso Almeida, UFERSA
Departamento de Ciencias Vegetais
Published
2013-10-25
How to Cite
ALMEIDA, F. DE A. C.; SILVA, J. F. DA. Extratos botânicos no controle de Sitophilus zeamais Motschulsky 1885 (Coleoptera: Curculionidae). Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 8, n. 3, p. 163 - 168, 25 Oct. 2013.
Section
ARTICLES