Alimentação de abelhas Apis mellifera L. (Africanizadas) no período de estiagem, no Semiárido Nordestino, Brasil

Authors

  • Daniel Santiago Pereira
  • Martin Lazcano Hernández
  • Anderson Bruno Anacleto de Andrade UFCG
  • José da Silva Sousa
  • Patrício Borges Maracajá

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v9i5.3421

Keywords:

suplementação alimentar, Caatinga, abelhas africanizadas

Abstract

A Caatinga é caracterizada por apresentar-se verdejante durante o período de chuvas e esbranquiçada e sem folhas durante o período seco, em tese, possui vegetação que pode suprir as necessidades energética e proteica dos enxames de abelhas africanizadas (Apis mellifera L.). Isto é justificado pelo fato de se encontrar os extratos arbustivos, herbáceos e arbóreos durante todo o ano em algumas regiões onde a antropização não ocorreu. Além da antropização, os períodos cíclicos de seca extrema ainda proporcionam grandes perdas na atividade apícola, isto por que os apicultores não aplicam as técnicas mínimas necessárias para a mantença dos enxames de abelhas durante a entressafra na Caatinga. Outras informações, como as necessidades fisiológicas das abelhas também não são conhecidas pela maioria dos apicultores, resultando para a região nordeste, um baixo número de apicultores que fazem uso da alimentação artificial para reduzir as perdas de enxames nos apiários. Tendo em vista estes aspectos, foi realizado um levantamento bibliográfico com o intuito de obter informações de cunho científico sobre os aspectos nutricionais das abelhas e as alternativas para suplementação alimentar durante os períodos de seca no nordeste brasileiro.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

26-12-2014

How to Cite

PEREIRA, D. S.; HERNÁNDEZ, M. L.; ANDRADE, A. B. A. de; SOUSA, J. da S.; MARACAJÁ, P. B. Alimentação de abelhas Apis mellifera L. (Africanizadas) no período de estiagem, no Semiárido Nordestino, Brasil. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 9, n. 5, p. 117–119, 2014. DOI: 10.18378/rvads.v9i5.3421. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/3421. Acesso em: 25 may. 2024.

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Similar Articles

You may also start an advanced similarity search for this article.