Biometria, caracterização física e rendimento lipídico do fruto de Licania rigida Benth adquiridos no município de Pombal-PB

  • T. S. S. Almeida UFCG
  • A. dos S. Araújo
  • G. S. Alves
  • A. E. F. Marque
  • T. N. Albuquerque
Palavras-chave: Oiticica. Parâmetros físicos. Lipídios.

Resumo

Resumo: Licânia rigida Benth, popularmente oiticica, é uma vegetação típica no sertão nordestino. Destaca-se pelo alto teor de óleos em seus frutos e boa produtividade mesmo em épocas de seca, sendo capaz de promover desenvolvimento social e econômico para a região, pela utilização industrial de tintas, vernizes, sabão, lonas e esmaltes finos. Portanto, objetiva-se no presente estudo determinar a biometria, parâmetros físicos e rendimento lipídico do fruto da oiticica. Os frutos foram colhidos, selecionados, sanitizados. Em seguida, utilizou-se um paquímetro para a realização da biometria dos frutos e então sofreram separação em exocarpo-mesocarpo, endocarpo e amêndoas. As amostras foram trituradas e armazenadas ate procedidas as análises. Para a determinação do pH e condutividade, utilizou-se cerca de 5g de cada amostra, acrescidos de 50mL de água destilada e homogeneização, por conseguintemente foi utilizado o peagâmetro digital e condutivímetro, respectivamente. Para a acidez total titulável (ATT), utilizou-se as amostras anteriores e titulou-se com NaOH 0,1N, usando fenolftaleína como indicador, até as amostras alcançarem pH de 8,1. Procedeu-se a determinação do teor lipídico pelo método de Sohlext, com 2 a 5 g das amostras e hexano como solvente. Os frutos apresentaram peso médio de 9g. A variação do pH para as diferentes amostra foi irrelevante, enquanto o exocarpo-mesocarpo apresentou maior condutividade, com 308,6 mScm-1, e o endocarpo foi evidenciado por apresentar maior ATT, com 16,8%. Obteve-se na amêndoa maior percentual lipídico, com rendimento médio de 43,0%. Diante da importância e alta rentabilidade lipídica do fruto, faz-se necessário desenvolvimento de metodologias para utilização dessa matéria-prima.

Biometrics, physical characteristics and yield fruit of lipid Licania rigid Benth purchased in the municipality of Pombal-PBAbstract: Licania rigid Benth, popularly oiticica, is typical vegetation in the northeastern hinterland. It contains high oil content in its fruits and good productivity even in times of drought; promote social and economic development for the region, the industrial use of paints, varnishes, soap, tarpaulins and thin glazes. Therefore, this study aims determine biometrics, physical parameters and lipid yield the fruit of the myrtle. The fruits were harvested, sorted, sanitized. Then, a caliper was used to carry out the biometrics fruit and then underwent separation exocarp-mesocarp and endocarp almonds. The samples were ground and stored until analysis proceeded. For the determination of pH and conductivity was used about 5g of each sample plus 50ml of distilled water and homogenizing for then digital pH meter was used and conductivity, respectively. For titratable acidity (TA) was used earlier samples, and titrated with 0.1N NaOH, using phenolphthalein as an indicator until the samples reach a pH of 8.1. The procedure was the determination of the lipid content by Sohlext method, of 2 to 5 g of sample and hexane as solvent. The fruits showed an average weight of 9g. The pH changes for the various samples were irrelevant, while the exocarp-mesocarp showed higher conductivity, with 308.6 MSCM-1, and the endocarp was evidenced by higher ATT present with 16.8%. It was obtained in the almond lipid largest percentage, with average yield of 43.0%. Given the importance and high lipid profitability of the fruit, it is necessary to develop methodologies for use of this raw material.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-12-27
Seção
CIÊNCIA DE ALIMENTOS