Superação de dormência em sementes de pau de balsa (Ochroma pyramidale)

  • Daiane Gobes de Jesus Santos
  • Cristiane Deuner
  • Géri Eduardo Meneghello
  • Ana Paula Ferreira de Almeida
  • Fernanda da Motta Xavier

Abstract

O pau de balsa (Ochroma pyramidale) vem se constituindo como umas das principais espécies arbóreas no ramo de reflorestamento, devido ao seu ponto de corte rápido, que varia entre cinco e sete anos. Entretanto, as sementes desta espécie apresentam dormência devido à impermeabilidade do tegumento, dificultando a sua germinação e assim a produção de mudas. O objetivo do trabalho foi avaliar a eficiência de métodos de superação de dormência em sementes de pau de balsa. O experimento foi conduzido na Empresa de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (EMPAER), localizada na cidade de Guarantã do Norte, MT. Para superar a dormência as sementes foram submetidas aos seguintes tratamentos:  1) choque térmico por 10 minutos, 2) choque térmico por 15 minutos, 3) choque térmico por 20 minutos, 4) choque térmico por 25 minutos, 5) acetona por 15 minutos e 6) hipoclorito de sódio por 15 minutos. Para avaliar o efeito dos tratamentos, foram analisadas as variáveis emergência de plântulas, índice de velocidade de emergência, comprimento de parte aérea, raiz e total de plântulas. Os dados foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Skott - Knot, ao nível de 5% de probabilidade. A imersão em água quente seguida de imersão água fria (choque térmico) é um tratamento eficiente na superação de dormência de sementes de pau de Balsa. O choque térmico com imersão em água quente e fria (80 ºC/ 8 ºC) por 15 minutos é recomendável para superação de dormência de sementes de pau de balsa.

Overcoming dormancy in pau de balsa seeds (Ochroma pyramidale)

Abstract: Pau de balsa (Ochroma pyramidale) has been installing as one of the principal-tree species in reforestation branch, due to its fast cut-off point, which varies between five and seven years. However, the seeds of this kind present dormancy due to the impermeability of the seed coat, hindering germination. The objective of this study was to evaluate the efficiency of overcoming dormancy methods in Pau de balsa seeds. The essay was carried out at company Research, Assistance and Rural Extension (EMPAER), located in the city of Guarantã do Norte - MG. To overcome dormancy the seeds were submitted to the following treatments: 1) thermal shock for 10 minutes, 2) thermal shock for 15 minutes 3) thermal shock for 20 min, 4) thermal shock for 25 minutes, 5) acetone for 15 minutes and 6) sodium hypochlorite for 15 minutes. To evaluate the effect of treatments, the variables were analyzed seedling emergence, emergence speed index, shoot length, root and total seedlings. Data were submitted to analysis of variance and the means compared by Skott-Knot test, at 5% probability. That soaking in hot water followed by cold water immersion (thermal shock) is an effective treatment to overcome dormancy pau de balsa seeds. Heat stroke with immersion in hot and cold water (80 °C/8 °C) for 15 minutes is recommended for overcoming pau de balsa seed dormancy.

Downloads

Download data is not yet available.
Published
2016-08-14
How to Cite
SANTOS, D. G. DE J.; DEUNER, C.; MENEGHELLO, G. E.; ALMEIDA, A. P. F. DE; XAVIER, F. DA M. Superação de dormência em sementes de pau de balsa (Ochroma pyramidale). Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 11, n. 3, p. 18 - 22, 14 Aug. 2016.
Section
AGRICULTURAL SCIENCES