Evaluation of physiological potencial of watermelon seeds by accelerated aging test

Authors

  • Aline Klug Radke Universidade Federal de Pelotas
  • Vanessa Nogueira Soares
  • Fernanda da Motta Xavier
  • Paulo Eduardo Eberhardt Rocha
  • Andrea Bicca Noguez Martins
  • Francisco Amaral Villela

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i4.4862

Keywords:

Citrullus lanatus Thumb. Vegetable. Vigor

Abstract

Para uma análise plena da qualidade fisiológica de sementes, há necessidade de complementar informação provida do teste de germinação com testes de vigor, a fim de selecionar os lotes vigorosos para comercialização. Objetivou-se estudar metodologias do teste de envelhecimento acelerado tradicional e modificado, com solução salina saturada e não saturada, avaliando o potencial fisiológico de sementes de melancia. Foram utilizadas sementes de melancia cultivar Congo e Crimson Sweet, representadas por quatro e cincos lotes de sementes, respectivamente. Para a avaliação da qualidade das sementes de melancia foram utilizados as seguintes determinações: testes de germinação, primeira contagem de germinação, teste de frio, índice de velocidade de emergência, emergência de plântulas e procedimentos do teste de envelhecimento acelerado nas metodologias: tradicional, solução salina saturada (40g de NaCl por 100 mLde água) e solução salina não saturada (11g de NaCl por 100 mLde água), a 41°C, por períodos de 48; 72 e 96 horas. O teste de envelhecimento acelerado, utilizando solução salina não saturada ou solução salina saturada e combinação 41°C por 72 horas, mostra-se adequado para avaliação do potencial fisiológico de sementes de melancia, constituindo-se em um teste promissor para avaliação da expressão do vigor.

Downloads

Download data is not yet available.

References

ALVES, C. Z.; GODOY, A. R.; CANDIDO, A. C.S.; OLIVEIRA, N. C. Qualidade fisiológica de sementes de jiló pelo teste de envelhecimento acelerado. Ciência Rural, v.42, n.1, p.58-63, 2012.

ÁVILA, P. F. V.; VILLELA, F. A.; ÁVILA, M. S. V. Teste de envelhecimento acelerado para avaliação do potencial fisiológico de sementes de rabanete. Revista Brasileira de Sementes, v.28, n.3, p.52-58, 2006.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e abastecimento. Regras para análise de sementes. 2009. p.389.

BRAZ, M. R. S.; ROSSETTO, C. A. V. Correlação entre testes para avaliação da qualidade de sementes de girassol e emergência das plântulas em campo. Ciência Rural, v.39, n.7, p.2004-2009, 2009.

CARVALHO, N. M. de.; NAKAGAWA, J. Sementes: ciência, tecnologia e produção. 4.ed. Jaboticabal: Funep, 2000. 588p.

COSTA, C. J.; TRZECIAK, M. B.; VILLELA, F. A. Potencial fisiológico de sementes de brássicas com ênfase no teste de envelhecimento acelerado. Horticultura Brasileira v.26, p. 144-148. 2008.

DANTAS, M. S. M; GRANJEIRO, L. C; MEDEIROS, J. F.;

CRUZ, C. A; CUNHA, A. P. A. Rendimento e qualidade de

frutos de melancia cultivada sob proteção de agrotêxtil combinado com “mulching” plástico. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.17, n.8, p.824–829, 2013.

DODE, J. S.; MENEGHELLO, G. E.; MORAES, D. M.; PESKE, S. T. Teste de respiração para avaliar a qualidade fisiológica de sementes de girassol. Nota científica. Revista Brasileira de Sementes, v.34, n.4, p.686-691, 2012.

EDMOND, J. B.; DRAPALA, W. J. The effects of temperature, sand and soil, and acetone on germination of okra seeds. Proceedings of American Society of Horticultural Science, v.71, n.2, p.428-434, 1958.

FREITAS, R. A.; NASCIMENTO, W. M. Teste de envelhecimento acelerado em sementes de lentilha. Revista Brasileira de Sementes, v.28, n.13, p.59-63, 2006.

HAMPTON, J. G.; TEKRONY, D. M. Handbook of vigour test methods. 3. ed. Zurich: ISTA, 1995. 117p.

JIANHUA, Z.; McDONALD, M. B. The saturated salt accelerated aging test for small-seeded crops. Seed Science and Technology, v.25, n.1, p.123-131, 1996.

LIMA, C. B.; ATHANÁZIO, J. C. Testes de vigor para sementes de cenoura. Scientia Agraria, v.10, n.6, p.455-461. 2009.

LOPES, M. M; SADER, R.; PAIVA, A. S.; FERNANDES, A. C. Teste de envelhecimento acelerado em sementes de quiabo. Bioscience Journal, v.26, n.4, p.491-501, 2010.

MALONE, P. F. V. de A.; VILLELA, F. A.; MAUCH, C. R. Potencial fisiológico de sementes de mogango e desempenho das plantas no campo. Revista Brasileira de Sementes. v.30, n.2, p.123-129, 2007.

MARCOS FILHO, J. Teste de envelhecimento acelerado. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA-NETO, J. B. (eds.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. cap. 3, p.1-24.

NAKAGAWA, J. Testes de vigor baseados no desempenho das plântulas. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. B. (eds.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. cap. 2, p.2.1-2.24.

OLIVEIRA, P. G. F.; MOREIRA, O. C.; BRANCO, L. M. C.; COSTA, R. N. T.; DIAS, C. N. Eficiência de uso dos fatores de produção água e potássio na cultura da melancia irrigada com água de reuso. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.16, p. 153-158, 2012.

PEDROSO, D. C.; TUNES, L. M.; BARBIERI, A. P. P.; BARROS, A. C. S. A.; MUNIZ, M. F. B. M. E MENEZES, V. O. Envelhecimento acelerado em sementes de trigo. Ciência Rural, v.40, p.2389-2392, 2010.

PEREIRA, M. F. S; TORRES, S. B.; LINHARES, P. C. F.; PAIVA, A. C. C.; PAZ, A. E. S.; DANTAS, A. H. Qualidade fisiológica de sementes de coentro [Coriandrum sativum (L.)]. Revista Brasileira Plantas Medicinais, v.13, p.518-522, 2011.

RADKE, A. K; REIS, B. B; ALMEIDA, A. S.; MENEGHELLO, G. E.; TUNES, L. M.; VILLELA, F. A. Alternative methodologies to test seed vigor in lettuce. Enciclopédia Biosfera, v.10, n.19, p.94-101, 2014.

RAMOS, N. P.; FLOR, E. P. O.; MENDONÇA, E. A. F.; MINAMI, K. Envelhecimento acelerado em sementes de rúcula (Eruca sativa L.). Revista Brasileira de Sementes, v.26, n.1, p.98-103, 2004.

SANTOS, F. dos; TRANI, P. E.; MEDINA, P. F.; PARISI, J. J. D. Teste de envelhecimento acelerado para avaliação da qualidade de sementes de alface e almeirão. Revista Brasileira de Sementes, v.33, n.2 p.322-323, 2011.

TORRES, S. B.; OLIVEIRA, F. N.; OLIVEIRA, A. K.; BENEDITO, C. P.; MARINHO, J. C. Envelhecimento acelerado para avaliação do potencial fisiológico de sementes de melão. Horticultura Brasileira v.27, n.1, p.70-75. 2009.

TUNES, L. M.; PEDROSO, D. C.; GADOTTI, G. I.; MUNIZ, M. F. B.; BARROS, A. C. S. A.; VILLELA, F. A. Accelerated aging to assess parsley seed vigor. Horticultura Brasileira, v.31, n.3, p.457-460. 2013.

TUNES, L. M; TAVARES, L. C.; RUFINO, C. A.; BARROS, A. C. S. A.; MUNIZ, M. F. B.; DUARTE, V. B. Envelhecimento acelerado em sementes de brócolis (Brassica oleracea L. var. italica Plenk). Bioscience Journal, v.28, n.2, p.173-179. 2012.

VIEIRA, R. D.; KRZYZANOWSKI, F. C. Teste de condutividade elétrica. In: KRZYZANOWSKI, F. C.; VIEIRA, R. D.; FRANÇA NETO, J. B. (eds.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina: ABRATES, 1999. cap.4,p.1-26.

Published

01-10-2017

How to Cite

RADKE, A. K.; SOARES, V. N.; XAVIER, F. da M.; ROCHA, P. E. E.; MARTINS, A. B. N.; VILLELA, F. A. Evaluation of physiological potencial of watermelon seeds by accelerated aging test. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 4, p. 634–640, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i4.4862. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4862. Acesso em: 25 may. 2024.

Issue

Section

AGRICULTURAL SCIENCES

Most read articles by the same author(s)