Natural regeneration of Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan Fabaceae in Altitude Swamp in the county of Bananeiras, Paraíba, Brazil

Authors

  • Ivan Sérgio da Silva Oliveira Universidade Federal da Paraíba
  • Vênia Camelo de Souza Universidade Federal da Paraíba
  • Robson Luis Silva de Medeiros Universidade Estadual Paulista http://orcid.org/0000-0003-4396-1584
  • Miguel Avelino Barbosa Neto Universidade Federal da Paraíba
  • Alex da Silva Barbosa Universidade Federal da Paraíba
  • Gilvaneide Alves de Azeredo Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.18378/rvads.v12i4.4990

Keywords:

Angico, Regenerating individuals, Mortality, Fragmentation.

Abstract

The Atlantic Forest is currently the most threatened biome due to various anthropogenic pressures. The destruction of habitats linked to fragmentation causes serious consequences for any type of vegetation, especially in the Atlantic Forest in the Northeast of Brazil. The angico, Anadenanthera colubrina, Fabaceae, is an arboreal species with a height of 12-15 m. The study aimed to understand the natural regeneration and evaluate the recruitment of seedlings, occurring in a forest fragment of the Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias da Universidade Federal da Paraíba. We selected a population of A. colubrina and 10 random plots (10x10m) were plotted, with a total sample area of 1,000m2, where all copies of angico less than or equal to 0.30 cm were marked. The study was conducted between the months of December 2014 and July 2015, It was evaluated, height, stem diameter, number of leaves, number of individuals and mortality. The variables set to the linear, quadratic, and cubic regression model. Regarding the mortality rate was 85.45%. Some plots because of its location, or, less human action or competitive, showed an increase in the total number of individuals. The perpetuation of this species in the studied fragment depends mainly on appropriate conditions for seed germination as soon as dispersed and the presence of young plants that occur in the forest understory.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Ivan Sérgio da Silva Oliveira, Universidade Federal da Paraíba

Técnico agrícola com habilitação em agroindústria, formado no CAVN-UFPB, com experiência de três anos como extensionista rural pela ong AGEMTE, na função de técnico de campo e projetista no programa de ATES/INCRA. Atualmente graduando no curso de Bacharelado em Agroecologia pelo CCHSA/UFPB, desenvolvendo pesquisas na área de ecologia vegetal, e colaborador na coordenção de meio ambiente do Campus III da UFPB.

 

Vênia Camelo de Souza, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual da Paraíba (1999), mestrado em agronomia pela Universidade federal da paraíba (2003) e doutorado em Programa de Pós-graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (2012), linha de pesquisa, Ecologia Vegetal. Atualmente é professor da Universidade Federal da Paraíba-CCHSA.

 

Robson Luis Silva de Medeiros, Universidade Estadual Paulista

Graduado em Ciências Agrárias (Licenciatura Plena), pela Universidade Federal da Paraíba (2016). Aluno de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Agronomia (Produção Vegetal), Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista "Júlio Mesquita Filho", na linha de pesquisa Fisiologia e Manejo de Culturas. Foi Bolsista PIBIC/CNPq/UFPB durante sua graduação de agosto de 2012 a julho 2015. Foi Bolsista e voluntário de projetos de extensões (PROBEX). Atualmente é Aluno cadastrado nos grupos de pesquisa: Ecologia e Produção Vegetal no Semiárido (CCHSA/UFPB), Nutrição e Melhoramento Florestal (FCAV/UNESP) e Grupo de Estudos em Tecnologia de Sementes e Melhoramento Florestal (FCAV/UNESP).

 

Miguel Avelino Barbosa Neto, Universidade Federal da Paraíba

Graduando em Ciências Agrárias (Licenciatura Plena) pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Aluno do Programa de Pós Graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba Campus II Areia-PB, atuando na linha de pesquisa de sementes. Estagiou na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Integrante do Grupo de Pesquisa em Ecologia, Manejo e Conservação de Recursos Vegetais no Semiárido, atuando na linha de pesquisa Manejo de Agroecossistemas. Foi bolsista PIBIC do projeto Ecologia de Populações e Perfil de Metabólitos Secundários de Pilosocereus pachycladus Ritter. (Cactaceae) em Áreas da Caatinga Paraibana, Brasil e do projeto Ecologia e Conservação de Cactáceas de Ocorrência natural no Semiárido da Paraíba, atuando com fenologia reprodutiva e sinecologia de Pilosocereus pachycladus Ritter (Cactaceae) em áreas de conservação no Estado da Paraíba. Atualmente é bolsista PROLICEN do projeto Botânica como instrumento de ensino nas escolas públicas de Bananeiras e Solânea, Paraíba.Tem experiência com Ecologia de florestas de Brejos de altitude e Semiárido.

 

Alex da Silva Barbosa, Universidade Federal da Paraíba

Técnico em Agropecuária pelo Colégio Agrícola "Vidal de Negreiros", Bananeiras (2006). Graduado em Ciências Agrárias, pela Universidade Federal da Paraíba, Bananeiras (2009), com período de estudos na Universidade de Lisboa, Portugal (2008). Pós-Graduado em Ciências Ambientais pelo Centro Integrado de Tecnologia e Pesquisa da Paraíba, Guarabira (2010). Mestre em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba, Areia (2011), com parte da pesquisa no Instituto Nacional do Semiárido, Campina Grande, PB. Doutor em Agronomia pela mesma Universidade com período sanduíche na The University of Melbourne (Melbourne, State of Victoria - Australia) (2015). Tem experiência nas áreas de Horticultura, Ecofisiologia Vegetal e Extensão Rural. Foi Extensionista Rural da Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba. Atualmente é Professor do Departamento de Agricultura, Campus III da Universidade Federal da Paraíba, em Bananeiras, e participou de estágio pós-doutoral na área de Biologia Molecular com ênfase em acesso à diversidade genética de cactos através de marcadores moleculares.

 

Gilvaneide Alves de Azeredo, Universidade Federal da Paraíba

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba, Areia/PB, (1996), mestrado em Produção Vegetal pela Universidade Federal da Paraíba, Areia/PB(2000) e doutorado em Produção Vegetal pela Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal/SP (2009). Por um período de nove anos, lecionou na Fundação Universidade Federal do Tocantins, Campus de Araguaína-TO. E atualmente é professora da Universidade Federal da Paraíba, Campus de Bananeiras-PB. Tem experiência na área de Tecnologia de Sementes.

References

ALVES, L. F.; METZGER, J. P. A regeneração florestal em áreas de floresta secundária na Reserva Florestal do Morro. Biota Neotrop. v.6, p.1–26, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S1676-06032006000200005.

AVILA, A. L. D.; ARAUJO, M. M.; LONGHI, S. J.; SCHNEIDER, P. R.; CARVALHO, J. O. P. D. Estrutura populacional e regeneração de espécies arbóreas na Floresta Nacional de São Francisco de Paula, Rio Grande do Sul. Ciência Florestal, v.26, n.3, p.825-838. 2016. http://dx.doi.org/10.5902/1980509824211.

ANDRADE, L. A.; FABRICANTE, J. R.; ALVES, A. S. Algaroba (Prosopis juliflora (Sw.) DC.): Impactos sobre a fitodiversidade e estratégias de colonização em área invadida na Paraíba, Brasil. Natureza e Conservação, v.6, n.2, p.61-67, 2008.

AUGSPURGER, C. K. Seed dispersal of tropical tree Platypodium elegans, and the escape of its seedlings from fungal pathogens. Journal of Ecology v.71, p.759-771, 1983. http://dx.doi.org/10.2307/2259591.

BARBOSA, M. R. V.; AGRA, M. F.; SAMPAIO, E. V. S. B.; CUNHA, J. P.; ANDRADE, L. A. Diversidade florística na Mata do Pau-Ferro, Areia, Paraíba. In: PÔRTO, K.C.; CABRAL, J. J. P.; TABARELLI, M. (Orgs). Brejos de altitude em Pernambuco e Paraíba, História Natural, Ecologia e Conservação. Brasília. Ministério do Meio Ambiente, p.111-122, 2004.

BARRETTO, S. S. B.; FERREIRA, R. A. Aspectos morfológicos de frutos, sementes, plântulas e mudas de leguminosae mimosoideae: Anadenanthera colubrina (vellozo) brenan e Enterolobium contortisiliquum (vellozo) morong. Rev. bras. Sementes. v.33, n.2, p.223-232. 2011, http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31222011000200004.

BURSLEM, D. F. R.; GRUBB, P. J.; TURNER, I. M. Responses to simulat ed drought and elevated nutrient supply among shade-tolerant tree seedlings of lowland tropical forest in Singapore. BIOTROPICA v.28, n.4, p.636-648, 1996. http://dx.doi.org/10.2307/2389050.

DANIEL, O.; JANKAUSKIS, J. Avaliação de metodologia para o estudo do estoque de sementes do solo. SÉRIE IPEF, Piracicaba, v. 41-42, p.18-26, 1989.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos (Rio de janeiro, RJ). Sistema brasileiro de classificação dos solos. Brasília: Embrapa-SPI, 1999. 412p.

HARMS, K. E., WRIGHT, S. J., CALDERÓN, O., HERNÁNDEZ, A.; HERRE, E. A. Pervasive density- dependent recruitment enhances seedling diversity in a tropical forest. Nature. 404:493-495, 2000. http://dx.doi.org/10.1038/35006630

LEYSER, G.; ZANIN, E. M.; BUDKE, J. C.; MÉLO, M. A.; HENKE-OLIVEIRA, C. Regeneração de espécies arbóreas e relações com o componente adulto em uma floresta estacional no vale do rio Uruguai, Brasil. Acta Botanica Brasilica, v. 26, n. 1, p. 74-83, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062012000100009

LORENZI, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas do Brasil. 4.ed Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2002. p. 188.

MARCHESINI, V. A.; SALA, O. E.; AUSTIN, A. T. Ecological consequences of a massive fl owering event of bamboo (Chusquea culeou) in a temperate forest of Patagonia, Argentina. Journal of Vegetation Science. V.40, n.3, p.424-432. 2009. http://dx.doi.org/10.1111/j.1654-1103.2009.05768.

MARENCO, R. A.; ANTEZANA-VERA, S. A.; GOUVÊA, P. R. S.; CAMARGO, M. A. B.; OLIVEIRA, M. F. de; SANTOS, J. K. S. Fisiologia de espécies florestais da Amazônia: fotossíntese, respiração e relações hídricas. Rev. Ceres. v.61, p.786-799, 2014. http://dx.doi.org/10.1590/0034-737x201461000004.

MEDEIROS, R. L. S. de; SOUZA, V. C. de; BARBOSA NETO, M. A.; ARAÚJO, L. de; BARBOSA, A. S.; MEDEIROS, R. L. S. de; Estrutura da regeneração natural de Anadenanthera colubrina em fragmento de brejo de altitude em Bananeiras, PB. Pesq. Flor. Bras. v. 36, n. 86, p.95-101, 2016. https://doi.org/10.4336/2016.pfb.36.86.887

MEDEIROS, R. L. S.; SILVA, J. J. R. S.; SOUZA, V. C.; NASCIMENTO, R. G. S.; ANJOS, F. Fenologia de Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan em fragmento de Floresta Ombrófila Aberta na Paraíba. Agropecuária Científica no Semiárido. v.13, n.1. p.35-40. 2017.

MULLER-DOMBOIS, D.; ELLEMBERG, H. Aims and methods of vegetation ecology. New York: John Wiley & Sons, 1974, 547p.

PALUDO, G. F.; MANTOVANI, A. REIS, M. S. dos; Regeneração de uma população natural de Araucaria angustifolia (Araucariaceae). Rev. Árvore. v.35, n.5, p. 1107-1119, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622011000600017.

ORELLANA, E.; FIGUEIREDO FILHO, A.; PÉLLICO NETTO, S.; NOGUEIRA DIAS, A. Alteração na estrutura diamétrica de uma Floresta Ombrófila Mista no período entre 1979 e 2000. Revista árvore, v. 30, n. 2, p. 283-295, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622006000200016.

REIS, A.; TRES, D. R.; SCARIOT, E. C. Restauração na floresta ombrófila mista através da sucessão natural. Pesquisa Florestal Brasileira, v. 55, p. 67-73. 2007.

SOLBRIG, O. T. Studies on the population biology of the genus Viola. II. The effect of plant size on fitness in Viola sororia. Evolution v.35, p.1080-1093, 1981. http://dx.doi.org/ 10.1111/j.1558-5646.1981.tb04977.

SUGANUMA, M. S.; ASSIS, G. B. de; MELO, A. C. G. de; DURIGAN, G. Ecossistemas de referência para restauração de matas ciliares: existem padrões de biodiversidade, estrutura florestal e atributos funcionais?. Rev. Árvore. v.37, n.5, p.835-847. 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-67622013000500006.

SWAINE, M. D., LIEBERMAN, D.; PUTZ, F.E. The dynamics of tree population in tropical forest: a review. Journal of Tropical Ecology 3:359-366, 1987.

WEINER, J. Size hierarchies in experimental populations of annual plants. Ecology 66:743-752, 1985. http://dx.doi.org/10.2307/1940535.

Published

01-10-2017

How to Cite

OLIVEIRA, I. S. da S.; SOUZA, V. C. de; MEDEIROS, R. L. S. de; BARBOSA NETO, M. A.; BARBOSA, A. da S.; AZEREDO, G. A. de. Natural regeneration of Anadenanthera colubrina (Vell.) Brenan Fabaceae in Altitude Swamp in the county of Bananeiras, Paraíba, Brazil. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 12, n. 4, p. 680–686, 2017. DOI: 10.18378/rvads.v12i4.4990. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/4990. Acesso em: 17 jun. 2024.

Issue

Section

AGRICULTURAL SCIENCES

Most read articles by the same author(s)