ESTUDO DO DESENVOLVIMENTO E FORÇA DE TRABALHO DE ABELHA MANDAÇAIA (Melipona mandacaia) EM MELIPONÁRIO NO ESTADO DO CEARÁ, COMO FERRAMENTA PARA O MANEJO RACIONAL DA ESPÉCIE

Authors

  • Társio Thiago Lopes Alves
  • Rochélio da Silva Barbosa
  • João Paulo de Holanda Neto
  • Wagner Duarte Santos
  • Janeanne Nascimento Silva

Abstract

No Brasil, muitas espécies de abelhas nativas estão seriamente ameaçadas de extinção em conseqüência das alterações de seus ambientes, causados principalmente pelo desmatamento, uso indiscriminado de agrotóxico e pela ação predatória de meleiros. O objetivo da pesquisa foi estudar o desenvolvimento e força de trabalho de colônias de abelhas nativas da espécie Mandaçaia (Melipona mandacaia) submetidas à alimentação artificial energética. O presente trabalho foi realizado no município de Barbalha – CE durante o 1º semestre de 2009. A pesquisa consistiu em alimentar artificialmente cinco colônias de abelhas Mandaçaia (Melipona mandacaia), com solução de água e açúcar. Durante 5 semanas, mensurou-se em provetas a quantidade de alimento (ml) consumido e durante 12 semanas, avaliou-se o desenvolvimento das colônias e a avaliação da força de trabalho. As abelhas consumiram de modo favorável a alimentação artificial, acumulando reserva de alimento e desenvolvendo-se ao longo do período da pesquisa, além de coletarem pólen, néctar e resina durante todo o dia, concentrando a coleta de néctar e pólen pela manhã e resina a tarde. Concluímos que as abelhas aceitaram a alimentação artificial, contribuindo no seu fortalecimento. O fato delas forragearem no período mais frio do dia, pode está associado ao mecanismo de prevenção à perda de água, possibilitando sua sobrevivência no clima semi-árido.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

15-08-2011

How to Cite

LOPES ALVES, T. T.; BARBOSA, R. da S.; HOLANDA NETO, J. P. de; SANTOS, W. D.; NASCIMENTO SILVA, J. ESTUDO DO DESENVOLVIMENTO E FORÇA DE TRABALHO DE ABELHA MANDAÇAIA (Melipona mandacaia) EM MELIPONÁRIO NO ESTADO DO CEARÁ, COMO FERRAMENTA PARA O MANEJO RACIONAL DA ESPÉCIE. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 6, n. 2, p. 163–168, 2011. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/733. Acesso em: 15 jun. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)