Neopestalotiopsis sp. ASSOCIADA A MANCHA DE PESTALOTIA DO COQUEIRO EM ALAGOAS

  • Larisse Araújo de Abreu Universidade Federal de Alagoas
  • Tiago Jorge Barbosa Universidade Federal de Alagoas
  • Matheus Gomes Lessa Feijó Universidade Federal de Alagoas
  • Maria Jussara da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Nayana Bruschi Infante Universidade Federal de Alagoas
  • Frederico Monteiro Feijó Universidade Federal de Alagoas
  • Iraildes Pereira Assunção Universidade Federal de Alagoas
  • Gaus Silvestre de Andrade Lima Universidade Federal de Alagoas
Palavras-chave: Cocos nucifera, Manchas foliares, Pestalotioid

Resumo

No Brasil, o cultivo do coqueiro (Cocos nucifera L.) vem se expandindo nos últimos anos, gerando emprego e renda a muitos produtores. Com o aumento na exploração da cultura muitas doenças de origem fúngicas passaram a ser observadas. A mancha de pestalotia é uma destas doenças e se caracteriza por apresentar manchas irregulares nas folhas que diminuem a área fotossintética da planta e consequentemente, a produção. Com isso, o objetivo deste estudo foi identificar e caracterizar isolados pertencentes ao complexo Pestalotioid (Pestalotiopsis, Neopestalotiopsis e Pseudopestalotiopsis) associadas a mancha de pestalotia do coqueiro no Brasil. Foram realizadas coleta de folhas de coqueiro com sintomas de manchas em sua superfície no município de Neópolis, Sergipe. O material coletado foi conduzido ao laboratório de Fitopatologia onde foram realizados isolamento indireto, obtenção de culturas monospóricas e preservação dos isolados. Posteriormente realizou-se a caracterização morfológica dos isolados e identificação por meio de sequenciamento da região ITS-rDNA. Foram obtidos dois isolados patogênicos. As caracterizações morfológicas permitiram agrupar os isolados dentro do gênero Neopestalotiopsis, e a análise molecular utilizando a região ITS-rDNA (100% de identidade) identificou os isolados como Neopestalotiopsis sp. Esse é o primeiro relato de Neopestalotiopsis associado a mancha de pestalotia em coqueiro (C. nucifera) no Brasil.
Publicado
2020-05-25
Como Citar
Abreu, L. A. de, Barbosa, T. J., Feijó, M. G. L., Silva, M. J. da, Infante, N. B., Feijó, F. M., Assunção, I. P., & Lima, G. S. de A. (2020). Neopestalotiopsis sp. ASSOCIADA A MANCHA DE PESTALOTIA DO COQUEIRO EM ALAGOAS. Caderno Verde De Agroecologia E Desenvolvimento Sustentável, 10(1), f11. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/CVADS/article/view/7831
Seção
SIMPÓSIO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS