Colletotrichum gloeosporioides sensu lato ASSOCIADA À PODRIDÃO VERMELHA DA CANA-DE-AÇÚCAR NO ESTADO DE ALAGOAS

  • Élida Fernanda Cavalcanti Marins Universidade Federal de Alagoas
  • Maria Jussara dos Santos da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Larisse Araújo de Abreu Universidade Federal de Alagoas
  • Gilberlan Costa Santos da Silva Universidade Federal de Alagoas
  • Jaqueline Figueredo de Oliveira Costa Universidade Federal de Alagoas
  • Frederico Monteiro Feijó Universidade Federal de Alagoas
  • Iraildes Pereira Assunção Universidade Federal de Alagoas
  • Gaus Silvestre de Andrade Lima Universidade Federal de Alagoas

Resumo

O Brasil é o maior produtor mundial de cana-de-açúcar. Dentre as doenças que ocorrem na cultura, se destaca a podridão vermelha, que incide nas folhas, toletes e principalmente em colmos, prejudicando a produção e a qualidade do produto para a comercialização e industrialização. Trabalhos sobre a etiologia dessa doença são escassos e geralmente baseiam-se em caracteres morfológicos e culturais, apontando Colletotrichum falcatum como agente etiológico da doença. Contudo, o uso de análises mais completas, com base em dados moleculares podem revelar outras espécies associadas à doença. O objetivo do presente trabalho foi identificar espécies de Colletotrichum associadas à podridão vermelha da cana-de-açúcar. O isolado foi obtido de plantio comercial de Saccharum no estado de Alagoas, apresentando sintomas da doença. A caracterização cultural foi realizada mediante a mensuração do crescimento micelial do isolado a 25 °C, topologia e coloração da colônia cultivada em meio BDA sintético. A caracterização morfológica foi realizada através de medições de 50 conídios e apressórios. A caracterização molecular foi realizada utilizando sequências do gene gliceraldeído-3 fosfato desidrogenase (GAPDH), como medida inicial da diversidade genética. Os resultados morfoculturais mostraram que o isolado associado à podridão vermelha da cana-de-açúcar pertence ao complexo gloeosporioides. A análise filogenética realizada por meio de uma árvore de inferência Bayesiana agrupou preliminarmente o isolado obtido com Colletotrichum siamense. Este é o primeiro relato de Colletotrichum gloeosporioides sensu lato associada à podridão vermelha da cana-de açúcar.
Publicado
2020-05-25
Como Citar
Marins, Élida F. C., Silva, M. J. dos S. da, Abreu, L. A. de, Silva, G. C. S. da, Costa, J. F. de O., Feijó, F. M., Assunção, I. P., & Lima, G. S. de A. (2020). Colletotrichum gloeosporioides sensu lato ASSOCIADA À PODRIDÃO VERMELHA DA CANA-DE-AÇÚCAR NO ESTADO DE ALAGOAS. Caderno Verde De Agroecologia E Desenvolvimento Sustentável, 10(1), f10. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/CVADS/article/view/7994
Seção
SIMPÓSIO EM PROTEÇÃO DE PLANTAS