Esta é uma versão desatualizada publicada em 2023-07-20. Leia a versão mais recente.

CONSEQUÊNCIAS SOCIOJURÍDICAS DO PERDÃO QUE A VÍTIMA CONCEDE AO AGRESSOR NOS CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Autores

  • Maria Rayane Dias Alves Universidade Federal de Campina Grande
  • Daniel Soares de Araújo Universidade Federal de Campina Grande
  • Agílio Tomaz Marques Universidade Federal de Campina Grande
  • Francisco das Chagas Bezerra Neto Universidade Federal de Campina Grande
  • Rosana Santos de Almeida Universidade Federal de Campina Grande

Resumo

O artigo tem como proposta analisar as consequências sociojurídicas decorrentes da mora judicial frente aos casos de violência doméstica, evidenciando tal problemática à luz de sua principal repercussão, o perdão da vítima frente aos abusos de seu agressor. Busca-se então, correlacionar a demora judicial e o perdão subjetivo que a mulher concede ao agressor, evidenciando seus reflexos jurídicos. O método utilizado foi o bibliográfico, visando, a partir do estudo de textos científicos, doutrinários e legais,os quais debatem sobre o tema de perdão da vítima e suas repercussão judicial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2023-07-20

Versões

Como Citar

Maria Rayane Dias Alves, Daniel Soares de Araújo, Agílio Tomaz Marques, Francisco das Chagas Bezerra Neto, & Rosana Santos de Almeida. (2023). CONSEQUÊNCIAS SOCIOJURÍDICAS DO PERDÃO QUE A VÍTIMA CONCEDE AO AGRESSOR NOS CASOS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA. Revista Brasileira De Pesquisa Em Administração, 11(1), 0128–0138. Recuperado de https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RBPA/article/view/9875

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)