Perfil epidemiológico de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal no Rio Grande do Norte

  • Brenda Calixto dos Santos Guedes
  • Bianca Taveira Gonçalves Melo
  • Gessymara Cainã Sales da Silva
  • Abrahão Alves Oliveira Filho Universidade Federal de Campina Grande
  • Heloisa Mara Batista Fernandes de Oliveira

Resumo

A Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) é um local de internação responsável pelo atendimento integral ao neonato, a qual atende recém-nascidos (RNs) que correm risco de vida ou apresentam algum problema, sejam eles prematuros ou não. A dificuldade de se ter um diagnóstico neonatal bem fundamentado, devido as poucas evidências presentes na literatura, demonstra necessidade de mais pesquisas.  Diante do exposto, o presente estudo teve como objetivo determinar o perfil epidemiológico de uma unidade de terapia intensiva neonatal. Este estudo caracteriza-se como epidemiológico, retrospectivo, descritivo, transversal com abordagem quantitativa dos neonatos oriundos da unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN) do Hospital Universitário Ana Bezerra (HUAB), situado no Rio Grande do Norte, durante julho de 2018 a junho de 2019. O perfil epidemiológico dos RN’s internos neste respectivo hospital mostrou a prevalência do gênero feminino (51,06%) sobre o masculino (48,2%). Quanto ao tipo de parto, encontrou-se maior prevalência de parto cesárea (58,87%). Em relação a idade gestacional, foi observada predominância de RNs pré-termo (57,44%). Com relação a avaliação ponderal, encontrou-se um percentual de 44,69% para baixo peso e o mesmo para peso adequado (44,69%). O tempo de internamento, demonstrou uma média de 15 dias e o diagnóstico clínico mais prevalente foi o Desconforto Respiratório (DRP) (18,03%). Portanto, se faz necessário mais estudos a respeito do tema e população alvo, objetivando a realização de diagnósticos precoces e acompanhamento adequado para o usuário.

Biografia do Autor

Abrahão Alves Oliveira Filho, Universidade Federal de Campina Grande
Farmacêutico-Bioquímico formado na Universidade Federal da Paraíba no ano de 2009. Especialista em Análises Clínicas e em Citologia Clínica pela Faculdade Cathedral - PR. Mestre e Doutor em Farmacologia pelo Programa de Pós-Graduação em Produtos Naturais e Sintéticos Bioativos. Atualmente, é professor da Universidade Federal de Campina Grande-PB
Publicado
2021-09-06
Como Citar
Calixto dos Santos Guedes, B., Taveira Gonçalves Melo, B., Cainã Sales da Silva, G., Oliveira Filho, A. A., & Mara Batista Fernandes de Oliveira, H. (2021). Perfil epidemiológico de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal no Rio Grande do Norte. Revista Brasileira De Educação E Saúde, 11(2), 188-193. https://doi.org/10.18378/rebes.v11i2.8381
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)