Superação de dormência de sementes de Noni

Authors

  • Grazianny Andrade Leite Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Poliana Samara de Castro Freitas Cunha Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Luciana Freitas de Medeiros Mendonça Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Priscilla Vanúbia Queiroz de Medeiros Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Vander Mendonça Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Abstract

O presente trabalho tem o objetivo de avaliar diferentes métodos de superação de dormência de sementes de noni para a produção de mudas. O experimento foi instalado no viveiro de produção de mudas da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), situada no município de Mossoró/RN. O experimento foi conduzido em delineamento em blocos casualizados (DBC) com quatorze tratamentos e quatro repetições; sendo: Testemunha; sementes imersas em água por 24 horas; sementes imersas em água por 48 horas; sementes imersas em água quente; escarificação física; sementes imersas em vinagre/10 min; sementes imersas em vinagre/15 min; sementes imersas em vinagre/20 min; sementes imersas em ácido sulfúrico concentrado/5 minutos, sementes imersas em ácido sulfúrico concentrado/10 minutos, sementes imersas em ácido sulfúrico concentrado/15 minutos; sementes imersas em ácido giberélico em água a uma concentração de 500ppm/24 horas; sementes imersas em ácido giberélico em água a uma concentração de 1000ppm/24 horas; sementes imersas em ácido giberélico em água a uma concentração de 2000ppm/24 horas. As características avaliadas foram: porcentagem de emergência (%E), índice e velocidade de emergência (IVE), número de folhas (NF), comprimento da parte aérea (CPA), comprimento do sistema radicular (CSR), diâmetro do colo (DC), matéria seca da parte aérea (MSPA), matéria seca do sistema radicular (MSSR), matéria seca total (MST), relação CPA/CSR e MSPA/MSSR, as quais foram realizadas 60 dias após a emergência. Houve diferença significativa entre os métodos de quebra de dormência utilizados e o tratamento em que as sementes foram imersas em água por 48 horas obteve os melhores resultados na superação da dormência e na qualidade da muda produzida.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Grazianny Andrade Leite, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Graduação em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Semi Árido (2007). Mestre em Fitotecnia/Agricultura Tropical (2011) pela mesma Instituição. Atualmente é doutoranda em Fitotecnia (UFERSA) e Bolsista da Capes. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Produção de Mudas, Adubação e Pós-colheita de frutíferas.

Published

30-12-2012

How to Cite

LEITE, G. A.; CUNHA, P. S. de C. F.; MENDONÇA, L. F. de M.; MEDEIROS, P. V. Q. de; MENDONÇA, V. Superação de dormência de sementes de Noni. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 7, n. 4, p. 120–128, 2012. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/1818. Acesso em: 30 may. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)

1 2 3 4 > >>