Avaliação de coberturas comestíveis compostas por quitosana e argila no revestimento em tomates sob refrigeração pelo método dipping

  • Tamara Lorena Eufrazio da Costa Universiade Federal Rural do Semi-Árido
  • Thiago azevedo de oliveira Universiade Federal Rural do Semi-Árido
  • Francisco Klebson Gomes dos Santos Universiade Federal Rural do Semi-Árido
  • Edna Maria Mendes Aroucha Universiade Federal Rural do Semi-Árido
  • Ricardo Henrique de Lima Leite Universiade Federal Rural do Semi-Árido

Resumo

O tomate é um fruto muito perecível e com curta vida de prateleira, demonstrando uma necessidade do desenvolvimento de tecnologias que reduzam estas perdas. Na indústria de alimentos, a quitosana se destaca por ser de origem natural, renovável, biodegradável, atóxico e propriedade de formação de filme. A argila possibilita uma maior aderência do filme na superfície do fruto, e é utilizada para fechar vacâncias existentes na rede polimérica. Tendo em vista as características da quitosana e da argila, no presente trabalho é abordada a síntese e utilização de filmes compostos por quitosana e argila, com aplicação em revestimento em tomates, visando o aumento da vida útil dos frutos e assim diminuir as perdas pós-colheita. O filme foi sintetizado com 1% de quitosana e 1% argila. Para a caracterização, os filmes foram preparados e deixados secar pelo método casting, e em seguida foram realizadas as análises de espessura, solubilidade, opacidade e permeabilidade ao vapor de água. Para as análises físico-químicas, o filme foi preparado e aplicado sobre o fruto, pelo método dipping. O armazenamento foi realizado sob refrigeração a 13 ± 1°C e umidade relativa de 80 ± 5% durante 12 dias, sendo feita as análises a cada três dias. As análises foram: perda de massa, firmeza de polpa, coloração da casca, sólidos solúveis, acidez titulável, ácido ascórbico e a relação sólidos solúveis e acidez titulável. Nas análises de caracterização dos filmes foram obtidos valores de acordo com a literatura. Já para as análises físico-químicas, não foi obtido efeito significativo para a interação entre tratamento e tempo, tendo a perda de massa efeito isolado para tratamento e tempo e efeito significativo do tempo para as demais características em condições de armazenamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Tamara Lorena Eufrazio da Costa, Universiade Federal Rural do Semi-Árido
Aluna de iniciação científica
Thiago azevedo de oliveira, Universiade Federal Rural do Semi-Árido
Aluno de mestrado em fitotecnia
Francisco Klebson Gomes dos Santos, Universiade Federal Rural do Semi-Árido
Professor Adjunto - DCAS - UFERSA
Edna Maria Mendes Aroucha, Universiade Federal Rural do Semi-Árido
Professora Adjunto - DCAS - UFERSA
Ricardo Henrique de Lima Leite, Universiade Federal Rural do Semi-Árido
Professor Adjunto - DCAS - UFERSA
Publicado
2013-03-14
Seção
ARTIGOS