EFEITO DO REVESTIMENTO DE TOMATE COM BIOFILME NA APARÊNCIA E PERDA DE MASSA DURANTE O ARMAZENAMENTO.

Authors

  • Thiago azevedo oliveira Universiade Federal Rural do Semi-Árido
  • Ricardo Henrique de Lima Leite
  • Edna Maria Mendes Aroucha
  • Rafaella Martins de Araujo Ferreira

Abstract

O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito do revestimento de tomate com biofilme a base de gelatina na aparência e perda de massa durante o armazenamento. Para isto, foram adquiridos no mercado tomates, no estádio de maturação verde maturo, pertencentes a cultivar SM-16, que foram transportados para o Laboratório de Tecnologia de Alimentos da UFERSA. Em seguida, foram selecionados os tomates isentos de defeitos, ferimentos e ataque de microrganismos que constituiriam as amostras de frutos usados no experimento. Os tomates após imersos em solução de hipoclorito de sódio a 100 ppm por 15 minutos, foram secados em temperatura ambiente e separado em grupo, um constituiu o controle, enquanto o outro grupo foi revestido com o biofilme previamente elaborado na concentração de 20 % (m/m) de gelatina. Os tomates foram armazenados a 23ºC±2 ºC e 70±5% UR durante sete dias. As análises de aparência externa e perda de massa foram realizadas diariamente. Utilizou-se para avaliar os dados, estatística não-parametrica. Verificou-se que o revestimento dos tomates com biofilme de gelatina influenciou de forma significativa a perda de massa e o amadurecimento dos frutos. O caráter higroscópico do biofilme utilizado ocasionou uma maior perda de massa dos frutos durante o período de armazenamento. A concentração utilizada de 20% de gelatina impediu o amadurecimento normal dos tomates revestidos, devido possivelmente a maior restrição das trocas gasosas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

02-06-2011

How to Cite

OLIVEIRA, T. azevedo; LIMA LEITE, R. H. de; AROUCHA, E. M. M.; FERREIRA, R. M. de A. EFEITO DO REVESTIMENTO DE TOMATE COM BIOFILME NA APARÊNCIA E PERDA DE MASSA DURANTE O ARMAZENAMENTO. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 230–234, 2011. Disponível em: https://www.gvaa.com.br/revista/index.php/RVADS/article/view/418. Acesso em: 25 jul. 2024.

Issue

Section

ARTICLES

Most read articles by the same author(s)

1 2 > >>