Emergência de plântulas de Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke em função da posição de semeadura

  • Ismael de Oliveira Pinto Universidade Federal do Tocantins
  • Sara Bezerra Bandeira Universidade Federal do Tocantins
  • Marciane Cristina Dotto Universidade Federal do Tocantins
  • Bruno dos Santos Almeida Universidade Federal do Tocantins
  • Eduardo Andrea Lemus Erasmo Universidade Federal do Tocantins

Abstract

Para a produção de mudas busca se reduzir o tempo em que estas permanecem no viveiro e fatores como temperatura, umidade, germinação e posição da semente na semeadura podem contribuir com o prolongamento deste tempo aumentando assim os custos de produção. Desta forma, objetivou-se com esse trabalho verificar o efeito da posição da semente na semeadura sobre o processo de emergência de Schizolobium amazonicum. Para tanto, os tratamentos foram dispostos em DIC, constituído de 3 posições de semeadura com quatro repetições de 25 sementes, sendo elas:  A- com a semente em pé com o hilo para baixo; B - semente sobre uma das faces; e o C com a semente plantada de lado sobre a espessura e faces paralelas às paredes da sementeira. Foram avaliados a percentagem de emergência de plântulas, primeira contagem, IVE e  comprimento da parte aérea das plântulas. Observamos que a emergência de plântulas e primeira contagem não foram influenciados pelas posições das sementes avaliadas. A variável IVE na posição C obteve maior valor.  Quando semeadas na posição A as sementes apresentaram IVE 17,5% inferiores quando comparadas a posição C. A posição B apresentou os resultados de comprimento de plântulas mais uniforme para cada período de avaliação. 

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Ismael de Oliveira Pinto, Universidade Federal do Tocantins
Engenheiro agronomo, mestrando em ciencias florestais e ambientais na Universidade Federal do Tocantins, Campus de Gurupi
Sara Bezerra Bandeira, Universidade Federal do Tocantins
Acadêmica do Curso de Engenharia Florestal na Universidade Federal do Tocantins, Campus de Gurupi
Marciane Cristina Dotto, Universidade Federal do Tocantins

Engenheira Agronomoa, Mestre em Produção Vegetal e Doutoranda em Produção Vegetal pela UFT e Biologia e Transformações Globais pela Univercidade de Aveiro, Portugal

Bruno dos Santos Almeida, Universidade Federal do Tocantins
Acadêmica do Curso de Engenharia Florestal na Universidade Federal do Tocantins, Campus de Gurupi
Eduardo Andrea Lemus Erasmo, Universidade Federal do Tocantins
Doutor em Produção Vegetal, Professor e Diretor do Campus Universitário de Gurupi da Universidade Federal do Tocantins
Published
2014-09-29
How to Cite
PINTO, I. DE O.; BANDEIRA, S. B.; DOTTO, M. C.; ALMEIDA, B. DOS S.; ERASMO, E. A. L. Emergência de plântulas de Schizolobium amazonicum Huber ex Ducke em função da posição de semeadura. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 9, n. 4, p. 05 - 09, 29 Sep. 2014.
Section
ARTICLES